O USO DE INDICADORES CLÍNICOS NA AVALIAÇÃO DAS PRÁTICAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE INFECÇÃO DE CORRENTE SANGUÍNEA1 1 Resultado parcial da dissertação - Avaliação das práticas de prevenção e controle de infecção de corrente sanguínea, apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PEN) da Universidade Federal do Ceará (UFC), em 2013.

Francisca Jane Gomes de Oliveira Joselany Afio Caetano Viviane Martins da Silva Paulo César de Almeida Andrea Bezerra Rodrigues Julianna Freitas Siqueira Sobre os autores

RESUMO

O estudo objetivou avaliar a conformidade da realização das práticas de prevenção e controle de infecção de corrente sanguínea relacionada ao cateter venoso central, através de indicadores clínicos. Trata-se de um estudo observacional, com abordagem quantitativa. A casuística baseou-se em 2064 avaliações, realizadas através da observação direta e registro em prontuários, utilizando o manual de avaliação de qualidade das práticas de controle de infecção hospitalar. Os resultados mostraram que o indicador relativo ao registro de inserção e tempo de permanência do cateter apresentou maior índice de conformidade geral (62,5%). Já o indicador relacionado à higienização das mãos apresentou índice de conformidade geral nulo. Existe a necessidade de elaborar estratégias que assegurem a adesão às práticas de controle e prevenção de infecção de corrente sanguínea relacionada ao cateter venoso central, bem como instituir avaliações periódicas das condições de trabalho, no sentido de elevar os índices de conformidade.

Indicadores; Cateter; Infecções relacionada a cateter; Infecção hospitalar

Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Campus Universitário Trindade, 88040-970 Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, Tel.: (55 48) 3721-4915 / (55 48) 3721-9043 - Florianópolis - SC - Brazil
E-mail: textoecontexto@contato.ufsc.br