Flutuação populacional de conídios de Cercospora beticola no ar e sua relação com a severidade da cercosporiose da beterraba

Populational fluctuation of Cercospora beticola conidia in the air and its relationship with the severity of Cercospora leaf spot of beets

Leandro Luiz Marcuzzo Aline Nascimento Sheila Chaiana Harbs Sobre os autores

RESUMO

Em experimento de campo nos anos de 2016 e 2017 quantificou-se a flutuação de conídios de Cercospora beticola e sua relação com a severidade da cercosporiose da beterraba. Sementes de beterraba da cultivar Boro foram semeadas em quatro repetições onde foram avaliadas 80 plantas. Os conídios foram coletados através de um coletor de esporos tipo “cata-vento”, contendo uma lâmina de microscópio untada com vaselina, a qual era quantificada semanalmente com auxílio de microscópio. A severidade da doença foi analisada através de escala diagramática para avaliação da porcentagem de área foliar afetada pela doença. O número de conídios e a severidade da cercosporiose da beterraba foram submetidos ao cálculo do coeficiente de correlação linear de Pearson (r). Nos anos de 2016 e 2017 a coleta de conídios ocorreu concomitante à constatação da doença, provavelmente devido haver inóculo no ar. A correlação entre as variáveis flutuações de conídios e a severidade da doença foi significativa, com r=0,762 e r=0,768 para os anos de 2016 e 2017 respectivamente. A severidade da doença em beterraba é influenciada pela presença dos conídios coletados do ar.

Palavras-chave
Beta vulgaris ssp. vulgaris; aerobiologia; epidemiologia

Grupo Paulista de Fitopatologia FCA/UNESP - Depto. De Produção Vegetal, Caixa Postal 237, 18603-970 - Botucatu, SP Brasil, Tel.: (55 14) 3811 7262, Fax: (55 14) 3811 7206 - Botucatu - SP - Brazil
E-mail: summa.phyto@gmail.com