Accessibility / Report Error

CONSTRUÇÃO E VALIDAÇÃO DE CENÁRIO SIMULADO-CHECKLIST PARA AVALIAÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DE ARRITMIAS CHOCÁVEIS: ESTUDO METODOLÓGICO

RESUMO

Objetivo:

construir e validar um cenário simulado e checklist para avaliação e identificação de arritmias chocáveis pela enfermagem em adultos internados em unidade de terapia intensiva.

Método:

estudo metodológico para construção de cenário simulado e checklist, validado por especialistas, com aplicação de teste piloto em 36 estudantes de enfermagem entre abril e setembro de 2021, em uma Universidade Pública de Minas Gerais. A etapa de construção ocorreu por levantamento de evidências na literatura. A etapa de validação se deu a partir da avaliação dos instrumentos por 13 especialistas, provenientes de todo o território brasileiro, sendo interpretados pelo cálculo do Coeficiente de Validade de Conteúdo por ponto de corte igual a 0,8 ou 80,0%. Para avaliar a consistência interna, foi calculado o alpha de Cronbach. Posteriormente, foram realizados o teste piloto e a aplicação da Escala de Satisfação dos estudantes e autoconfiança na aprendizagem.

Resultados:

após a construção do cenário simulado, foram realizadas três rodadas para avaliação do roteiro (21 itens) e duas para o checklist (seis itens), alcançando Coeficiente de Validade de Conteúdo global de 0,98 e 0,95 respectivamente. Um alfa de Cronbach de 0,79 foi obtido ao final da avaliação. No teste piloto, o cenário foi considerado adequado, com elevados escores de satisfação e autoconfiança na aprendizagem, confirmando a sua usabilidade.

Conclusão:

o instrumento desenvolvido para avaliação de arritmias chocáveis em pacientes adultos internados em Unidade de Terapia Intensiva pela enfermagem é válido em seu conteúdo e possui boa consistência interna.

DESCRITORES:
Enfermagem; Educação em enfermagem; Treinamento por simulação; Simulação de pacientes; Arritmias cardíacas; Unidades de terapia intensiva; Métodos

ABSTRACT

Objective:

to construct and validate a simulated scenario and checklist for the assessment and identification of shockable arrhythmias by nurses in adults hospitalized in an Intensive Care Unit.

Method:

this is a methodological study for the construction of a simulated scenario and checklist, validated by experts, with the application of a pilot test on 36 nursing students between April and September 2021, at a public university in Minas Gerais. The construction stage took place by surveying evidence in the literature. The validity stage was based on instrument assessment by 13 experts, from all over Brazil, being interpreted by calculating the Content Validity Coefficient by a cut-off point equal to 0.8 or 80.0%. To assess internal consistency, Cronbach’s alpha was calculated. Subsequently, a pilot test and the Student Satisfaction and Self-Confidence in Learning Scale were applied.

Results:

after building the simulated scenario, three rounds were performed to assess the script (21 items) and two for the checklist (six items), reaching an overall Content Validity Coefficient of 0.98 and 0.95, respectively. A Cronbach’s alpha of 0.79 was obtained at the end of assessment. In the pilot test, the scenario was considered adequate, with high scores of satisfaction and self-confidence in learning, confirming its usability.

Conclusion:

the instrument developed by nurses to assess shockable arrhythmias in adult patients admitted to an Intensive Care Unit is valid in terms of content and has good internal consistency.

DESCRIPTORS:
Nursing; Nursing education; Simulation training; Patient simulation; Arrhythmias; cardiac; Intensive care units; Methods

RESUMEN

Objetivo:

construir y validar un escenario simulado y un checklist para la evaluación e identificación de enfermería de arritmias desfibrilables en adultos hospitalizados en una Unidad de Cuidados Intensivos.

Método:

estudio metodológico para la construcción de un escenario simulado y lista de verificación, validado por especialistas, con la aplicación de una prueba piloto en 36 estudiantes de enfermería entre abril y septiembre de 2021 en una universidad pública de Minas Gerais. La etapa de construcción se llevó a cabo mediante el levantamiento de evidencias en la literatura. La etapa de validación ocurrió a partir de la evaluación de los instrumentos por 13 especialistas, de todo el territorio brasileño, siendo interpretados por el cálculo del Coeficiente de Validez de Contenido por punto de corte igual a 0,8 o 80,0%. Para evaluar la consistencia interna se calculó el alfa de Cronbach. Posteriormente, se realizó una prueba piloto y la aplicación de la Escala de Satisfacción y Autoconfianza del Estudiante en el Aprendizaje.

Resultados:

luego de construir el escenario simulado, se realizaron tres rondas para evaluar el guión (21 ítems) y dos para la lista de verificación (seis ítems), alcanzándose un Coeficiente de Validez de Contenido global de 0,98 y 0,95 respectivamente. Se obtuvo un alfa de Cronbach de 0,79 al final de la evaluación. En la prueba piloto, el escenario se consideró adecuado, con puntuaciones altas de satisfacción y confianza en el aprendizaje, lo que confirma su usabilidad.

Conclusión:

el instrumento desarrollado por enfermeros para evaluar arritmias desfibrilables en pacientes adultos internados en una Unidad de Cuidados Intensivos es válido en cuanto al contenido y tiene buena consistencia interna.

DESCRIPTORES:
Enfermería; Educación en enfermería; Entrenamiento de simulación; Simulación de paciente; Arritmia cardíaca; Unidades de cuidados intensivos; Métodos

INTRODUÇÃO

O ensino em saúde, tradicionalmente, tem sido marcado pela transmissão de conteúdos teóricos, muitas vezes descontextualizados das atividades práticas. Essa desvinculação reflete na formação de egressos que, não raro, têm dificuldades de raciocinar clinicamente e tomar decisões adequadas para a assistência à saúde11. Luiz FS, Leite ICG, Mendonça ET, Dutra HS, Coelho ACO, Sousa AMG, et al. Metodologias ativas de ensino e aprendizagem na educação superior em saúde: Revisão integrativa. REAS [Internet]. 2022 [cited 2022 Dec 27];15(6):e10370. Available from: https://doi.org/10.25248/reas.e10370.2022
https://doi.org/10.25248/reas.e10370.202...
-22. Carvalho LR de, Zem-Mascarenhas SH. Construction and validation of a sepsis simulation scenario: a methodological study. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2020 [cited 2023 Apr 30];54:e03638. Available from: https://doi.org/10.1590/S1980-220X2019021603638
https://doi.org/10.1590/S1980-220X201902...
. Aliado a isso, nas últimas décadas, as rápidas transformações e inovações no contexto do sistema de saúde têm suscitado revisões curriculares, condizentes com as necessidades sociais e demandas assistenciais33. Rocha LAC, Gorla BC, Jorge BM, Afonso MG, Santos ECN, Miranda FBG. Validation of simulated scenarios for nursing students: assessment and treatment of Pressure Ulcers. Rev Eletr Enferm [Internet]. 2021 [cited 2023 Apr 29];23:67489. Available from: https://doi.org/10.5216/ree. v23.67489
https://doi.org/10.5216/ree. v23.67489...
.

Atinente a isso, no Brasil, as diretrizes curriculares para os cursos de graduação em enfermagem estabeleceram o perfil do egresso a partir de competências essenciais para reconhecer os problemas de saúde, compreender o perfil epidemiológico da população de forma a intervir nos determinantes de modo crítico e reflexivo44. Ministério da Educação (Brasil). Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução nº 3, CNE/ CES, de 7 de novembro de 2001. Institui diretrizes curriculares nacionais do curso de graduação em enfermagem [Internet]. Diário Oficial da União; 2001 Nov 9 [cited 2022 Dec 27]. 6 p. Available from: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES03.pdf
http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pd...
. O perfil por competências pode ser construído a partir de uma educação participativa, que fomenta conhecimentos, habilidades e atitudes, sobre questões de saúde, nos vários ciclos de vida, vinculando teoria e prática11. Luiz FS, Leite ICG, Mendonça ET, Dutra HS, Coelho ACO, Sousa AMG, et al. Metodologias ativas de ensino e aprendizagem na educação superior em saúde: Revisão integrativa. REAS [Internet]. 2022 [cited 2022 Dec 27];15(6):e10370. Available from: https://doi.org/10.25248/reas.e10370.2022
https://doi.org/10.25248/reas.e10370.202...
-22. Carvalho LR de, Zem-Mascarenhas SH. Construction and validation of a sepsis simulation scenario: a methodological study. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2020 [cited 2023 Apr 30];54:e03638. Available from: https://doi.org/10.1590/S1980-220X2019021603638
https://doi.org/10.1590/S1980-220X201902...
,44. Ministério da Educação (Brasil). Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução nº 3, CNE/ CES, de 7 de novembro de 2001. Institui diretrizes curriculares nacionais do curso de graduação em enfermagem [Internet]. Diário Oficial da União; 2001 Nov 9 [cited 2022 Dec 27]. 6 p. Available from: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES03.pdf
http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pd...
. Para isso, metodologias de ensino-aprendizagem que envolvam intencionalmente o estudante na construção do conhecimento, de modo a estimular o pensamento crítico, o raciocínio clínico e a tomada de decisão, exibem bons resultados na formação em enfermagem22. Carvalho LR de, Zem-Mascarenhas SH. Construction and validation of a sepsis simulation scenario: a methodological study. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2020 [cited 2023 Apr 30];54:e03638. Available from: https://doi.org/10.1590/S1980-220X2019021603638
https://doi.org/10.1590/S1980-220X201902...
,55. Jung MJ, Roh YS. Mediating effects of cognitive load on the relationship between learning flow and clinical reasoning skills in virtual simulation learning. Clin Simul Nurs [Internet]. 2022 [cited 2022 Dec 27];64:16. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2021.12.004
https://doi.org/10.1016/j.ecns.2021.12.0...
-66. Sim JJM, Rusli KDB, Seah B, Levett-Jones T, Lau Y, Liaw SY. Virtual simulation to enhance clinical reasoning in nursing: A systematic review and meta-analysis. Clin Simul Nurs [Internet]. 2022 [cited 2022 Dec 27];69:26. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2022.05.006
https://doi.org/10.1016/j.ecns.2022.05.0...
.

No contexto das metodologias de ensino-aprendizagem, a simulação clínica é considerada uma estratégia pedagógica que possibilita aos estudantes adquirir competências, antecipando a prática clínica em um ambiente seguro, sem expor o paciente77. Santos KB, Püschel VAA, Luiz FS, Leite ICG, Cavalcante RB, Carbogim FC. Simulation training for hospital admission of patients with Covid-19: Assessment of nursing professionals. Texto Contexto Enferm [Internet]. 2021 [cited 2022 Dec 28];30:e20200569. Available from: https://doi.org/10.1590/1980-265X-TCE-2020-0569
https://doi.org/10.1590/1980-265X-TCE-20...
. Contudo, para que bons resultados sejam alcançados, é recomendado que o processo de construção siga padrões de boas práticas e referenciais que sustentem o conteúdo e orientem a validação do cenário clínico simulado à prática realística88. Associação Brasileira de Educação Médica. Simulação em saúde para ensino e avaliação: conceitos e práticas [Internet]. São Carlos, SP(BR): Cubo Multimídia; 2021 [cited 2023 Feb 27]. Available from: https://doi.org/10.4322/978-65-86819-11-3
https://doi.org/10.4322/978-65-86819-11-...
-99. INACSL Standards Committee. INACSL standards of best practice: Simulation Design. Clin Simul Nurs [Internet]. 2016 [cited 2022 Dec 28];12(S):S5-12. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2016.09.005
https://doi.org/10.1016/j.ecns.2016.09.0...
.

Dessa maneira, é um processo diligente e complexo que envolve recursos como simuladores e/ou manequins/atores que são adaptados a situações específicas da prática clínica, emulando a realidade, conforme o grau de complexidade relativo ao que se pretende ensinar/avaliar88. Associação Brasileira de Educação Médica. Simulação em saúde para ensino e avaliação: conceitos e práticas [Internet]. São Carlos, SP(BR): Cubo Multimídia; 2021 [cited 2023 Feb 27]. Available from: https://doi.org/10.4322/978-65-86819-11-3
https://doi.org/10.4322/978-65-86819-11-...
. Todo o processo é mediado por tutores que dão pistas para resolução de um caso clínico, baseado nas melhores práticas e evidências científicas77. Santos KB, Püschel VAA, Luiz FS, Leite ICG, Cavalcante RB, Carbogim FC. Simulation training for hospital admission of patients with Covid-19: Assessment of nursing professionals. Texto Contexto Enferm [Internet]. 2021 [cited 2022 Dec 28];30:e20200569. Available from: https://doi.org/10.1590/1980-265X-TCE-2020-0569
https://doi.org/10.1590/1980-265X-TCE-20...
-88. Associação Brasileira de Educação Médica. Simulação em saúde para ensino e avaliação: conceitos e práticas [Internet]. São Carlos, SP(BR): Cubo Multimídia; 2021 [cited 2023 Feb 27]. Available from: https://doi.org/10.4322/978-65-86819-11-3
https://doi.org/10.4322/978-65-86819-11-...
. Estudos1010. Jarvill M, Jenkins S, Akman O, Astroth KS, Pohl C, Jacobs PJ. Effect of Simulation on Nursing Students' Medication Administration Competence. Clin Simul Nurs [Internet]. 2018 [cited 2022 Dec 28];14:3. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2017.08.001
https://doi.org/10.1016/j.ecns.2017.08.0...
-1111. Costa RRO, Medeiros SM, Martins JCA, Coutinho VRD, Araújo MS. Effectiveness of simulation in teaching immunization in nursing: A randomized clinical trial. Rev Lat Am Enfermagem [Internet]. 2020 [cited 2022 Dec 28];28:e3305. Available from: https://doi.org/10.1590/1518-8345.3147.3305
https://doi.org/10.1590/1518-8345.3147.3...
que compararam a efetividade da simulação clínica em relação à prática tradicional em laboratório identificaram melhor desempenho nos estudantes de enfermagem que aprenderam por simulação.

Um estudo1212. Guerrero JG, Ali SAA. The acquired critical thinking skills, satisfaction, and self confidence of nursing students and staff nurses through high-fidelity simulation experience. Clin Simul Nurs [Internet]. 2022 [cited 2022 Apr 6];64:24-30. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2021.11.008
https://doi.org/10.1016/j.ecns.2021.11.0...
avaliou o desempenho clínico de 36 estagiários de enfermagem, dividindo os estudantes em grupos controle (treinamento clínico prático) e experimental (exposição simultânea de simulação de alta fidelidade junto com treinamento clínico prático). Na avaliação geral das competências, o grupo experimental apresentou desempenho significativamente maior que o grupo controle (p < 0,001), levando os autores a concluírem que a exposição simultânea de simulação junto com treinamento prático promoveu maior nível de segurança e competência. Nessa direção, pesquisas1313. Chang CY, Kao CH, Hwang GJ, Lin FH. From experiencing to critical thinking: A contextual game-based learning approach to improving nursing students’ performance in Electrocardiogram training. Educ Tech Res Dev [Internet]. 2020 [cited 2022 Dec 28];68:1225. Available from: https://doi.org/10.1007/s11423-019-09723-x
https://doi.org/10.1007/s11423-019-09723...
-1414. Ko Y, Issenberg SB, Roh YS. Effects of peer learning on nursing students' learning outcomes in electrocardiogram education. Nurse Educ Today [Internet]. 2022 [cited 2022 Dec 28];108:105182. Available from: https://doi.org/10.1016/j.nedt.2021.105182
https://doi.org/10.1016/j.nedt.2021.1051...
têm demonstrado que o ensino teórico-prático tradicional tem sido insuficiente para que estudantes de enfermagem tenham segurança e estabeleçam condutas apropriadas nas arritmias chocáveis. Estas, classificadas como fibrilação ventricular (FV) ou taquicardia ventricular (TV) sem pulso, são enquadradas como parada cardiorrespiratória (PCR) e requerem reconhecimento para que se proceda à desfibrilação elétrica imediata1515. Panchal AR, Bartos JA, Cabañas JG, Donnino MW, Drennan IR, Hirsch KG, et al. Adult Basic and Advanced Life Support Writing Group. Part 3: Adult Basic and Advanced Life Support: 2020 American Heart Association Guidelines for Cardiopulmonary Resuscitation and Emergency Cardiovascular Care. Circulation [Internet]. 2020 [cited 2022 Dec 28]142(16 Suppl 2):S366-468. Available from: https://doi.org/10.1161/CIR.0000000000000916
https://doi.org/10.1161/CIR.000000000000...
.

Estudo realizado em nove Unidades de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital universitário em São Paulo identificou incidência de 3,6% de PCR nas primeiras 24 horas de internação dos pacientes neste ambiente1616. Pulze G, Alves W, Paiva BC, Ferretti-Rebustini REL. Incidence and factors associated with cardiorespiratory arrest in the first 24 hours of hospitalization in intensive care unit. Rev Soc Cardiol [Internet]. 2019 [cited 2023 Apr 7];29(2): 192-6. Available from: https://doi.org/10.29381/0103-8559/20192902192-6
https://doi.org/10.29381/0103-8559/20192...
. Contudo, as informações sobre incidência de PCR e suas formas de apresentação, ainda são escassas na literatura nacional e internacional1717. Bernoche C, Timerman S, Polastri TF, Giannetti NS, Siqueira AWDS, Piscopo A, et al. Atualização da diretriz de ressuscitação cardiopulmonar e cuidados cardiovasculares de Emergência da Sociedade Brasileira de Cardiologia - 2019. Arq Bras Cardiol [Internet]. 2019 [cited 2022 Dec 28];113(3):449. Available from: https://doi.org/10.5935/abc.20190203
https://doi.org/10.5935/abc.20190203...
. No sentido suprir parte dessa escassez de dados, a American Hearth Association (AHA)1515. Panchal AR, Bartos JA, Cabañas JG, Donnino MW, Drennan IR, Hirsch KG, et al. Adult Basic and Advanced Life Support Writing Group. Part 3: Adult Basic and Advanced Life Support: 2020 American Heart Association Guidelines for Cardiopulmonary Resuscitation and Emergency Cardiovascular Care. Circulation [Internet]. 2020 [cited 2022 Dec 28]142(16 Suppl 2):S366-468. Available from: https://doi.org/10.1161/CIR.0000000000000916
https://doi.org/10.1161/CIR.000000000000...
informou em sua última atualização que, em ambiente extra-hospitalar, aproximadamente 80,0% das PCRs são ritmos chocáveis, ao passo que, no ambiente intra-hospitalar, cerca de 20,0% dos casos necessitam de desfibrilação. Nesse contexto, a AHA1515. Panchal AR, Bartos JA, Cabañas JG, Donnino MW, Drennan IR, Hirsch KG, et al. Adult Basic and Advanced Life Support Writing Group. Part 3: Adult Basic and Advanced Life Support: 2020 American Heart Association Guidelines for Cardiopulmonary Resuscitation and Emergency Cardiovascular Care. Circulation [Internet]. 2020 [cited 2022 Dec 28]142(16 Suppl 2):S366-468. Available from: https://doi.org/10.1161/CIR.0000000000000916
https://doi.org/10.1161/CIR.000000000000...
tem destacado o treinamento mediado por simulação como uma metodologia adequada para estudantes e profissionais de saúde aprenderem a intervir com segurança na PCR.

Frente ao exposto, justifica-se o presente estudo, que foi conduzido pela seguinte questão norteadora: a construção e validação de um cenário simulado e checklist permitirão identificar arritmias chocáveis pela enfermagem nos adultos internados em UTI?

Acredita-se que o estudo poderá contribuir como uma ferramenta para treinamento de estudantes e profissionais, mobilizando habilidades específicas para avaliação e identificação de arritmias chocáveis em UTI. Logo, o estudo tem por objetivo construir e validar um cenário simulado e checklist para avaliação e identificação de arritmias chocáveis pela enfermagem em adultos internados em unidade de terapia intensiva.

MÉTODO

Estudo metodológico com construção e validação de conteúdo de um cenário simulado desenvolvido em uma Universidade Pública do estado de Minas Gerais, entre os meses de abril de 2020 e setembro de 2021. Para o desenvolvimento do estudo, foram empregadas três etapas sequenciais: construção do cenário e de um checklist (com base na literatura, modelos e instrumentos)1515. Panchal AR, Bartos JA, Cabañas JG, Donnino MW, Drennan IR, Hirsch KG, et al. Adult Basic and Advanced Life Support Writing Group. Part 3: Adult Basic and Advanced Life Support: 2020 American Heart Association Guidelines for Cardiopulmonary Resuscitation and Emergency Cardiovascular Care. Circulation [Internet]. 2020 [cited 2022 Dec 28]142(16 Suppl 2):S366-468. Available from: https://doi.org/10.1161/CIR.0000000000000916
https://doi.org/10.1161/CIR.000000000000...
,1818. INACSL Standards Committee. INACSL standards of best practice: Simulation Design. Clin Simul Nurs [Internet]. 2016 [cited 2022 Dec 28];12(S):S5-12. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2016.09.005
https://doi.org/10.1016/j.ecns.2016.09.0...
-2222. Pasquali L. Instrumentação psicológica: Fundamentos e práticas. Porto Alegre, RS(BR): Artmed; 2010.,2323. Nascimento J, Nascimento KG, Regino DSG, Alves MG, Oliveira JLG, Dalri MCB. Debriefing: Desenvolvimento e validação de um roteiro para simulação do suporte básico de vida. Cogit Enferm [Internet]. 2021 [cited 2022 Dec 29];26:e79537. Available from: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v26i0.79537
http://dx.doi.org/10.5380/ce.v26i0.79537...
; validação do cenário e checklist por especialistas e teste piloto com estudantes de enfermagem (Figura 1).

Figura 1 -
Fluxograma das etapas de construção e validação do cenário simulado e checklist para avaliação e identificação de arritmias chocáveis pela enfermagem em adultos internados em unidade de terapia intensiva. Minas Gerais, MG, Brasil, 2021.

A etapa de construção ocorreu fundamentada nas principais recomendações da literatura nacional e internacional sobre a temática1515. Panchal AR, Bartos JA, Cabañas JG, Donnino MW, Drennan IR, Hirsch KG, et al. Adult Basic and Advanced Life Support Writing Group. Part 3: Adult Basic and Advanced Life Support: 2020 American Heart Association Guidelines for Cardiopulmonary Resuscitation and Emergency Cardiovascular Care. Circulation [Internet]. 2020 [cited 2022 Dec 28]142(16 Suppl 2):S366-468. Available from: https://doi.org/10.1161/CIR.0000000000000916
https://doi.org/10.1161/CIR.000000000000...
,1818. INACSL Standards Committee. INACSL standards of best practice: Simulation Design. Clin Simul Nurs [Internet]. 2016 [cited 2022 Dec 28];12(S):S5-12. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2016.09.005
https://doi.org/10.1016/j.ecns.2016.09.0...
-2424. Lucas MG, Nalin GV, Sant’Anna ALGG, Oliveira SA, Machado RC. Validation of content of an instrument for evaluation of training in cardiopulmonary resuscitation. REME - Rev Min Enferm [Internet]. 2018 [cited 2022 Dec 29];22:e-1132. Available from: https://doi.org/10.5935/1415-2762.20180061
https://doi.org/10.5935/1415-2762.201800...
. Além do conteúdo teórico, seguiram-se as recomendações da International Nursing Association for Clinical Simulation and Learning (INACSL)1818. INACSL Standards Committee. INACSL standards of best practice: Simulation Design. Clin Simul Nurs [Internet]. 2016 [cited 2022 Dec 28];12(S):S5-12. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2016.09.005
https://doi.org/10.1016/j.ecns.2016.09.0...
e do modelo para simulação clínica1919. Fabri RP, Mazzo A, Martins JCA, Fonseca AS, Pedersoli CE, Miranda FBG, et al. Development of a theoretical-practical script for clinical simulation. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2017 [cited 2022 Dec 28];51:e03218. Available from: https://doi.org/10.1590/s1980-220x2016265103218
https://doi.org/10.1590/s1980-220x201626...
-2020. Fehring RJ. Methods to validate nursing diagnoses. Heart Lung [Internet]. 1987 [cited 2022 Dec 28];16(6 Pt 1):625-9. Available from: https://core.ac.uk/download/pdf/213076462.pdf
https://core.ac.uk/download/pdf/21307646...
.

Na etapa de construção e validação de conteúdo, incialmente, os especialistas foram selecionados, com amostragem por conveniência não aleatória, utilizando a escala de Fehring adaptada1919. Fabri RP, Mazzo A, Martins JCA, Fonseca AS, Pedersoli CE, Miranda FBG, et al. Development of a theoretical-practical script for clinical simulation. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2017 [cited 2022 Dec 28];51:e03218. Available from: https://doi.org/10.1590/s1980-220x2016265103218
https://doi.org/10.1590/s1980-220x201626...
. A escala1919. Fabri RP, Mazzo A, Martins JCA, Fonseca AS, Pedersoli CE, Miranda FBG, et al. Development of a theoretical-practical script for clinical simulation. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2017 [cited 2022 Dec 28];51:e03218. Available from: https://doi.org/10.1590/s1980-220x2016265103218
https://doi.org/10.1590/s1980-220x201626...
perfaz 24 pontos e contém como critérios realização de pós-graduação Lato (cinco pontos), realização de pós-graduação Stricto Sensu (quatro pontos), experiência com simulação (cinco pontos), experiência com pacientes críticos (cinco pontos) e produção científica (cinco pontos). Para análise, os currículos foram avaliados, via Plataforma Lattes, do histórico profissional, da formação, da experiência e da produção bibliográfica sobre o tema de investigação e/ou simulação clínica. A pontuação mínima para a inclusão dos especialistas foi de cinco pontos.

A partir da avaliação inicial, 46 especialistas atenderam aos critérios de inclusão estabelecidos1919. Fabri RP, Mazzo A, Martins JCA, Fonseca AS, Pedersoli CE, Miranda FBG, et al. Development of a theoretical-practical script for clinical simulation. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2017 [cited 2022 Dec 28];51:e03218. Available from: https://doi.org/10.1590/s1980-220x2016265103218
https://doi.org/10.1590/s1980-220x201626...
. Estes foram contactados via correio eletrônico (e-mail) obtido no currículo ou artigo científico publicado. Foi estabelecido como critério de exclusão os especialistas que não responderam aos e-mails após quatro tentativas (28), em um período de 60 dias, ou aqueles que inicialmente aceitaram participar, mas não responderam à segunda rodada de avaliação. Nesse sentido 28 especialistas foram excluídos por não responderem aos e-mails e cinco não responderam à segunda rodada de avaliação, sendo a amostra constituída por 13 especialistas de variadas regiões do Brasil: oito da região sudeste, três da região nordeste e dois da região sul. Destaca-se que, para a efetivação da validação, a literatura recomenda que o instrumento seja avaliado minimamente por cinco a seis especialistas2121. Vieira TW, Sakamoto VTM, Moraes LC, Blatt CR, Caregnato RCA. Validation methods of nursing protocols: An integrative review. Rev Bras Enferm [Internet]. 2020 [cited 2022 Dec 28];73(Suppl 5):e20200050. Available from: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2020-0050
https://doi.org/10.1590/0034-7167-2020-0...
.

Para viabilizar a análise e a validação, foi elaborado um formulário eletrônico via Google Forms, com quatro seções referentes respectivamente a Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE), questionário sociodemográfico, roteiro do cenário e checklist, foram baseadas nas recomendações de Pasquali,2222. Pasquali L. Instrumentação psicológica: Fundamentos e práticas. Porto Alegre, RS(BR): Artmed; 2010. para cada item do cenário e do checklist, foi verificada a pertinência, a relevância e a clareza do conteúdo, além da possibilidade de comentários e sugestões dos especialistas. A avaliação do conjunto de opiniões dos especialistas foi utilizada a técnica Delphi2525. Nasa P, Jain R, Juneja D. Delphi methodology in healthcare research: How to decide its appropriateness. World J Methodol [Internet]. 2021 [cited 2023 Apr 29];11(4):116-29. Available from: https://doi.org/10.5662/wjm.v11.i4.116
https://doi.org/10.5662/wjm.v11.i4.116...
. Nesse sentido, eles avaliaram, via formulário eletrônico, os domínios: componentes prévios do cenário; preparo do cenário; roteiro/instruções para o aluno; e componentes finais do cenário, bem como o checklist das habilidades.

Após a validação pelos especialistas, foi realizada à etapa do teste piloto com 36 estudantes de enfermagem do início do quarto ano da graduação (oitavo semestre), que se dispuseram a participar da atividade. Cabe destacar que os estudantes ainda não haviam cursado a disciplina em que são ministrados os conteúdos de PCR e ressuscitação cardiopulmonar (RCP) na alta complexidade. O curso em tela é integralizado em cinco anos ou dez semestres.

O teste piloto do cenário simulado elaborado foi realizado em três dias, com aulas de quatro horas de duração. No primeiro dia, foi realizada aula expositiva dialogada, com disponibilização de conteúdo teórico sobre arritmias chocáveis no paciente adulto em UTI. Já no segundo dia, ocorreu a realização de treinamento teórico-prático no laboratório de simulação e, no terceiro dia, aplicação do cenário simulado e avaliação pelo checklist.

Após a avaliação completa no cenário simulado, todos os estudantes foram reunidos em uma sala onde se procedeu ao debriefing, por cerca de 20 minutos, conduzido pela primeira autora, que se valeu das anotações no checklist. Nesse momento, imediatamente após todos os estudantes concluírem a atividade, foram destacados os pontos fortes, as fragilidades e as melhorias para o atendimento ao paciente. Ao final, os estudantes responderam à Escala de Satisfação dos Estudantes e Autoconfiança na Aprendizagem (ESEAA)2626. Almeida RGS, Mazzo A, Martins JCA, Baptista RCN, Girão FB, Mendes IAC. Validation to portuguese of the scale of student satisfaction and self-confidence in learning. Rev Lat Am Enfermagem [Internet]. 2015 [cited 2022 Dec 29];23(6):1007. Available from: https://doi.org/10.1590/0104-1169.0472.2643
https://doi.org/10.1590/0104-1169.0472.2...
. Esse instrumento2626. Almeida RGS, Mazzo A, Martins JCA, Baptista RCN, Girão FB, Mendes IAC. Validation to portuguese of the scale of student satisfaction and self-confidence in learning. Rev Lat Am Enfermagem [Internet]. 2015 [cited 2022 Dec 29];23(6):1007. Available from: https://doi.org/10.1590/0104-1169.0472.2643
https://doi.org/10.1590/0104-1169.0472.2...
possui 13 itens e é subdividido em subescala de satisfação, com cinco itens, e subescala de autoconfiança, com oito itens. Os itens da ESEAA são avaliados por uma escala tipo Likert de cinco pontos, variando de “discordo fortemente da afirmação” a “concordo fortemente com a afirmação.”

Para análise dos dados, as informações foram digitadas no programa Microsoft Excel ® 2010 e, posteriormente, transportadas para o software Stata® versão 15.0. A análise de dados foi realizada com a descrição das características sociodemográficas e de experiência em simulação clínica informadas pelos especialistas, bem como da pontuação fornecida por estes em cada item e domínio do instrumento avaliado. Para tanto, foram calculadas as frequências absolutas e relativas das variáveis qualitativas e medidas de tendência central e dispersão para as quantitativas, calculando média e desvio-padrão.

Em relação ao Coeficiente de Validade de Conteúdo (CVC) foi calculado para verificar a semelhança de concordância dos especialistas nas respostas para cada item do instrumento e o item total. Para tanto, em relação às possibilidades de respostas, foi utilizada a escala do tipo Likert de quatro pontos: 1- discordo totalmente, 2- discordo parcialmente, 3- concordo parcialmente e 4- concordo totalmente1010. Jarvill M, Jenkins S, Akman O, Astroth KS, Pohl C, Jacobs PJ. Effect of Simulation on Nursing Students' Medication Administration Competence. Clin Simul Nurs [Internet]. 2018 [cited 2022 Dec 28];14:3. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2017.08.001
https://doi.org/10.1016/j.ecns.2017.08.0...
.

O CVC é obtido por meio da soma de respostas “3” ou “4”, dividida pelo número de respostas totais. Cabe destacar que cada item do instrumento só é considerado válido se alcançar um escore maior ou igual a 0,80.1010. Jarvill M, Jenkins S, Akman O, Astroth KS, Pohl C, Jacobs PJ. Effect of Simulation on Nursing Students' Medication Administration Competence. Clin Simul Nurs [Internet]. 2018 [cited 2022 Dec 28];14:3. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2017.08.001
https://doi.org/10.1016/j.ecns.2017.08.0...
Para o cálculo do CVC global foi realizada a soma dos CVC individuais, dividido pelo número de itens avaliados individualmente. No intuito de verificar se o instrumento desenvolvido possuía consistência interna satisfatória pela resposta dada pelos avaliadores, o alpha de Cronbach foi calculado para os domínios e o respectivo intervalo de confiança. Foi considerado enquanto score para o alpha de Cronbach: α ≤ 0,30 - Muito baixa; 0,30 < α ≤ 0,60 - Baixa; 0,60 < α ≤ 0,75 - Moderada; D. 0,75 < α ≤ 0,90 e Alta α > 0,90 - Muito alta. A ESEAA2626. Almeida RGS, Mazzo A, Martins JCA, Baptista RCN, Girão FB, Mendes IAC. Validation to portuguese of the scale of student satisfaction and self-confidence in learning. Rev Lat Am Enfermagem [Internet]. 2015 [cited 2022 Dec 29];23(6):1007. Available from: https://doi.org/10.1590/0104-1169.0472.2643
https://doi.org/10.1590/0104-1169.0472.2...
, com pontuação mínima 1 e máxima 5 para cada item, foi analisada pelo escopo global, calculando média, desvio-padrão (DP), mediana, mínimo e máximo.

A pesquisa seguiu os preceitos éticos da Resolução nº 466/2012, do Conselho Nacional de Saúde, e só foi iniciada após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisas envolvendo Seres Humanos. A coleta de dados só teve início após a assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido por todos especialistas e estudantes.

RESULTADOS

Entre os 46 especialistas considerados elegíveis, 13 responderam ao formulário com informações sobre dados sociodemográficos, avaliação do roteiro do cenário e checklist. Todos os 13 especialistas participantes do estudo eram enfermeiros; com predominância do sexo feminino (76,92%); com idade média de 37,69 (DP=6,03) anos; tempo de experiência profissional médio de 14,15 (DP 6,06) anos. No que tange à titulação acadêmica, oito especialistas possuíam o título de doutor como maior titulação (61,54%), três possuíam o título de mestre (23,08%) e dois tinham especialização em terapia intensiva (15,38%). Quanto à experiência dos especialistas, apenas um (7,69%) não tinha experiência com simulação clínica.

No que diz respeito à validade do conteúdo dos 21 itens do cenário simulado, foram realizadas três rodadas de avaliação, a fim de adequar o conteúdo a todas as recomendações feitas pelos especialistas. Na primeira rodada, dos 21 itens avaliados pelos especialistas, apenas um (orientação para o aluno) não obteve CVC >0,80. Com a segunda rodada, foi obtido o valor de CVC > 0,87 para todos os itens, porém ainda havia considerações expressadas pelos especialistas. Essas foram acatadas pelos pesquisadores, que as ajustaram para assim procederem a uma terceira rodada. Logo, foi alcançado a validação de conteúdo do cenário simulado com CVC acima de 0,94 em todos os 21 itens e um CVC global de 0,97 (Tabela 1).

Tabela 1 -
Coeficiente de Validade de Conteúdo de itens e cenário completo nas três rodadas. Minas Gerais, MG, Brasil, 2021.

Quanto à validade de conteúdo do checklist, dos oito itens, todos obtiveram o CVC >0,80 já na primeira avaliação, contudo, diante das considerações dos especialistas, dois itens foram retirados, pois não estavam diretamente relacionados ao objetivo do cenário: “verifica cabos de monitoração” e “comunica as próximas condutas”. Por outro lado, atendendo as recomendações da literatura, foi sugerido acrescentar “avalia pulso central” e “Identifica como ritmo chocável”. Já os itens “Identifica como ritmo chocável” e Comunica à equipe multiprofissional que o paciente está em PCR foram ajustados em seu conteúdo. Dessa forma, após os ajustes, o checklist com seis itens foi reavaliado, obtendo CVC ≥0,88 em todos os itens e CVC global de 0,95 (Tabela 2).

Tabela 2 -
Coeficiente de Validade de Conteúdo de itens, dimensões e instrumento na primeira rodada do checklist. Minas Gerais, MG, Brasil, 2021.

A consistência interna do instrumento em cada rodada de avaliação, bem como seu respectivo intervalo de confiança foram calculados (Tabela 3).

Tabela 3 -
Consistência interna do instrumento nas três rodadas. Minas Gerais, MG, Brasil, 2021.

O roteiro completo do cenário simulado em sua versão final apresenta seus itens distribuídos em: componentes prévios do cenário; preparo do cenário; roteiro/instruções para o aluno; e componentes finais do cenário (Quadro 1).

Quadro 1 -
Roteiro final do cenário simulado para identificação de arritmias chocáveis no paciente adulto em UTI, Minas Gerais, Brasil, 2021.

Sobre a versão final do checklist para avaliação do estudante no cenário simulado, apresentada no Quadro 2, destaca-se que os seis itens que o constituem são avaliados como “realizou corretamente”, “realizou parcialmente” e “não realizou.”

Quadro 2 -
Checklist final para avaliação do estudante no cenário simulado sobre arritmias chocáveis no paciente adulto em UTI. Minas Gerais, MG, Brasil, 2021.

Após a validação com os especialistas, foi realizado o teste piloto com a população-alvo, para verificar se haveria ou não a necessidade de ajustes e garantir que o cenário simulado estivesse alinhado ao objetivo pretendido. Dessa forma, foi possível verificar sua adequação para aplicação no ensino e capacitações.

O teste piloto do cenário simulado foi aplicado em 36 estudantes de enfermagem, convidados e que aceitaram participar da pesquisa. A maioria deles era do sexo feminino (80,0%); com idade média de 24,31 (±2,47); todos cursando o quarto ano da graduação (início do oitavo semestre). Quanto à experiência anterior com simulação clínica e conhecimento do conteúdo, 26 (72,0%) referiram não ter vivenciado até aquele momento a simulação, bem como o conteúdo.

No que concerne ao desempenho no cenário simulado, avaliado pelos seis itens do checklist, apenas quatro estudantes (11,0%) apresentaram aproveitamento abaixo de 70,0%. Já em relação ao questionário, todos os estudantes consideraram a aula teórica, o cenário simulado e pacientes/manequins adequados para o ensino-aprendizado. Contudo, duas (33,3%) participantes sugeriram que o tempo estimado do cenário poderia ser maior que o estipulado.

Também foi aplicada a Escala de Satisfação dos estudantes e autoconfiança na aprendizagem (ESEAA). Foi obtido como resultado global: média 4,55 (±0,29), mediana 4,61(±0,29), mínimo 1, máximo 5, p=0,600.

DISCUSSÃO

Na área de saúde, mais especificamente no ensino de enfermagem, as propostas de construção e validação de cenários simulados têm sido impulsionadas de modo a permitir uma vivência prévia à prática clínica mediante cenários que possibilitam aos estudantes mobilizar conhecimentos, além de estimular as habilidades metacognitivas como o pensamento crítico e julgamento clínico33. Rocha LAC, Gorla BC, Jorge BM, Afonso MG, Santos ECN, Miranda FBG. Validation of simulated scenarios for nursing students: assessment and treatment of Pressure Ulcers. Rev Eletr Enferm [Internet]. 2021 [cited 2023 Apr 29];23:67489. Available from: https://doi.org/10.5216/ree. v23.67489
https://doi.org/10.5216/ree. v23.67489...
,77. Santos KB, Püschel VAA, Luiz FS, Leite ICG, Cavalcante RB, Carbogim FC. Simulation training for hospital admission of patients with Covid-19: Assessment of nursing professionals. Texto Contexto Enferm [Internet]. 2021 [cited 2022 Dec 28];30:e20200569. Available from: https://doi.org/10.1590/1980-265X-TCE-2020-0569
https://doi.org/10.1590/1980-265X-TCE-20...
,1818. INACSL Standards Committee. INACSL standards of best practice: Simulation Design. Clin Simul Nurs [Internet]. 2016 [cited 2022 Dec 28];12(S):S5-12. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2016.09.005
https://doi.org/10.1016/j.ecns.2016.09.0...
. Isso refletirá na tomada de decisão acurada em situações assistenciais semelhantes22. Carvalho LR de, Zem-Mascarenhas SH. Construction and validation of a sepsis simulation scenario: a methodological study. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2020 [cited 2023 Apr 30];54:e03638. Available from: https://doi.org/10.1590/S1980-220X2019021603638
https://doi.org/10.1590/S1980-220X201902...
,77. Santos KB, Püschel VAA, Luiz FS, Leite ICG, Cavalcante RB, Carbogim FC. Simulation training for hospital admission of patients with Covid-19: Assessment of nursing professionals. Texto Contexto Enferm [Internet]. 2021 [cited 2022 Dec 28];30:e20200569. Available from: https://doi.org/10.1590/1980-265X-TCE-2020-0569
https://doi.org/10.1590/1980-265X-TCE-20...
.

Logo, a avaliação e a identificação de arritmias chocáveis no cenário clínico validado têm o propósito de mobilizar habilidades para atuação segura e rápida em situações reais da prática profissional do enfermeiro55. Jung MJ, Roh YS. Mediating effects of cognitive load on the relationship between learning flow and clinical reasoning skills in virtual simulation learning. Clin Simul Nurs [Internet]. 2022 [cited 2022 Dec 27];64:16. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2021.12.004
https://doi.org/10.1016/j.ecns.2021.12.0...
,1515. Panchal AR, Bartos JA, Cabañas JG, Donnino MW, Drennan IR, Hirsch KG, et al. Adult Basic and Advanced Life Support Writing Group. Part 3: Adult Basic and Advanced Life Support: 2020 American Heart Association Guidelines for Cardiopulmonary Resuscitation and Emergency Cardiovascular Care. Circulation [Internet]. 2020 [cited 2022 Dec 28]142(16 Suppl 2):S366-468. Available from: https://doi.org/10.1161/CIR.0000000000000916
https://doi.org/10.1161/CIR.000000000000...
. Estudos1515. Panchal AR, Bartos JA, Cabañas JG, Donnino MW, Drennan IR, Hirsch KG, et al. Adult Basic and Advanced Life Support Writing Group. Part 3: Adult Basic and Advanced Life Support: 2020 American Heart Association Guidelines for Cardiopulmonary Resuscitation and Emergency Cardiovascular Care. Circulation [Internet]. 2020 [cited 2022 Dec 28]142(16 Suppl 2):S366-468. Available from: https://doi.org/10.1161/CIR.0000000000000916
https://doi.org/10.1161/CIR.000000000000...
,1717. Bernoche C, Timerman S, Polastri TF, Giannetti NS, Siqueira AWDS, Piscopo A, et al. Atualização da diretriz de ressuscitação cardiopulmonar e cuidados cardiovasculares de Emergência da Sociedade Brasileira de Cardiologia - 2019. Arq Bras Cardiol [Internet]. 2019 [cited 2022 Dec 28];113(3):449. Available from: https://doi.org/10.5935/abc.20190203
https://doi.org/10.5935/abc.20190203...
,2727. Tsai JC, Ma JW, Liu SC, Lin TC, Hu SY. Cardiac Arrest Survival Postresuscitation In-Hospital (CASPRI) Score Predicts Neurological Favorable Survival in Emergency Department Cardiac Arrest. J Clin Med [Internet]. 2021 [cited 2022 Dec 31];10(21):5131. Available from: https://doi.org/10.3390/jcm10215131
https://doi.org/10.3390/jcm10215131...
apontam que o reconhecimento e a conduta ágil nas PCRs chocáveis têm relação direta com o desfecho clínico positivo. Assim, é esperado em UTI uma equipe qualificada para o reconhecimento e o tratamento da parada cardíaca, com atenção às causas potencialmente reversíveis1515. Panchal AR, Bartos JA, Cabañas JG, Donnino MW, Drennan IR, Hirsch KG, et al. Adult Basic and Advanced Life Support Writing Group. Part 3: Adult Basic and Advanced Life Support: 2020 American Heart Association Guidelines for Cardiopulmonary Resuscitation and Emergency Cardiovascular Care. Circulation [Internet]. 2020 [cited 2022 Dec 28]142(16 Suppl 2):S366-468. Available from: https://doi.org/10.1161/CIR.0000000000000916
https://doi.org/10.1161/CIR.000000000000...
,2727. Tsai JC, Ma JW, Liu SC, Lin TC, Hu SY. Cardiac Arrest Survival Postresuscitation In-Hospital (CASPRI) Score Predicts Neurological Favorable Survival in Emergency Department Cardiac Arrest. J Clin Med [Internet]. 2021 [cited 2022 Dec 31];10(21):5131. Available from: https://doi.org/10.3390/jcm10215131
https://doi.org/10.3390/jcm10215131...
.

Nesse sentido, uma pesquisa utilizou simulação de alta fidelidade para treinar e avaliar as habilidades de enfermeiros na identificação de FV e conduta. Foi identificada a partir de tal estratégia de ensino, a melhora das habilidades e da capacidade de avaliar a ausência de pulso, reconhecer a FV e o imediato uso do desfibrilador2828. Vincelette C, Quiroz-Martinez H, Fortin O, Lavoie S. Timely recognition of ventricular fibrillation and initiation of cardiopulmonary resuscitation by intensive care unit nurses: A high-fidelity simulation observational study. Clin Simul Nurs [Internet]. 2018 [cited 2022 Dec 31];23:1. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2018.07.005
https://doi.org/10.1016/j.ecns.2018.07.0...
.

Entretanto, para se alcançar resultados confiáveis em um cenário clínico simulado, o constructo precisa ser avaliado e validado em seu conteúdo2222. Pasquali L. Instrumentação psicológica: Fundamentos e práticas. Porto Alegre, RS(BR): Artmed; 2010.. No presente estudo, o cenário simulado e o checklist foram avaliados por especialistas, atingindo CVC >0,8 em todos os itens, configurando a validação dos mesmos. Cabe destacar que encontrar um CVC ≥ 0,8 reflete o rigor no planejamento, na construção, na descrição do caso/cenário e nas pistas do constructo que foram ratificadas por especialistas da área, a partir de julgamentos e sugestões de aprimoramento1919. Fabri RP, Mazzo A, Martins JCA, Fonseca AS, Pedersoli CE, Miranda FBG, et al. Development of a theoretical-practical script for clinical simulation. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2017 [cited 2022 Dec 28];51:e03218. Available from: https://doi.org/10.1590/s1980-220x2016265103218
https://doi.org/10.1590/s1980-220x201626...
,2222. Pasquali L. Instrumentação psicológica: Fundamentos e práticas. Porto Alegre, RS(BR): Artmed; 2010..

Nesse sentido, a validação do conteúdo do presente cenário simulado, bem como do checklist que o complementa, objetiva o rigor científico, com o aumento da confiança em sua utilização no ensino33. Rocha LAC, Gorla BC, Jorge BM, Afonso MG, Santos ECN, Miranda FBG. Validation of simulated scenarios for nursing students: assessment and treatment of Pressure Ulcers. Rev Eletr Enferm [Internet]. 2021 [cited 2023 Apr 29];23:67489. Available from: https://doi.org/10.5216/ree. v23.67489
https://doi.org/10.5216/ree. v23.67489...
. Desse modo, as sugestões dos especialistas, em cada roda de avaliação, foram acatadas, desde que em consonância com as evidências mais recentes, no sentido de criar condições que possibilitem o aprendizado, com coerência de recursos e segurança para o paciente22. Carvalho LR de, Zem-Mascarenhas SH. Construction and validation of a sepsis simulation scenario: a methodological study. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2020 [cited 2023 Apr 30];54:e03638. Available from: https://doi.org/10.1590/S1980-220X2019021603638
https://doi.org/10.1590/S1980-220X201902...
,88. Associação Brasileira de Educação Médica. Simulação em saúde para ensino e avaliação: conceitos e práticas [Internet]. São Carlos, SP(BR): Cubo Multimídia; 2021 [cited 2023 Feb 27]. Available from: https://doi.org/10.4322/978-65-86819-11-3
https://doi.org/10.4322/978-65-86819-11-...
,1515. Panchal AR, Bartos JA, Cabañas JG, Donnino MW, Drennan IR, Hirsch KG, et al. Adult Basic and Advanced Life Support Writing Group. Part 3: Adult Basic and Advanced Life Support: 2020 American Heart Association Guidelines for Cardiopulmonary Resuscitation and Emergency Cardiovascular Care. Circulation [Internet]. 2020 [cited 2022 Dec 28]142(16 Suppl 2):S366-468. Available from: https://doi.org/10.1161/CIR.0000000000000916
https://doi.org/10.1161/CIR.000000000000...
. Além disso, o alfa de Cronbach igual ou superior a 0,7, alcançado nas três rodadas avaliativas, demonstrou a consistência interna do conteúdo do cenário simulado. Esse resultado permite indicar a correlação entre cada item do cenário e o constructo como um todo2222. Pasquali L. Instrumentação psicológica: Fundamentos e práticas. Porto Alegre, RS(BR): Artmed; 2010..

Para aperfeiçoar o cenário simulado e suprir as necessidades reais dos estudantes de enfermagem, foi realizado o teste piloto que, de acordo com a literatura, deve ser realizado antes de implementar a simulação clínica propriamente dita, para que algumas situações não previstas sejam evidenciadas e ajustadas2929. Arrogante O, González-Romero GM, López-Torre EM, Carrión-García L, Polo A. Comparing formative and summative simulation-based assessment in undergraduate nursing students: Nursing competency acquisition and clinical simulation satisfaction. BMC Nurs [Internet]. 2021 [cited 2022 Dec 31];20(1):92. Available from: https://doi.org/10.1186/s12912-021-00614-2
https://doi.org/10.1186/s12912-021-00614...
. No presente estudo, o teste piloto do cenário clínico atestou boa adequação como mediador de conhecimento e habilidades, sendo sugerido apenas o aumento do tempo estipulado. Considera-se que, para aplicação do cenário, a depender do objetivo, o tempo pode ser estendido. Porém, em uma situação real, o tempo entre a identificação de uma arritmia chocável e o estabelecimento do primeiro choque deve ocorrer o mais breve possível1515. Panchal AR, Bartos JA, Cabañas JG, Donnino MW, Drennan IR, Hirsch KG, et al. Adult Basic and Advanced Life Support Writing Group. Part 3: Adult Basic and Advanced Life Support: 2020 American Heart Association Guidelines for Cardiopulmonary Resuscitation and Emergency Cardiovascular Care. Circulation [Internet]. 2020 [cited 2022 Dec 28]142(16 Suppl 2):S366-468. Available from: https://doi.org/10.1161/CIR.0000000000000916
https://doi.org/10.1161/CIR.000000000000...
.

Cabe destacar que, no contexto das boas práticas em simulação clínica, é recomendada a realização do prebriefing, momento reservado para orientações objetivas sobre o caso clínico, os manequins, os equipamentos e o tempo proposto do ambiente simulado1818. INACSL Standards Committee. INACSL standards of best practice: Simulation Design. Clin Simul Nurs [Internet]. 2016 [cited 2022 Dec 28];12(S):S5-12. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2016.09.005
https://doi.org/10.1016/j.ecns.2016.09.0...
. E, após a simulação, realiza-se o debriefing, momento em que se fornece feedback sobre o desempenho e os estudantes são encorajados a relatar as facilidades, as dificuldades, estimulando o pensamento crítico1818. INACSL Standards Committee. INACSL standards of best practice: Simulation Design. Clin Simul Nurs [Internet]. 2016 [cited 2022 Dec 28];12(S):S5-12. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2016.09.005
https://doi.org/10.1016/j.ecns.2016.09.0...
. Nesse sentido, foi possível detectar que no prebriefing, a maioria dos acadêmicos relataram possuir boas expectativas com aprendizado, contudo tinham insegurança em não saber atuar no momento certo. Já no debriefing a maioria dos relatos foram de satisfação, maior segurança e necessidade de aprofundamento no estudo da temática.

Quanto ao resultado da ESEAA, aplicada ao final do debriefing, os estudantes reportaram estar em sua maioria satisfeitos e autoconfiantes com a aprendizagem. Na mesma direção, estudo3030. Demirtas A, Guvenc G, Aslan Ö, Unver V, Basak T, Kaya C. Effectiveness of simulation-based cardiopulmonary resuscitation training programs on fourth-year nursing students. Australas Emerg Care [Internet]. 2021 [cited 2023 Apr 7];24(1):4-10. Available from: https://doi.org/10.1016/j.auec.2020.08.005
https://doi.org/10.1016/j.auec.2020.08.0...
encontrou altos escores de satisfação e confiança em estudantes de enfermagem pós-treinamento de RCP por simulação. Os dados levaram os autores a concluírem que a preocupação antes da simulação foi substituída pela satisfação após a simulação3030. Demirtas A, Guvenc G, Aslan Ö, Unver V, Basak T, Kaya C. Effectiveness of simulation-based cardiopulmonary resuscitation training programs on fourth-year nursing students. Australas Emerg Care [Internet]. 2021 [cited 2023 Apr 7];24(1):4-10. Available from: https://doi.org/10.1016/j.auec.2020.08.005
https://doi.org/10.1016/j.auec.2020.08.0...
.

Portanto, acredita-se que a satisfação com a simulação possa favorecer a retenção de conhecimento, a aquisição de habilidades e a autoconfiança para proceder à avaliação e à identificação de arritmias cardíacas chocáveis em pacientes em UTI3030. Demirtas A, Guvenc G, Aslan Ö, Unver V, Basak T, Kaya C. Effectiveness of simulation-based cardiopulmonary resuscitation training programs on fourth-year nursing students. Australas Emerg Care [Internet]. 2021 [cited 2023 Apr 7];24(1):4-10. Available from: https://doi.org/10.1016/j.auec.2020.08.005
https://doi.org/10.1016/j.auec.2020.08.0...
. Aliado a isso, estudantes de enfermagem autoconfiantes conseguem melhor articular os conhecimentos teóricos e práticos para tomar decisão e prestar um cuidado seguro ao paciente gravemente enfermo77. Santos KB, Püschel VAA, Luiz FS, Leite ICG, Cavalcante RB, Carbogim FC. Simulation training for hospital admission of patients with Covid-19: Assessment of nursing professionals. Texto Contexto Enferm [Internet]. 2021 [cited 2022 Dec 28];30:e20200569. Available from: https://doi.org/10.1590/1980-265X-TCE-2020-0569
https://doi.org/10.1590/1980-265X-TCE-20...
,2626. Almeida RGS, Mazzo A, Martins JCA, Baptista RCN, Girão FB, Mendes IAC. Validation to portuguese of the scale of student satisfaction and self-confidence in learning. Rev Lat Am Enfermagem [Internet]. 2015 [cited 2022 Dec 29];23(6):1007. Available from: https://doi.org/10.1590/0104-1169.0472.2643
https://doi.org/10.1590/0104-1169.0472.2...
.

Diante dos achados, infere-se que o cenário simulado e respectivo checklist construídos e validados poderão auxiliar no desenvolvimento de habilidades específicas e na tomada de decisão a partir da avaliação e identificação de situações que envolvam arritmias chocáveis em UTI. Como limitação da pesquisa destaca-se a realização de validação e teste piloto apenas no contexto da enfermagem e em UTI, além do estabelecimento da amostragem por conveniência para o teste piloto, não permitindo generalizações.

CONCLUSÃO

O instrumento desenvolvido para avaliação de arritmias chocáveis em pacientes adultos internados em Unidade de Terapia Intensiva é válido em seu conteúdo e possui boa consistência interna. Para isso, o cenário simulado e o checklist foram ajustados conforme sugestões dos especialistas e, no sentido de aperfeiçoá-lo para suprir as necessidades do público-alvo, foi realizado o teste piloto. O cenário e o checklist construídos e validados para o ensino de enfermagem, possuem respectivamente, 21 e seis itens.

Ressalta-se que o presente cenário simulado poderá contribuir na graduação e educação continuada em terapia intensiva adulto, bem como subsidiar estudos futuros, a fim de ampliar a qualidade do atendimento de paradas cardiorrespiratórias e da assistência ao paciente.

AGRADECIMENTO

Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Juiz de Fora Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

REFERENCES

  • 1. Luiz FS, Leite ICG, Mendonça ET, Dutra HS, Coelho ACO, Sousa AMG, et al. Metodologias ativas de ensino e aprendizagem na educação superior em saúde: Revisão integrativa. REAS [Internet]. 2022 [cited 2022 Dec 27];15(6):e10370. Available from: https://doi.org/10.25248/reas.e10370.2022
    » https://doi.org/10.25248/reas.e10370.2022
  • 2. Carvalho LR de, Zem-Mascarenhas SH. Construction and validation of a sepsis simulation scenario: a methodological study. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2020 [cited 2023 Apr 30];54:e03638. Available from: https://doi.org/10.1590/S1980-220X2019021603638
    » https://doi.org/10.1590/S1980-220X2019021603638
  • 3. Rocha LAC, Gorla BC, Jorge BM, Afonso MG, Santos ECN, Miranda FBG. Validation of simulated scenarios for nursing students: assessment and treatment of Pressure Ulcers. Rev Eletr Enferm [Internet]. 2021 [cited 2023 Apr 29];23:67489. Available from: https://doi.org/10.5216/ree. v23.67489
    » https://doi.org/10.5216/ree. v23.67489
  • 4. Ministério da Educação (Brasil). Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução nº 3, CNE/ CES, de 7 de novembro de 2001. Institui diretrizes curriculares nacionais do curso de graduação em enfermagem [Internet]. Diário Oficial da União; 2001 Nov 9 [cited 2022 Dec 27]. 6 p. Available from: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES03.pdf
    » http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES03.pdf
  • 5. Jung MJ, Roh YS. Mediating effects of cognitive load on the relationship between learning flow and clinical reasoning skills in virtual simulation learning. Clin Simul Nurs [Internet]. 2022 [cited 2022 Dec 27];64:16. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2021.12.004
    » https://doi.org/10.1016/j.ecns.2021.12.004
  • 6. Sim JJM, Rusli KDB, Seah B, Levett-Jones T, Lau Y, Liaw SY. Virtual simulation to enhance clinical reasoning in nursing: A systematic review and meta-analysis. Clin Simul Nurs [Internet]. 2022 [cited 2022 Dec 27];69:26. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2022.05.006
    » https://doi.org/10.1016/j.ecns.2022.05.006
  • 7. Santos KB, Püschel VAA, Luiz FS, Leite ICG, Cavalcante RB, Carbogim FC. Simulation training for hospital admission of patients with Covid-19: Assessment of nursing professionals. Texto Contexto Enferm [Internet]. 2021 [cited 2022 Dec 28];30:e20200569. Available from: https://doi.org/10.1590/1980-265X-TCE-2020-0569
    » https://doi.org/10.1590/1980-265X-TCE-2020-0569
  • 8. Associação Brasileira de Educação Médica. Simulação em saúde para ensino e avaliação: conceitos e práticas [Internet]. São Carlos, SP(BR): Cubo Multimídia; 2021 [cited 2023 Feb 27]. Available from: https://doi.org/10.4322/978-65-86819-11-3
    » https://doi.org/10.4322/978-65-86819-11-3
  • 9. INACSL Standards Committee. INACSL standards of best practice: Simulation Design. Clin Simul Nurs [Internet]. 2016 [cited 2022 Dec 28];12(S):S5-12. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2016.09.005
    » https://doi.org/10.1016/j.ecns.2016.09.005
  • 10. Jarvill M, Jenkins S, Akman O, Astroth KS, Pohl C, Jacobs PJ. Effect of Simulation on Nursing Students' Medication Administration Competence. Clin Simul Nurs [Internet]. 2018 [cited 2022 Dec 28];14:3. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2017.08.001
    » https://doi.org/10.1016/j.ecns.2017.08.001
  • 11. Costa RRO, Medeiros SM, Martins JCA, Coutinho VRD, Araújo MS. Effectiveness of simulation in teaching immunization in nursing: A randomized clinical trial. Rev Lat Am Enfermagem [Internet]. 2020 [cited 2022 Dec 28];28:e3305. Available from: https://doi.org/10.1590/1518-8345.3147.3305
    » https://doi.org/10.1590/1518-8345.3147.3305
  • 12. Guerrero JG, Ali SAA. The acquired critical thinking skills, satisfaction, and self confidence of nursing students and staff nurses through high-fidelity simulation experience. Clin Simul Nurs [Internet]. 2022 [cited 2022 Apr 6];64:24-30. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2021.11.008
    » https://doi.org/10.1016/j.ecns.2021.11.008
  • 13. Chang CY, Kao CH, Hwang GJ, Lin FH. From experiencing to critical thinking: A contextual game-based learning approach to improving nursing students’ performance in Electrocardiogram training. Educ Tech Res Dev [Internet]. 2020 [cited 2022 Dec 28];68:1225. Available from: https://doi.org/10.1007/s11423-019-09723-x
    » https://doi.org/10.1007/s11423-019-09723-x
  • 14. Ko Y, Issenberg SB, Roh YS. Effects of peer learning on nursing students' learning outcomes in electrocardiogram education. Nurse Educ Today [Internet]. 2022 [cited 2022 Dec 28];108:105182. Available from: https://doi.org/10.1016/j.nedt.2021.105182
    » https://doi.org/10.1016/j.nedt.2021.105182
  • 15. Panchal AR, Bartos JA, Cabañas JG, Donnino MW, Drennan IR, Hirsch KG, et al. Adult Basic and Advanced Life Support Writing Group. Part 3: Adult Basic and Advanced Life Support: 2020 American Heart Association Guidelines for Cardiopulmonary Resuscitation and Emergency Cardiovascular Care. Circulation [Internet]. 2020 [cited 2022 Dec 28]142(16 Suppl 2):S366-468. Available from: https://doi.org/10.1161/CIR.0000000000000916
    » https://doi.org/10.1161/CIR.0000000000000916
  • 16. Pulze G, Alves W, Paiva BC, Ferretti-Rebustini REL. Incidence and factors associated with cardiorespiratory arrest in the first 24 hours of hospitalization in intensive care unit. Rev Soc Cardiol [Internet]. 2019 [cited 2023 Apr 7];29(2): 192-6. Available from: https://doi.org/10.29381/0103-8559/20192902192-6
    » https://doi.org/10.29381/0103-8559/20192902192-6
  • 17. Bernoche C, Timerman S, Polastri TF, Giannetti NS, Siqueira AWDS, Piscopo A, et al. Atualização da diretriz de ressuscitação cardiopulmonar e cuidados cardiovasculares de Emergência da Sociedade Brasileira de Cardiologia - 2019. Arq Bras Cardiol [Internet]. 2019 [cited 2022 Dec 28];113(3):449. Available from: https://doi.org/10.5935/abc.20190203
    » https://doi.org/10.5935/abc.20190203
  • 18. INACSL Standards Committee. INACSL standards of best practice: Simulation Design. Clin Simul Nurs [Internet]. 2016 [cited 2022 Dec 28];12(S):S5-12. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2016.09.005
    » https://doi.org/10.1016/j.ecns.2016.09.005
  • 19. Fabri RP, Mazzo A, Martins JCA, Fonseca AS, Pedersoli CE, Miranda FBG, et al. Development of a theoretical-practical script for clinical simulation. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2017 [cited 2022 Dec 28];51:e03218. Available from: https://doi.org/10.1590/s1980-220x2016265103218
    » https://doi.org/10.1590/s1980-220x2016265103218
  • 20. Fehring RJ. Methods to validate nursing diagnoses. Heart Lung [Internet]. 1987 [cited 2022 Dec 28];16(6 Pt 1):625-9. Available from: https://core.ac.uk/download/pdf/213076462.pdf
    » https://core.ac.uk/download/pdf/213076462.pdf
  • 21. Vieira TW, Sakamoto VTM, Moraes LC, Blatt CR, Caregnato RCA. Validation methods of nursing protocols: An integrative review. Rev Bras Enferm [Internet]. 2020 [cited 2022 Dec 28];73(Suppl 5):e20200050. Available from: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2020-0050
    » https://doi.org/10.1590/0034-7167-2020-0050
  • 22. Pasquali L. Instrumentação psicológica: Fundamentos e práticas. Porto Alegre, RS(BR): Artmed; 2010.
  • 23. Nascimento J, Nascimento KG, Regino DSG, Alves MG, Oliveira JLG, Dalri MCB. Debriefing: Desenvolvimento e validação de um roteiro para simulação do suporte básico de vida. Cogit Enferm [Internet]. 2021 [cited 2022 Dec 29];26:e79537. Available from: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v26i0.79537
    » http://dx.doi.org/10.5380/ce.v26i0.79537
  • 24. Lucas MG, Nalin GV, Sant’Anna ALGG, Oliveira SA, Machado RC. Validation of content of an instrument for evaluation of training in cardiopulmonary resuscitation. REME - Rev Min Enferm [Internet]. 2018 [cited 2022 Dec 29];22:e-1132. Available from: https://doi.org/10.5935/1415-2762.20180061
    » https://doi.org/10.5935/1415-2762.20180061
  • 25. Nasa P, Jain R, Juneja D. Delphi methodology in healthcare research: How to decide its appropriateness. World J Methodol [Internet]. 2021 [cited 2023 Apr 29];11(4):116-29. Available from: https://doi.org/10.5662/wjm.v11.i4.116
    » https://doi.org/10.5662/wjm.v11.i4.116
  • 26. Almeida RGS, Mazzo A, Martins JCA, Baptista RCN, Girão FB, Mendes IAC. Validation to portuguese of the scale of student satisfaction and self-confidence in learning. Rev Lat Am Enfermagem [Internet]. 2015 [cited 2022 Dec 29];23(6):1007. Available from: https://doi.org/10.1590/0104-1169.0472.2643
    » https://doi.org/10.1590/0104-1169.0472.2643
  • 27. Tsai JC, Ma JW, Liu SC, Lin TC, Hu SY. Cardiac Arrest Survival Postresuscitation In-Hospital (CASPRI) Score Predicts Neurological Favorable Survival in Emergency Department Cardiac Arrest. J Clin Med [Internet]. 2021 [cited 2022 Dec 31];10(21):5131. Available from: https://doi.org/10.3390/jcm10215131
    » https://doi.org/10.3390/jcm10215131
  • 28. Vincelette C, Quiroz-Martinez H, Fortin O, Lavoie S. Timely recognition of ventricular fibrillation and initiation of cardiopulmonary resuscitation by intensive care unit nurses: A high-fidelity simulation observational study. Clin Simul Nurs [Internet]. 2018 [cited 2022 Dec 31];23:1. Available from: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2018.07.005
    » https://doi.org/10.1016/j.ecns.2018.07.005
  • 29. Arrogante O, González-Romero GM, López-Torre EM, Carrión-García L, Polo A. Comparing formative and summative simulation-based assessment in undergraduate nursing students: Nursing competency acquisition and clinical simulation satisfaction. BMC Nurs [Internet]. 2021 [cited 2022 Dec 31];20(1):92. Available from: https://doi.org/10.1186/s12912-021-00614-2
    » https://doi.org/10.1186/s12912-021-00614-2
  • 30. Demirtas A, Guvenc G, Aslan Ö, Unver V, Basak T, Kaya C. Effectiveness of simulation-based cardiopulmonary resuscitation training programs on fourth-year nursing students. Australas Emerg Care [Internet]. 2021 [cited 2023 Apr 7];24(1):4-10. Available from: https://doi.org/10.1016/j.auec.2020.08.005
    » https://doi.org/10.1016/j.auec.2020.08.005

NOTAS

  • ORIGEM DO ARTIGO

    Extraído da dissertação - Construção e validação de cenário simulado e checklist para avaliação e identificação de arritmias chocáveis no indivíduo adulto em UTI, apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, da Universidade Federal de Juiz de Fora, em 2022.
  • APROVAÇÃO DE COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA

    Aprovado no Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Federal de Juiz de Fora, parecer n. 4.124.379, Certificado de Apresentação para Apreciação Ética 31337920.9.0000.5147.

Editado por

EDITORES

Editores Associados: Manuela Beatriz Velho, Ana Izabel Jatobá de Souza Editor-chefe: Elisiane Lorenzini

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    04 Set 2023
  • Data do Fascículo
    2023

Histórico

  • Recebido
    21 Jan 2023
  • Aceito
    13 Jun 2023
Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Campus Universitário Trindade, 88040-970 Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, Tel.: (55 48) 3721-4915 / (55 48) 3721-9043 - Florianópolis - SC - Brazil
E-mail: textoecontexto@contato.ufsc.br