Acidentes de trabalho ocorridos entre adolescentes

Accidentes laborales producidos entre adolescentes

Aline Alcântara Pimenta Fabiana Cristina Taubert de Freitas Aida Maria de Oliveira Cruz Mendes Vera Lúcia Navarro Maria Lúcia do Carmo Cruz Robazzi Sobre os autores

Objetivou-se identificar acidentes de trabalho ocorridos entre adolescentes em uma fundação de educação para o trabalho. Estudo transversal, descritivo e quantitativo que investigou 117 adolescentes trabalhadores, através de um questionário multidimensional. Dos entrevistados, 72, 6% eram mulheres, 80, 3% tinham 15 anos de idade, 60% eram pardos e 62, 4% não trabalhavam anteriormente. As atividades mais exercidas foram recepcionista (46, 2%) e auxiliar administrativo (37, 6%). Sofreram acidentes no trabalho atual ou anterior 11% dos entrevistados, dos quais, 76, 9% foram típicos e ocorreram à tarde (61, 5%). Pernas e pés foram os segmentos mais lesados (46, 2%), e as escoriações, os principais agravos (30, 8%). O trabalho infanto-juvenil pode apresentar agravos, caracterizados como acidentes de trabalho. O enfrentamento desta questão não pode ser pensado apenas no plano da fiscalização dos ambientes de trabalho, de políticas voltadas para a saúde do trabalhador; há necessidade de transformação maior na estrutura da sociedade, para que o trabalho não prejudique a saúde.

Saúde do trabalhador; Trabalho de menores; Acidentes de trabalho


Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Campus Universitário Trindade, 88040-970 Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, Tel.: (55 48) 3721-4915 / (55 48) 3721-9043 - Florianópolis - SC - Brazil
E-mail: textoecontexto@contato.ufsc.br