Accessibility / Report Error

As políticas educacionais e o estágio curricular supervisionado no curso de graduação em enfermagem

Educational policies and the supervised curricular internship in the undergraduate nursing course

Las políticas educacionales y la pasantía curricular supervisada en el curso de grado en enfermería

Ana Lúcia Marran Paulo Gomes Lima Maria Helena Salgado Bagnato Sobre os autores

O artigo discute as políticas de educação e o estágio curricular supervisionado no curso de graduação em enfermagem, a influência da reestruturação produtiva e da reforma do Estado capitalista no ensino superior brasileiro. Por se tratar de um estudo reflexivo, buscou-se como referencial de discussão a literatura da área, bem como os norteamentos trazidos pelas legislações do estágio curricular supervisionado e do ensino de enfermagem. No processo histórico da profissão do enfermeiro, destacam-se o cuidado com a prática profissional e os modos possíveis de apropriação da identidade desse profissional. Assim, o estágio é visto como parte indispensável no seu processo de formação; por meio dele podem-se desenvolver habilidades e competências próprias do enfermeiro. O estágio curricular supervisionado não deve ser visto somente como uma exigência do mundo capitalista, pois é possível formar um enfermeiro capaz de refletir sobre suas condições materiais de existência utilizando a prática reflexiva na articulação entre ensino e serviço.

estágio curricular; enfermagem; políticas de educação


Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Avenida Brasil, 4.365, 21040-360 Rio de Janeiro, RJ Brasil, Tel.: (55 21) 3865-9850/9853, Fax: (55 21) 2560-8279 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revtes@fiocruz.br