Perdas causadas pela ferrugem-asiática em cultivares de soja semeadas em diferentes épocas, no Oeste da Bahia

Yield loss caused by rust in soybean cultivars sown in different periods in the western region of Bahia, Brazil

Thyane V. da Cruz Clovis P. Peixoto Mônica C. Martins Francisco F. Laranjeira Pedro V. Lima Lopes Newton S. Andrade Carlos A. da Silva Ledo Sobre os autores

Este trabalho teve como objetivo quantificar os danos causados pela ferrugem-asiática em três cultivares de soja, semeadas em diferentes épocas, na região Oeste da Bahia. Os experimentos foram instalados no município de São Desidério, BA, nas safras 2007/2008 e 2008/2009. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com quatro repetições, no esquema de parcelas subdivididas no espaço. A parcela foi representada pelos tratamentos de controle da ferrugem (com ou sem aplicação de fungicida) e as subparcelas foram representadas pelas cultivares (Monsoy 8411, BRS Corisco e BRS Barreiras). Avaliou-se a severidade da ferrugem para o cálculo da área abaixo da curva de progresso da doença padronizada (AACPDp), o número de folhas ao longo do ciclo e a produtividade de grãos. O modelo logístico foi o que melhor se ajustou aos dados da severidade. A variação temporal do número de folhas foi ajustada pela função polinomial exponencial Ln (y) = a + bx1,5 + cx0,5. As médias da AACPDp e a da produtividade foram comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. Os danos causados pela ferrugem-asiática da soja na região foram potencializados na época de semeadura tardia, ocorrendo desfolha antecipada e redução na produtividade de grãos.

Glycine max; Phakopsora pachyrhizi; produtividade


Sociedade Brasileira de Fitopatologia Sociedade Brasileira de Fitopatologia, SGAS 902 Edifício Athenas - Bl. B, Salas 102/103, 70390-020 Brasília - DF Brasil, Tel: (55 61) 3225-2421 - Brasília - DF - Brazil
E-mail: sbfito@sbfito.com.br