Accessibility / Report Error

A biblioterapia como campo de atuação para o bibliotecário

Bibliotherapy as a field of activity for the librarian

Resumos

Reflexão sobre o campo de atuação do bibliotecário, que recorre ao conceito proposto pelo sociólogo francês Pierre Bourdieu, considerando que o campo de atuação, tanto para este profissional como para qualquer outro, implica, antes de tudo, perceber que cada profissão está vinculada ao saber, ao saber-fazer e também a um fazer-saber. Em seguida, apresenta algumas reflexões sobre a história da Biblioteconomia e a biblioterapia como campo de trabalho para o bibliotecário. Entende-se a biblioterapia como uma prática leitora que utiliza textos verbais e não verbais como coadjuvantes no tratamento de pessoas acometidas por doenças físicas ou mentais ou, ainda, que enfrentam crise ou dificuldades em momentos tais como os de exclusão, ou integração social, de afastamento do convívio familiar, e de comunicação, entre outros.

bibliotecário; campo de atuação; biblioterapia; biblioteconomia-história


This is a reflection about the librarian's field of activity, which, based on the concept proposed by the French sociologist Pierre Bourdieu, considers that the field of activity for that professional, as well as for any other, presupposes, first of all, the perception that each profession is related to a knowledge, to a "know how to do, and also, to a "make someone know. We further present some reflections about the history of Library Science and bibliotherapy as work fields for the librarian. Bibliotherapy is understood as a reading practice that uses verbal and non-verbal texts to help in the treatment of people going through physical or mental diseases, or/and also, facing crisis or difficulties, in times of exclusion, social integration, distance from family members, communication, among others.

librarian; field of activity; bibliotherapy; library science-history


  • BENTES PINTO, V. et al O uso da biblioterapia como coadjuvante no tratamento de crianças portadoras de câncer do Hospital Albert Sabin. In: INFO 95, 1995. Proceedings.. Havana: IDICT, 1995.
  • BENTES PINTO, V. La représentation des connaissances dans le contexte de la documentation technique: proposition d’un modèle d’indexation, 1999. 389f. Thèse (Doctorat en Sciences de l’information et de la communication) - Université Stendhal Grenoble 3, Grenoble, 1999.
  • BENTES PINTO, V.; SILVA NETO, C. Ciberespaço: leituras e memórias cearenses na oura rede. In:  CARVALHO, G. (Org.). Bonito pra chover: ensaios sobre a cultura cearense. Fortaleza: Edições Demócrito Rocha, 2003. p.259-270.
  • BOURDIEU, P. Questões de sociologia Rio de Janeiro: Marco Zero, 1983. p.83-94.
  • BOURDIEU, P. O poder simbólico Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1989. 311p.
  • BOURDIEU, P. Sur la television, suivi de l’emprise du journalisme Paris: Liber, 1994. p.6.
  • CALENGE, B. Peut-on définir la bibliothéconomie? Bulletin des Bibliothèques de Fance, Paris, t.43, n.2, p.8-20, 1998.
  • CHARAUDEAU, P. La parole confisqué: un genre televisual. Paris: Dunod, 1997. p.43.
  • COSTA, M.F.O. Análise critica do ensino de biblioteconomia no Ceará: comentários preli-minares. Fortaleza, 1991. p.9. Mimeografado.
  • CROTHERS, S.M. A lieratury clinic. Atlantic Monthly, v.118, p.291-301, 1916. Available from: <http://scholar.lib.vt.edu/ejournals/ALAN/winter95/Myracle. Html#Crothers>. Acess: 10 Feb. 2004.
  • CYSNE, M.R.F.P. Biblioteconomia: dimensão social e educativa. Fortaleza: UFC, 1993. p.6.
  • DIDEROT, D.; D’ALEMBERT, J.R. L’encyclopédie ou dictionnaire raisonné des sciences, des arts et des métiers. Paris: Flammarion, 1993, p.212.
  • FARAH, M.F.S. Tecnologia processo de trabalho e construção habitacional 1992. Tese (Doutora-do) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1992.
  • FRANKL, V.E. Psicoterapia y humanismo Buenos Aires: Fundo de Cultura, 1977. 250p.
  • FRANKL, V.E. Psicoterapia y humanismo México: Fundo de Cultura Econômica, 1984. p.100.
  • GOMEZ-FERNANDEZ, J.C. El profesional de la documentación. In: GARCIA GUTIERREZ, A. (Ed.). Introducción a la Documentación Informativa y Periodística Sevilla: Editorial Mad, 1999, p.155-185. Disponível em: <http://www.arrakis.es/ãmjg/per9.htm>. Acesso em: 10 fev. 2004.
  • GÖTZE, G.H. Biblioteca de enfermos Disponível em: <http://www.el-mundo.es/salud/1994/118/00372.html>. Acesso em: 10 fev. 2004.
  • LAHARY, D. Du profil de poste au métier. Bulletin d’Informations de l’ABF, n.164, p.2, 1994. Disponível em: <www.google.com.br/search?q=cache:Hk0U xv18k _cJ:membres.lycos.fr/vacher/profess/textes/metier3.htm>. Acesso em: 3 mar. 2004.
  • MUELLER, S.P.M. O ensino da biblioteconomia no Brasil Ciência da Informação, Brasília, v.14, n.1, p.3-15, 1985.
  • PEREIRA, M.M.G. Biblioterapia: proposta de um programa de leitura para portadores de deficiência visual em bibliotecas públicas. João Pessoa: Editora Universitária, 1996. p.38.
  • PINTOS, C.G. A logoterapia em contos: o livro como recurso terapêutico. São Paulo: Paulus, 1999, p.22.
  • PITAKAVI, N.S.R. Bibliotherapy: library services in the treatment of  the sick. Library Scientist, v.8, p.101-106, 1981.
  • RODRIGUES, A.D. Estratégias de comunicação Lisboa: Editorial Presença, 1990. p.142-144; 175.
  • RODRIGUES, A.D. Comunicação e cultura: a experiência cultural na era da informação. Lisboa: Editorial Presença, 1994. p.142-175.
  • SHRODES, C. Bibliotherapy: a theoretical and clinical-experimental study. 1949. 344f. Dissertation (Doctor of Philosophy in Education) - University of California, Berkeley.
  • SOUZA, F.C. A escola de Biblioteconomia e a ancoragem da profissão de bibliotecário. Informação & Sociedade: estudos, p.1. 2003. Disponível em<http://www.Informacaoesociedade. ufpb./1120106.pdf>. Acesso em: 3 mar. 2004.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    12 Set 2014
  • Data do Fascículo
    Abr 2005

Histórico

  • Recebido
    05 Nov 2004
  • Aceito
    18 Fev 2005
Pontifícia Universidade Católica de Campinas Núcleo de Editoração SBI - Campus II - Av. John Boyd Dunlop, s/n. - Prédio de Odontologia, Jd. Ipaussurama - 13059-900 - Campinas - SP, Tel.: +55 19 3343-6875 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: transinfo@puc-campinas.edu.br