Accessibility / Report Error

A fazenda Volkswagen: responsabilidade empresarial de um projeto custeado por recursos públicos e que usou trabalho escravo na Amazônia durante a ditadura (1973-1986)

The Volkswagen Farm: The Corporate Responsibility of a Project Financed by Public Resources and That Used Slave Labor in the Amazon during the Dictatorship (1973-1986)

La hacienda Volkswagen: responsabilidad empresarial de un proyecto costeado por recursos públicos y que usó trabajo esclavo en el Amazonas durante la dictadura (1973-1986)

RESUMO

O artigo pretende analisar a experiência da fazenda Volkswagen (1973-1986), uma iniciativa de uma grande propriedade rural estabelecida no Sudeste do Pará durante a ditadura para criação extensiva de gado bovino. Para tratar do projeto, utilizamos documentos recentemente disponibilizados pela Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudani) acerca do empreendimento. Para analisar o episódio, dialogamos com a bibliografia que trata da responsabilidade empresarial pelas violações cometidas durante as ditaduras sul-americanas, destacadamente os trabalhos de Ricardo Rezende Figueira, José de Souza Martins, Benjamin Buclet, Antoine Acker e Juan Pablo Bohoslavsky. A partir da análise da documentação da Sudam, verificamos que há comprovação de elevada devastação ambiental, contratação de agentes que empregavam trabalho escravo e farta injeção de recursos públicos na fazenda, fazendo o projeto representativo do processo de modernização truculenta do capitalismo brasileiro durante a ditadura.

Palavras-chave
Volkswagen; ditadura brasileira; Amazônia; responsabilidade empresarial; trabalho escravo

Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro Largo de São Francisco de Paula, n. 1., CEP 20051-070, Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel.: (55 21) 2252-8033 R.202, Fax: (55 21) 2221-0341 R.202 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: topoi@revistatopoi.org