PROGRAMA MAIS MÉDICOS EM MUNICÍPIO DE FRONTEIRA INTERNACIONAL E OS DESAFIOS DA GESTÃO EM SAÚDE

“MORE DOCTORS” PROGRAM IN A MUNICIPALITY AT AN INTERNATIONAL BORDER AND THE CHALLENGES OF MANAGEMENT IN HEALTH

PROGRAMA MÁS MÉDICOS EN UNA CIUDAD DE FRONTERA INTERNACIONAL Y LOS DESAFÍOS DE LA GESTIÓN DE LA SALUD

Carlos Guilherme Meister Arenhart Ludmila Mourão Xavier Gomes Elisete Maria Ribeiro Thiago Luis de Andrade Barbosa Sobre os autores

Resumo

A cooperação técnica entre os países latino-americanos tem promovido grandes debates no campo da saúde coletiva e na consolidação da gestão do trabalho no Sistema Único de Saúde. Objetivou-se compreender as concepções de gestores da Atenção Primária à Saúde de um município em região de fronteira - historicamente distante do movimento da reforma sanitária brasileira - sobre a implantação do Projeto Mais Médicos. Trata-se de um estudo qualitativo, fundamentado na hermenêutica-dialética, de abordagem exploratória, realizado na região de fronteira trinacional entre Brasil, Paraguai e Argentina. Foram realizadas entrevistas abertas, gravadas, transcritas e analisadas de forma interpretativa e dialética no âmbito empírico-conceitual. No entendimento das gestoras, o Projeto contribuiu para a manutenção da oferta de serviços na Atenção Primária local, e é um caminho para a garantia de prestação da assistência médica em município de região fronteiriça. O Projeto também colaborou para a corresponsabilização pelo cuidado. Observou-se movimento dialético no atributo longitudinalidade e também nas dificuldades de operacionalizar o binômio gestão-planejamento, demonstrando contradição nas práxis operacionais dos serviços. Conclui-se que, para as gestoras entrevistadas, o Projeto mostrou-se importante estratégia de gestão do trabalho em saúde, conquanto haja um nó crítico baseado no pontual período de permanência destes profissionais nas equipes da Atenção Primária.

Palavras-chave
cooperação internacional; organização e administração; atenção primária à saúde

Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Avenida Brasil, 4.365, 21040-360 Rio de Janeiro, RJ Brasil, Tel.: (55 21) 3865-9850/9853, Fax: (55 21) 2560-8279 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revtes@fiocruz.br