ESTUDANTES, DOCENTES E PROFISSIONAIS NA ATENÇÃO BÁSICA: COEXISTÊNCIA SEGUNDO A FENOMENOLOGIA HEIDEGGERIANA

STUDENTS, PROFESSORS, AND PROFESSIONALS IN PRIMARY CARE: COEXISTENCE ACCORDING TO THE HEIDEGGER PHENOMENOLOGY

ESTUDIANTES, DOCENTES Y PROFESIONALES EN LA ATENCIÓN BÁSICA: COEXISTENCIA SEGÚN LA FENOMENOLOGÍA HEIDEGGERIANA

Lucimar Aparecida Britto Codato Mara Lúcia Garanhani Alberto Durán González Maria de Fátima Prado Fernandes Sobre os autores

Resumo

O estudo buscou compreender a coexistência entre estudantes, docentes e profissionais em unidades básicas de saúde. Tratou-se de pesquisa de natureza qualitativa, com abordagem fenomenológica hermenêutica, apoiada no referencial teórico filosófico de Martin Heidegger, realizada com estudantes, profissionais da rede de serviços e docentes que acompanham estudantes em atividades realizadas em unidades básicas de saúde da região metropolitana de um município de grande porte do sul do Brasil. A coleta dos dados aconteceu entre os meses de novembro de 2013 e março de 2015, por meio de entrevistas gravadas e orientadas por um roteiro de questões. Os participantes foram selecionados intencionalmente, totalizando 23 entrevistados. A coexistência entre estudantes, docentes e profissionais na unidade básica de saúde mostrou-se permeada por diferentes modos de ser. Nela desvelaram-se conflitos ligados à linguagem, mais precisamente na verbalização e na escuta. Essa relação foi reconhecida como importante para o ensino-aprendizagem e para reflexões sobre adequações no processo de trabalho.

Palavras-chave
educação superior; atenção primária à saúde; serviços de integração docente-assistencial; estágios; pesquisa qualitativa

Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Avenida Brasil, 4.365, 21040-360 Rio de Janeiro, RJ Brasil, Tel.: (55 21) 3865-9850/9853, Fax: (55 21) 2560-8279 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revtes@fiocruz.br