O patrimônio cultural como documento: reflexões transdisciplinares para novos horizontes na Ciência da Informação

Cultural heritage as a document: transdisciplinary reflections to new horizons in Information Science

Willian Eduardo Righini de Souza Giulia Crippa Sobre os autores

Resumos

Pretende-se apresentar um panorama dos discursos e ações sobre o patrimônio cultural brasileiro para, em seguida, discutir contribuições e relações que podem ser estabelecidas a partir dos fundamentos da Ciência da Informação. A primeira é a relação entre patrimônio e o conceito de documento, a segunda sobre os processos documentais e o cientista da informação, e a terceira uma abordagem da mediação e apropriação cultural do patrimônio.

patrimônio cultural; documento; Ciência da Informação; transdisciplinaridade


The aim of this paper is to give an overview of the issues and actions on the Brazilian cultural heritage and then to discuss contributions as well as relationships that may be established from the principles of Information Science. The first item is concerned with the relationship between heritage and the concept of document, the second relates the documentary processes and the information scientist and finally, an approach of cultural heritage mediation and appropriation is presented.

cultural heritage; document; Information Science; transdisciplinarity


  • ABREU, R. A emergência do patrimônio genético e a nova configuração do campo do patrimônio. In: ABREU, R.; CHAGAS, M. (Orgs.). Memória e patrimônio: ensaios contemporâneos. Rio de Janeiro: DP&A, 2003a. p. 30-45.
  • ABREU, R. ";Tesouros humanos vivos" ou quando as pessoas transformam-se em patrimônio cultural: notas sobre a experiência francesa de distinção do ";Mestre da Arte". In: ABREU, R.; CHAGAS, M. (Orgs.). Memória e patrimônio: ensaios contemporâneos. Rio de Janeiro: DP&A, 2003b. p. 81-94.
  • ALMEIDA, M. A. de. Mediação cultural e da informação: considerações socioculturais e políticas em torno de um conceito. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, 8., 2007, Salvador. Anais eletrônicos...Salvador: ENANCIB, 2007. Disponível em: <http://www.enancib.ppgci.ufba.br/artigos/GT3—212.pdf >. Acesso em: 03 ago. 2008.
  • ARANTES, A. A. (Org.). Produzindo o passado: estratégias de construção do patrimônio cultural. São Paulo: Brasiliense, 1984.
  • ARARIPE, F. M. A. Do patrimônio cultural e seus significados. Transinformação, v. 16, n. 2, p. 111-122, 2004. Disponível em: <http://revistas.puc-campinas.edu.br/transinfo/viewarticle.php?id=63>. Acesso em: 30 mar. 2009.
  • ARGAN, G. C. História da arte como história da cidade. 5. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2005.
  • BLOCH, M. Apologia da História ou,  O ofício de historiador. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001.
  • BOSI, A. História concisa da literatura brasileira. 44. ed. São Paulo: Cultrix, 2007.
  • BOURDIEU, P.; DARBEL, A. O amor pela arte: os museus de arte na Europa e seu público. São Paulo: EDUSP; Zouk, 2003.
  • BRASIL. Constituição (1988). Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constitui%C3%A7ao.htm>. Acesso em: 28 ago. 2008.
  • BRASIL. Decreto nº 3.551, de 4 de agosto de 2000. Institui o registro de bens culturais de natureza imaterial que constituem patrimônio cultural brasileiro, cria o Programa Nacional do Patrimônio Imaterial e dá outras providências. Disponível em: < http://www.cultura.gov.br/legislacao/direitos_autorais/legislacao/index.php?p=1082&more=1&c=1&pb=1>. Acesso em: 17 dez. 2008.
  • BRASIL. Decreto-lei nº 25, de 30 de novembro de 1937. Organiza a proteção do patrimônio histórico e artístico nacional. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/CCIVIL/Decreto-Lei/Del0025.htm>. Acesso em: 28 ago. 2008.
  • BUCKLAND, M. K. Information as thing. Journal of the American Society for Information Science, v. 42, n.5, p.351-360, 1991. Disponível em: < http://people.ischool.berkeley.edu/~buckland/thing.html>. Acesso em: 17 ago. 2007.
  • BUCKLAND, M. K. What is a document? Journal of American Society for Information Science, v.48, n.9, p.804-809, 1997. Disponível em: <http://www.ischool.berkeley.edu/~buckland/whatdoc.html>. Acesso em: 14 maio 2007.
  • CÂNDIDO, A. Literatura e sociedade: estudos de teoria e história literária. 10. ed. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2008.
  • CHAGAS, M. O pai de Macunaíma e o patrimônio espiritual. In: ABREU, R.; CHAGAS, M. (Orgs.). Memória e patrimônio: ensaios contemporâneos. Rio de Janeiro: DP&A, 2003. p. 95-108.
  • CHAUÍ, M. Política cultural, cultura política e patrimônio histórico. In: São Paulo. Secretaria Municipal de Cultura. O direito à memória: patrimônio histórico e cidadania. São Paulo: Departamento do Patrimônio Histórico, 1992. p. 37-46.
  • CHOAY, F. A alegoria do patrimônio. São Paulo. Estação Liberdade; Editora UNESP, 2001.
  • COELHO, Teixeira. Dicionário crítico de política cultural. São Paulo: Iluminuras, 1997.
  • DIAS, M. M. K.; et al. Capacitação do bibliotecário como mediador do aprendizado no uso de fontes de informação. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, v. 2, n. 1, p. 1-16, 2004. Disponível em: < http://server01.bc.unicamp.br/seer/ojs/viewarticle.php?id=22 >. Acesso em: 03 ago. 2008.
  • DODEBEI, V. Construindo o conceito de documento. In: LEMOS, Teresa; MORAES, Nilson (Orgs.). Memória e construções de identidades. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2000. p.59-66.
  • DURHAM, E. R. Cultura, patrimônio e preservação: texto II. In: ARANTES, A. A. (Org.). Produzindo o passado: estratégias de construção do patrimônio cultural. São Paulo: Brasiliense, 1984. p. 23-58.
  • FABRIS, A. Fragmentos urbanos: representações culturais. São Paulo: Studio Nobel, 2000.
  • FONSECA, M. C. L. O patrimônio em processo: trajetória da política federal de preservação no Brasil. 2. ed. rev. e ampl. Rio de Janeiro: Editora UFRJ; MinC  IPHAN, 2005.
  • FONSECA, M. C. L. Para além da pedra e cal: para uma concepção ampla de patrimônio cultural. In: ABREU, R.; CHAGAS, M. (Orgs.). Memória e patrimônio: ensaios contemporâneos. Rio de Janeiro: DP&A, 2003. p. 56-76.
  • GARCÍA CANCLINI, N. Diferentes, desiguais e desconectados: mapas da interculturalidade. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2007.
  • GOMES, H. F. A mediação da informação, comunicação e educação na construção do conhecimento. DataGramaZero, v.9, n.1, p.1-16, 2008. Disponível em: < http://www.dgz.org.br/fev08/Art_01.htm>. Acesso em: 20 dez. 2008.
  • GONÇALVES, C. S. Restauração arquitetônica: a experiência do SPHAN em São Paulo, 1937-1975. São Paulo: Annablume; FAPESP, 2007.
  • GONÇALVES, J. R. S. A retórica da perda: os discursos do patrimônio cultural no Brasil. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora UFRJ; IPHAN, 2002.
  • GONDAR, J.; DODEBEI, V. (Orgs.). O que é memória social? Rio de Janeiro: Contra Capa, 2005.
  • HOBSBAWN, E.; RANGER, T. (Orgs.). A invenção das tradições. 5. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2008.
  • HOOPER-GREENHILL, E. I musei e la formazione del sapere: le radici storiche, le pratiche del presente. Milano: Il Saggiatore, 2005.
  • INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL (IPHAN). Carta de Fortaleza. In: SEMINÁRIO PATRIMÔNIO IMATERIAL: estratégias e formas de proteção, 1997, Fortaleza. Anais eletrônicos... Fortaleza: IPHAN, 1997. Disponível em:  <http://portal.iphan.gov.br/portal/baixaFcdAnexo.do?id=268>. Acesso em: 17 dez. 2008.
  • LAFETÁ, J. L. 1930: a crítica e o modernismo. 2. ed. São Paulo: Duas Cidades; Editora 34, 2000.
  • LARA FILHO, D. de. O museu como um espaço relacional. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, 7., 2006, Marília. Anais eletrônicos...Marília: ENANCIB, 2006. Disponível em: <http://www.portalppgci.marilia.unesp.br/enancib/viewpaper.php?id=251 >. Acesso em: 03 ago. 2008.
  • LE COADIC. Y.-F. A ciência da informação. 2. ed. rev. e atual. Brasília: Briquet de Lemos, 2004.
  • LE GOFF, J. História e memória. 5 ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2003.
  • LE GOFF, J. Reflexões sobre a história: entrevista de Francesco Maiello. São Paulo: Edições 70, 1982.
  • LOBATO, M. Idéias de Jeca tatu. São Paulo: Globo, 2008.
  • LOSNAK, C. J. Polifonia urbana: imagens e representações: Bauru 1950-1980. Bauru: Edusc, 2004.
  • MACHADO, H. C.; CAMARGO, A. M. de A. Como implantar arquivos públicos municipais. 2. ed. São Paulo: Arquivo do Estado; Imprensa Oficial, 2000.
  • MARTÍNEZ COMECHE, J. A. El documento. In: LÓPEZ YEPES, J. (Coord.). Manual de ciencias de la documentación. 2. ed. Madrid: Ediciones Pirâmide, 2006. p. 33-38.
  • MENESES, U. T. B. de. A crise da memória, história e documento: reflexões para um tempo de transformações. In: SILVA, Z. L. da (Org.). Arquivos, patrimônio e memória: trajetórias e perspectivas. São Paulo: Editora Unesp; FAPESP, 1999. p. 11-29.
  • MONNET, J. O álibi do patrimônio: crise da cidade, gestão urbana e nostalgia do passado. Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional: Cidadania, n. 24, p.220-228, 1996.
  • NEEDELL, J. D. Belle Époque tropical: sociedade e cultura de elite no Rio de Janeiro na virada do século. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.
  • NOGUEIRA, A. G. R. Por um inventário dos sentidos: Mário de Andrade e a concepção de patrimônio e inventário. São Paulo: Hucitec; FAPESP, 2005. (Estudos brasileiros; 39).
  • OTLET, P. El tratado de documentación: el libro sobre el libro: teoría y práctica. Murcia: Universidad de Murcia, 1996.
  • PERROTTI, E.; PIERUCCINI, I. Infoeducação: saberes e fazeres da contemporaneidade. In: LARA, M. L. G. de; FUJINO, A.; NORONHA, D. P. (Orgs.). Informação e contemporaneidade: perspectivas. Recife: NÉCTAR, 2007. p. 47-96.
  • PERROTTI, E.; VERDINI, A. S. Estações do conhecimento: espaços e saberes informacionais. In : ROMÃO, L.M.S. (Org.). Sentidos da biblioteca escolar. São Carlos: Alphabeto, 2008, p. 13-40.
  • PIERUCCINI, I. A ordem informacional dialógica: estudo sobre a busca de informação em Educação. São Paulo. 2004. 194f. Tese (doutorado em Ciência da Informação)  Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
  • RABELLO, Rodrigo. A face oculta do documento: tradição e inovação no limiar da Ciência da Informação. 2009. 331f. Tese (doutorado em Ciência da Informação)-Universidade Estadual Paulista, Marília, 2009.
  • RIBEIRÃO PRETO. Lei Ordinária nº 2508, de 21 de setembro de 1971. Cria o Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico e Cultural do Município. Ribeirão Preto, 2004. Disponível em: <http://www.ribeiraopreto.sp.gov.br/principal.asp?pagina=/leis/pesquisa/pesquisa.php>. Acesso em: 29 dez. 2007.
  • RIEGL, A. Il culto moderno dei monumenti: il suo carattere e i suoi inizi. 3. ed. Bologna: Nuova Alfa Editoriale, 1990.
  • RODRÍGUEZ BRAVO, B. El documento: entre la tradición y la renovación. Gijón: Ediciones Trea, 2002.
  • SANTA ROSA DE VITERBO. Lei nº 3054, de 9 novembro de 2006. Dispõe sobre a criação do Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Artístico, Paisagístico e Cultural de Santa Rosa de Viterbo, e dá outras providências. Disponível em: <http://www.bandasinfonicasrv.com/leidecriacao.php>. Acesso em: 28 ago. 2008.
  • SANTO, S. M. do E. A mediação do profissional da informação nas florestas da sociedade da informação. TransInformação, v. 18. n.2, p. 95-102, 2006. Disponível em: <http://revistas.puc-campinas.edu.br/transinfo/viewarticle.php?id=149>. Acesso em: 20 dez. 2008.
  • SANTOS, G. C.; RIBEIRO, C. M. Acrônimos, siglas e termos técnicos: arquivística, biblioteconomia, documentação, informática. Campinas: Editor Átomo, 2003.
  • SEVCENKO, N. Literatura como missão: tensões sociais e criação cultural na Primeira República. 2. ed. rev. e ampl. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.
  • SILVA, M. B. S. de R. Preservação na gestão das cidades. Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional: Cidadania, n. 24, p. 165-174, 1996.
  • SMIT, J. W. Arquivologia/Biblioteconomia: interfaces das Ciências da informação. Informação & Informação, v.8, n.1, 2003.
  • VELHO, G. Patrimônio, negociação e conflito. Mana,  v. 12, n. 1, 2006. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-93132006000100009&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 17 dez. 2008.
  • VIOLLET-LE-DUC, E. Restauração. São Paulo: Ateliê Editorial, 2001.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    11 Set 2014
  • Data do Fascículo
    Dez 2009

Histórico

  • Recebido
    08 Jul 2009
  • Aceito
    21 Out 2009
Pontifícia Universidade Católica de Campinas Núcleo de Editoração SBI - Campus II - Av. John Boyd Dunlop, s/n. - Prédio de Odontologia, Jd. Ipaussurama - 13059-900 - Campinas - SP, Tel.: +55 19 3343-6875 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: transinfo@puc-campinas.edu.br
Accessibility / Report Error