CUIDADO À CRIANÇA EM CONDIÇÃO CRÔNICA NA ATENÇÃO PRIMÁRIA: DESAFIOS DO MODELO DE ATENÇÃO À SAÚDE

Elysângela Dittz Duarte Kênia Lara Silva Tatiana Silva Tavares Corina Lemos Jamal Nishimoto Paloma Morais Silva Roseni Rosângela de Sena Sobre os autores

RESUMO

Estudo de abordagem qualitativa com o objetivo de analisar o modelo de atenção que orienta o cuidado à criança em condição crônica na atenção primária à saúde. Os sujeitos foram enfermeiros, técnicos de enfermagem e auxiliares de enfermagem, atuantes em 16 unidades básicas de saúde, no município de Belo Horizonte, Minas Gerais. Os dados foram coletados por meio de entrevista com roteiro semiestruturado e analisados a partir da perspectiva crítica procurando-se identificar os temas comuns no conjunto do material empírico. Os dados permitiram apreender aspectos da organização dos profissionais das unidades básicas de saúde para identificar e captar criança em condição crônica, além de ações de cuidado para essas crianças. Contudo, verificaram-se desafios para a construção de um modelo que incorpore o cuidado à criança em condição crônica na atenção primária à saúde de forma a considerar suas singularidades e necessidades de saúde.

Doença crônica; Crianças com deficiência; Atenção primária à saúde; Enfermagem pediátrica

Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Campus Universitário Trindade, 88040-970 Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, Tel.: (55 48) 3721-4915 / (55 48) 3721-9043 - Florianópolis - SC - Brazil
E-mail: textoecontexto@contato.ufsc.br