Pactos comunitários e proteção em San Salvador

Community pacts and protection in San Salvador

Roxana Martel Sobre o autor

Este artigo é uma reflexão sobre a experiência de fronteira que hoje se vive nos bairros populares urbanos de El Salvador. Considerado como um dos países mais violentos da América Latina, a resposta dos governos tem sido o combate às gangues. Porém, os índices de violência, ao contrário de diminuir, têm aumentado. Interessa aqui analisar os distintos pactos que as comunidades realizam em busca de proteção, em um cenário no qual uma multiplicidade de atores determina as dinâmicas legais e ilegais dos bairros. Com base em uma pesquisa realizada em dois bairros emblemáticos, este artigo discute o poder estatal na gestão de ilegalismos e o uso da violência de direito.

Cidade; Gangues; Ilegalismos; Violência urbana


Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo Av. Prof. Luciano Gualberto, 315, 05508-010, São Paulo - SP, Brasil - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: temposoc@edu.usp.br