Adaptação cultural e validação do herth hope index para a língua portuguesa: estudo em pacientes com doença crônica

Alessandra Cristina Sartore Balsanelli Sonia Aurora Alves Grossi Kaye Ann Herth Sobre os autores

Este estudo tem por objetivo a adaptação cultural e validação do Herth Hope Index, um instrumento para mensurar a esperança. Neste estudo metodológico participaram 131 indivíduos: pacientes oncológicos, pacientes com diabetes do tipo 2 e seus familiares ou cuidadores. Os resultados confirmaram a confiabilidade da escala com Alpha de Cronbach de 0,834. O teste-reteste confirmou a reprodutibilidade da escala. A validade de construto foi estabelecida pela validade convergente entre a Escala de Esperança de Herth (versão Brasileira) e a escala de auto-estima de Rosenberg, e a validade divergente entre a Escala de Esperança de Herth e o Inventário de Depressão de Beck. A análise fatorial confirmou três fatores, apesar da composição diferente da escala original. As propriedades psicométricas da Escala de Esperança de Herth foram confirmadas e, portanto, ela pode ser usada para mensurar esperança na população brasileira.

Esperança de vida; Psicometria; Doença crônica; Estudos de validação


Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Campus Universitário Trindade, 88040-970 Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, Tel.: (55 48) 3721-4915 / (55 48) 3721-9043 - Florianópolis - SC - Brazil
E-mail: textoecontexto@contato.ufsc.br
Accessibility / Report Error