O cuidado aos idosos: considerações sobre o cuidado não familiar

O objetivo é identificar os valores estabelecidos sobre o cuidado não familiar a partir da perspectiva de idosos residentes em comunidades em condições de pobreza. Foi realizado um estudo multicêntrico, de 2002 a 2004, com metodologia qualitativa com 92 idosos residentes em quatro estados na República do México. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas nas casas dos idosos e sua posterior análise de conteúdo. Como resultado identificou-se a expectativa dos entrevistados em ser cuidado por seus filhos em suas casas, no entanto, este cuidado familiar não se dá quando há rupturas no sistema de reciprocidade entre as gerações. Nestas condições, o cuidado por estranhos em casa ou em Instituição de Longa Permanência para Idosos configura-se como a opção para estes idosos que não são cuidados por seus filhos. Ambas as possibilidades são consideradas negativamente, a primeira porque não reúne as características do cuidado outorgado pelos familiares e a segunda por não existir realmente um cuidado conforme os valores dos idosos.

Idoso; Instituição de longa permanência para idosos; Cuidadores; Pesquisa qualitativa


Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Campus Universitário Trindade, 88040-970 Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, Tel.: (55 48) 3721-4915 / (55 48) 3721-9043 - Florianópolis - SC - Brazil
E-mail: textoecontexto@contato.ufsc.br