Accessibility / Report Error

A memória do tempo de cativeiro no Maranhão

Memory of the slavery era in Maranhão

La memorie du temps de la servitude au Maranhão

Matthias Röhrig Assunção Sobre o autor

O artigo é baseado em entrevistas feitas com pessoas na sua maioria idosas em vários municípios do nordeste do Maranhão, em 1982. Documenta a memória oral da escravidão de indivíduos e comunidades afrodescendentes e mestiças. Os depoimentos fornecem informações preciosas sobre o trabalho quotidiano, a violência sofrida pelos escravizados e as várias maneiras de resistir aos senhores e feitores. São analisadas algumas categorias-chaves desta memória oral, como a dicotomia entre o "bom" senhor e o "ruim" ou "malvado". O texto destaca algumas singularidades da escravidão dos africanos e de seus descendentes no Maranhão.

escravidão; memória, identidade; narrativa; história oral; resistência


EdUFF - Editora da UFF Instituto de História/Universidade Federal Fluminense, Rua Prof. Marcos Waldemar de Freitas Reis, Bloco O, sala 503, 24210-201, Niterói, Rio de Janeiro, Brasil, tel:(21)2629-2920, (21)2629-2920 - Niterói - RJ - Brazil
E-mail: tempouff2013@gmail.com