Vivências de familiares cuidadores de pessoas idosas com doença de Alzheimer - Perspectiva da filosofia de Merleau-Ponty

Despripción de las vivencias de familiares que cuidan ancianos que sufrem del mal de Alzheimer, desde la perspectiva de la filosofía de Merleau-Ponty

Life experiences of family caregivers to elderly with Alzheimer's under Marleau-Ponty's philosophic perspective

O estudo revela a natureza do cuidado à luz da filosofia de Merleau-Ponty, a partir de pesquisa com familiares cuidadores de pessoas com doença de Alzheimer, integrantes de um Grupo de Ajuda Mútua. O objetivo constituiu-se em descrever as vivências em que esses cuidadores identificam-se, possibilitando-lhes transcenderem em perspectivas de vida. A metodologia baseou-se na redução fenomenológica em Husserl, que permitiu a construção do método designado analítica da ambigüidade, utilizado na análise dos dados empíricos apreendidos por meio de entrevista não diretiva com 10 cuidadores, no período de julho de 2005 a abril de 2006. Na análise emergiram sete categorias, das quais o presente texto destaca duas: orientação intencional no cuidado e ambigüidade das demandas no processo de tornar-se cuidador. O estudo mostrou-se relevante por enfatizar o caráter ambíguo da experiência de cuidado e como este aspecto contribui para um olhar mais otimista e prospectivo frente ao cuidado em questão.

Idoso; Doença de Alzheimer; Cuidador; Família


Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Campus Universitário Trindade, 88040-970 Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, Tel.: (55 48) 3721-4915 / (55 48) 3721-9043 - Florianópolis - SC - Brazil
E-mail: textoecontexto@contato.ufsc.br