Accessibility / Report Error

Dois casos de intersexualidade no cinema argentino

Santiago Peidro Sobre o autor

Este artigo analisa os filmes argentinos XXY (Luzia Puenzo, 2007) e O último verão da boyita (Julia Solomonoff, 2009) para indagar sobre o modo com que a intersexualidade pode ser lida a partir das conceitualizações de anatomopolítica individual e regulações populacionais que Michel Foucault descreve, principalmente em seus cursos Os anormais e Defender a sociedade, e em seu texto, História da sexualidade.

intersexualidade; cinema; biopolítica; anatomopolítica-biomedicina


Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos (CLAM/IMS/UERJ) R. São Francisco Xavier, 524, 6º andar, Bloco E 20550-013 Rio de Janeiro/RJ Brasil, Tel./Fax: (21) 2568-0599 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: sexualidadsaludysociedad@gmail.com