Uma sociologia do business na capital mexicana

A sociology of "business" in the Mexican capital

Johana Parra Sobre o autor

O objetivo deste artigo é descrever, por meio do conceito sociológico do business, as racionalidades e as relações sociais de um grupo de comerciantes mexicanos, cujo principal recurso social é o descumprimento da lei. Tal recurso se insere em um contexto mais amplo da economia e da política abordadas nas etnografias realizadas no Centro Histórico e no Bairro de Tepito, na Cidade do México, entre os anos de 2005 e 2008. São dois os eixos principais: 1) uma sociologia econômica do business, por meio da etnografia e da análise de entrevistas realizadas em Tepito, com comerciantes contrabandistas que vivem as novas configurações dos mercados inscritos na globalização capitalista; 2) uma sociologia política do business, por meio da descrição de uma organização comercial nesses bairros.

México; Informalidade; Business; Ilegalidade; Globalização; Sociologia política; Sociologia econômica


Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo Av. Prof. Luciano Gualberto, 315, 05508-010, São Paulo - SP, Brasil - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: temposoc@edu.usp.br