Accessibility / Report Error

ESCRITORAS EM EXÍLIO DE LÍNGUA: NOTAS DE UMA CORRESPONDÊNCIA

WRITERS IN LANGUAGE EXILE: NOTES OF A CORRESPONDENCE

RESUMO

O objetivo deste trabalho é o de investigar o papel da língua francesa na obra Lettres parisiennes: histoires d’exil (1986), da canadense Nancy Huston e da argelina Leïla Sebbar. Trata-se de analisar em que medida o exílio apresenta-se como condição de escrita para as autoras e, também, de que maneira esse movimento geográfico e cultural dá lugar a um questionamento sobre a língua, o lugar da mulher na sociedade, a oposição centro versus margem. Nesse projeto de correspondência, que durou cerca de três anos, Huston e Sebbar traçam um retrato de si mesmas, abordando temas como o cotidiano, a infância, os amores, a paixão pelos livros, e perscrutam os laços do passado, mais precisamente, as complexas relações que se tecem entre a língua do pai e a língua da mãe, o país natal e a terra do outro, enfim, o próprio e o estrangeiro. São esses rastros, apenas perceptíveis na escrita, que procuramos interrogar em nosso trabalho.

Palavras-chave:
exílio; língua francesa; escrita

UNICAMP. Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada do Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) Unicamp/IEL/Setor de Publicações, Caixa Postal 6045, 13083-970 Campinas SP Brasil, Tel./Fax: (55 19) 3521-1527 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: spublic@iel.unicamp.br