Accessibility / Report Error

Flexibilização do trabalho na Europa. A construção do cânone de um conceito

RESUMO

Este artigo examina o desenvolvimento histórico do conceito de flexibilização laboral na Europa Ocidental, especialmente durante as décadas de 1970 e 1980. Através da revisão e análise de pesquisas sobre a flexibilização laboral e suas implicações, nosso objetivo é enriquecer a compreensão histórica das transformações no mundo do trabalho. Desde a década de 1970, a crise dos sistemas laborais no Ocidente desafiou os modelos de proteção ao trabalhador e segurança social. As disparidades existentes entre os países europeus em relação à flexibilização laboral e suas múltiplas repercussões no âmbito social podem ser atribuídas a diversos fatores, como a influência dos sindicatos, as regulamentações trabalhistas e as políticas governamentais. Explorar a evolução histórica da flexibilização laboral como conceito é essencial para entender como ela se tornou um quadro conceitual que orienta as reformas e mudanças no âmbito laboral.

Palabras Clave
flexibilização; trabalho; Europa; conceitos; leis

Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro Largo de São Francisco de Paula, n. 1., CEP 20051-070, Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel.: (55 21) 2252-8033 R.202, Fax: (55 21) 2221-0341 R.202 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: topoi@revistatopoi.org