Identidade e pertencimento: Grupos de apoio à adoção e direito às origens1 1 Agradecemos à UFMG pelo auxílio concedido à pesquisa via Programa Institucional de Auxílio à Pesquisa de Docentes Recém-Contratados e, especialmente, às pessoas que participaram da pesquisa por compartilharem suas histórias.

Identity and belonging: right to origin and adoption support groups

Identidad y pertenencia: grupos de apoyo en la adopción y derechos a los orígenes

Sabrina Finamori Aline Beatriz Miranda da Silva Sobre os autores

Resumo

Tendo como ponto de partida o debate sobre o conhecimento das origens de parentesco como direito humano, este artigo discute a correlação entre identidade e pertencimento familiar a partir de pesquisa etnográfica em grupos de apoio à adoção, conversas e entrevistas com seus membros e coordenadores. A partir da narrativa de uma filha adotada, que conhecemos nas reuniões do grupo, aprofundamos ainda a discussão sobre o modo como numa trajetória pessoal singular se entrelaçam questões identitárias e relacionais tanto quanto concepções mais amplas sobre família, parentesco, raça, gênero, classe e pertencimento. Concordando com Strathern (1999) que a revelação de uma nova informação de parentesco pode ser envolvida por cautelas e tensões, uma vez que traz impactos embutidos para a identidade pessoal e para os relacionamentos, refletimos sobre alguns dos embates entre a prática de adoção e o direito às origens.

Palavras-chave:
adoção; parentesco; origens; identidade; relacionalidade

Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos (CLAM/IMS/UERJ) R. São Francisco Xavier, 524, 6º andar, Bloco E 20550-013 Rio de Janeiro/RJ Brasil, Tel./Fax: (21) 2568-0599 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: sexualidadsaludysociedad@gmail.com