Nucleolar Organizer Regions (NORs)

Regiões organizadoras do nucléolo podem ser detectadas através do nitrato de prata em seções de parafina. A contagem de AgNORs tem sido utilizada para distinguir entre lesões benignas e malignas. AgNORs foram contados em 24 biópsias da cavidade oral (5 casos de mucosa oral normal, 5 de hiperplasia pseudocarcinomatosa e 14 de carcinoma epidermóide, subdivididos segundo o grau de diferenciação: 5 - grau 1,5 grau 2 e 4 grau 3) para verificar sua utilidade no diagnóstico diferencial entre hiperplasia pseudocarcinomatosa, secundária à infecções parasitárias crônicas, e carcinoma epidermóide. Foram usados dois métodos de contagem de AgNORs: um mais simples(A), que conta os agregados nucleolares (AgNU) e AgNOR satélites e o outro (B) que conta todos os AgNORs, inclusive aqueles dentro do AgNUs. Em ambos os métodos as médias mais baixas foram do carcinoma grau 3 e as mais altas do carcinoma grau 2. 0 método mais simples (A) foi o mais útil, pois a contagem de AgNU mostrou valores significantemente diferentes quando comparou-se hiperplasia pseudocarcinomatosa e carcinomas graus 1 e 2, que são os mais difíceis de distinguir da hiperplasia. Entretanto, devido à sobreposição de valores a técnica foi de utilidade limitada em casos individuais.


Associação Paulista de Medicina - APM APM / Publicações Científicas, Av. Brigadeiro Luís Antonio, 278 - 7º and., 01318-901 São Paulo SP - Brazil, Tel.: +55 11 3188-4310 / 3188-4311, Fax: +55 11 3188-4255 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistas@apm.org.br