Aprimoramento de estrategistas e decisores novatos: a gestão do conhecimento estratégico aplicada ao Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Universidade de Brasília

Improvement of strategists and novice decision makers: strategic knowledge management applied to the Technology Development Support Center at the Universidade de Brasília, Brazil

Resumos

Este artigo tem como objetivo avaliar, sob a perspectiva da Gestão do Conhecimento Estratégico, o aprimoramento de estrategistas e decisores novatos, por meio da transmissão do conhecimento por parte de estrategistas e decisores experientes, no âmbito do Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Universidade de Brasília. Visando atingir esse objetivo, adotou-se como referencial metodológico o Sistema de Aprimoramento de Estrategistas e Decisores Novatos, que faz parte do Sistema de Gestão do Conhecimento Estratégico. A justificativa do estudo baseia-se na necessidade de aprimoramento dos estrategistas e decisores novatos que trabalham no Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Universidade de Brasília. A pesquisa visa propor, como principal resultado, iniciativas que possibilitem a existência de um ambiente propício à transferência de conhecimento entre os estrategistas e decisores experientes e os novatos, dentro da instituição estudada. Focando-se no resultado mencionado, buscou-se realizar a triangulação proposta no do Sistema de Aprimoramento de Estrategistas e Decisores Novatos, com as metodologias Learning Style Inventory e Janela de Johari. Os resultados apontam que há iniciativas que podem melhorar a gestão do conhecimento existente no ambiente corporativo.

Aprendizagem organizacional; Cultura organizacional; Gestão do conhecimento; Processo decisório


This paper aims to measure, from the perspective of Strategic Knowledge Management, the improvements in decision making in strategists and novices, through the transmission of knowledge by experienced strategists and decision makers within the Technology Development Support Center at the Universidade de Brasília. With the aim of achieving this goal, we adopted, as a methodological reference, the Strategist and Novice Decision Maker Improvement Model, which is part of the Strategic Knowledge Management system. The justification for this study is based on the need to improve the strategists and novice decision makers at the Technology Development Support Center at the Universidade de Brasília. The principal outcome proposed by the research includes initiatives that provide an environment which is conducive to the transfer of knowledge between strategists and both experienced and novice decision makers working in the Center. By concentrating on the required outcome, we attempted to perform the triangulation proposed by the Strategist and Novice Decision Maker Improvement Model with the Learning Style Inventory and Johari Window methodologies. The results show that there are initiatives that can improve the management of knowledge in the corporate environment.

Organizational learning; Organizational culture; Knowledge management; Decision-making process


  • AGUIAR, M.A.F. Psicologia aplicada a administração São Paulo: Atlas, 1986.
  • CHAPMAN, A. Johari Window: Ingham and Luft's Johari Window model diagrams and examples, for self-awareness, personal development, group development and understanding relationships. Available from: <http://www.businessballs.com/johariwindowmodel.htm>. Cited: 17 Oct. 2009.
  • CHIAVENATO, I. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações. Rio de Janeiro: Campus, 1999.
  • CHOO, C.W. The knowing organization: how organizations use information to construct meaning, create knowledge, and make decisions. 2nd ed. New York: Oxford University Press, 2006.
  • COSTA, S.M.S. A metodologia de sistemas flexíveis aplicada a estudos em ciência da informação: uma experiência pedagógica. Transinformação, v.23, n.2 p.259-271, 2003.
  • DAVENPORT, T.H.; CRONIN, B. Knowledge management: semantic drift or conceptual shift? Journal of Education for Library and Information Science, v.41, n.4, p.294-306, 2000.
  • DAVENPORT, T.H.; PRUSAK, L. Conhecimento empresarial: como as organizações gerenciam o capital intelectual. Rio de Janeiro: Campus, 1998.
  • GARVIN, D.A. et al Aprender a aprender. HSM Management, n.9, n.2, p.58-64, 1998. Disponível em: <http://www. perspectivas.com.br/p8.htm>. Acesso em: 4 ago. 2009.
  • KLEIN, D.A. A gestão estratégica do capital intelectual Rio de Janeiro: Qualitymark, 1998.
  • KOLB, D.A; KOLB, A.Y. The Kolb Learning Style Inventory, version 3.1: technical specifications. [s.l:s.n.], 2005. Available from: <http://www.whitewater-rescue.com/support/pagepics/lsitechmanual.pdf>. Cited: 17 Oct. 2009.
  • LINS, S. Transferindo conhecimento tácito: uma abordagem construtivista. Rio de Janeiro: E-Papers, 2003.
  • MAQSOOD, T.; FINEGAN, A.D.; WALTER, D.H. Five case studies applying soft systems methodology to knowledge management 2004. Available from: <http://www.construction-innovation.info>. Cited: 28 Jul. 2008.
  • MIRANDA, R.C.R. Gestão do conhecimento estratégico: uma proposta de modelo integrado. 2004. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Universidade de Brasília, Brasília, 2004. Disponível em: <http://bdtd.bce.unb.br>. Acesso em: 27 jan. 2009.
  • MIRANDA, R.C.R. Important competences of strategists and decision makers in the strategic knowledge management model 2006. Available from: <http://ebooks.worldscinet. com/ISBN/9789812707482/9789812707482_0013.html>. Cited: 28 Feb. 2011.
  • MIRANDA, R.C.R.; COSTA, S.M.S. Strategic knowledge management: a conceptual framework. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON KNOWLEDGE MANAGEMENT, 2005. Proceedings.. Singapore: World Scientific, 2005. p.417-434.
  • MORESI, E.A.D. Monitoramento ambiental. In: TARAPANOFF, K. (Org.) Inteligência organizacional e competitiva Brasília: Universidade de Brasília, 2001.
  • NONAKA, I.; TAKEUCHI, H. Criação de conhecimento na empresa: como as empresas japonesas geram a dinâmica da inovação. 2.ed. Rio de Janeiro: Campus, 2008.
  • OLIVEIRA, M.M. Como fazer pesquisa qualitativa Petrópolis: Vozes, 2007.
  • PÉREZ, M.M. Identificación y representación del conocimiento organizacional: la propuesta epistemológica clásica. 2004. Disponible en: <http://www.uoc.edu/in3/dt/20392/20392.pdf>. Acceso: 20 maio 2008.
  • PIRES, I. J.B. A pesquisa sob o enfoque da estatística Fortaleza: Banco do Nordeste, 2006.
  • SENGE, P.M. A quinta disciplina: arte e prática da organização que aprende. 23.ed. São Paulo: Best Seller, 2008.
  • STEWART, T. Capital intelectual Rio de Janeiro: Campus, 1998.
  • TARAPANOFF, K. (Org.). Inteligência, informação e conhecimento em corporações Brasília: IBICT, 2006.
  • THOMAS, J.R.; NELSON, J.K.; SILVERMAN, S.J. Métodos de pesquisa em educação física 5.ed. Porto Alegre: Artmed, 2007.
  • THORNDIKE, E.L. The fundamentals of learning New York: Columbia University Press, 1971.
  • WARWICK, J. SSM: a thirty year retrospective. 2008. Available from: <http://www.math.umt.edu>. Cited: 19 Sept. 2008.
  • WILSON, T.D. The nonsense of knowledge management. Information Research, v.8, n.1, 2002. (paper n. 144). Available from: <http://InformationR.net/ir/8-1/paper144.html>. Cited: 27 Jan. 2009.
  • YEN, D.H. The Johari Window: the process of human interaction. 1999. Available from: <http://www.noogenesis.com/game_ theory/johari/johari_window.html>. Cited: 19 Sept. 2008.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    04 Jul 2014
  • Data do Fascículo
    Ago 2011

Histórico

  • Aceito
    18 Jul 2011
  • Revisado
    28 Jun 2011
  • Recebido
    03 Mar 2011
Pontifícia Universidade Católica de Campinas Núcleo de Editoração SBI - Campus II - Av. John Boyd Dunlop, s/n. - Prédio de Odontologia, Jd. Ipaussurama - 13059-900 - Campinas - SP, Tel.: +55 19 3343-6875 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: transinfo@puc-campinas.edu.br