Accessibility / Report Error
Tempo Social, Volume: 18, Issue: 1, Published: 2006
  • Apresentação

    Telles, Vera da Silva
  • Entrevista com Michel Pialoux e Stéphane Beaud Dossiê - Sociologia Da Condição Operária

    Telles, Vera; Beaud, Stéphane; Miceli, Sergio; Garcia, Afrânio; Faguer, Jean-Pierre; Santana, Marco A.; Grün, Roberto; Muñoz, Marie-Claude
  • Urban revolts and the destructuring of the working class (France 2005) Dossiê - Sociologia Da Condição Operária

    Beaud, Stéphane; Pialoux, Michel

    Abstract in Portuguese:

    Tomando como ponto de partida a rebelião urbana ocorrida na França em outubro-novembro de 2005, os autores chamam a atenção para o que consideram novidade em relação às outras ocorridas na França nas últimas décadas: a participação de jovens "ordinários", por vezes bem situados no sistema de ensino e integrados no mercado de trabalho, porém quase sempre em situações precárias e instáveis, sem chances de evoluir socialmente. Evidência primeira de uma profunda degradação das condições de trabalho nos últimos anos, os autores tecem um quadro social em que se articulam desemprego, trabalho precário e fechamento de horizontes de futuro, situações de fracasso escolar e agravamento da segregação urbana, junto com formas abertas de racismo que atingem diretamente os jovens filhos de famílias imigrantes, em boa parte moradores dos conjuntos habitacionais. A questão proposta pelos autores é a necessidade de inscrever esses acontecimentos no quadro mais amplo da desestruturação das classes populares francesas, ou seja: a questão importante a ser compreendida é a condição operária "após a classe operária". Os autores retomam discussões de seu livro Retour sur la condition ouvrière (1999), com o agravamento da condição operária nos anos mais recentes, da qual os sinais de racismo no meio operário são ao mesmo tempo sintoma e efeito.

    Abstract in English:

    Taking as a starting point the urban revolts that exploded in France in October-November 2005, the authors call attention to a new aspect distinguishing these events from other forms of civil protest in France during the last few decades: the involvement of 'ordinary' youths, often well placed within the educational system and integrated in the work market, but almost always in precarious and unstable situations, without chances to evolve socially. Providing primary evidence of a profound deterioration in working conditions over recent years, the authors describe a social setting that combines unemployment, precarious work and the closure of future prospects, failures in schooling and the worsening of urban segregation, alongside open forms of racism that directly affect the young children of immigrant families, in large part residents of housing estates. The question proposed by the authors is the need to locate these events within the broader setting of the destructuring of the French working class. The key question to be understood is the working condition "after the working class." The authors resume discussions found in their book Retour sur la condition ouvrière (1999), analyzing the worsening of working conditions in more recent years and noting that the signs of racism in the working class environment are both a symptom and an effect.
  • The voiceless suburb Dossiê - Sociologia Da Condição Operária

    Masclet, Olivier

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo aborda as relações dos habitantes das periferias francesas com a política, mais precisamente daquela população originada das imigrações argelinas e marroquinas. Pretende explicar as razões pelas quais a militância dos filhos de imigrados é pouco considerada e reconhecida como tal pela esquerda municipal, em particular o Partido Comunista (PC), que administra ainda hoje numerosas prefeituras nas periferias francesas. Com base em uma pesquisa etnográfica desenvolvida nos anos de 1990 e na análise da situação da cidade de Gennevilliers, onde a pesquisa foi realizada, o autor desenvolve duas ordens de razões para explicar o divórcio entre a esquerda e os moradores das periferias. De um lado, as representações particularizantes dos filhos dos imigrados argelinos e marroquinos, que os fazem parecer uma categoria à parte, como "jovens de origem estrangeira", "segunda geração de imigrados", "populações problemáticas". De outro, a história urbana das municipalidades de esquerda nos últimos cinqüenta anos, em particular as circunstâncias que presidiram as evoluções da moradia social, na forma da construção de grandes conjuntos habitacionais nas periferias industriais. É no cruzamento dessas duas leituras que se pode compreender a situação dos bairros populares, hoje duplamente deserdados: no plano econômico, como é correntemente enfatizado, e também no plano político, mais raramente notado.

    Abstract in English:

    This article examines the relations between residents of the French suburbs and the police - or more precisely, the population formed by generations of Algerian and Moroccan immigrants. It attempts to explain why the militancy of the children of immigrants is infrequently considered and recognized as such by municipal left-wing groups, in particular the Communist Party (PC), which runs numerous local councils in the French suburbs even today. Based on long-term ethnographic research conducted in the 1990s and an analysis of the situation of Gennevilliers, the town where the research was carried out, the author develops two lines of reasoning to explain the divorce between the political left and the residents of the suburbs. Firstly, the stereotypical image of the children of immigrant Algerians and Moroccans, which makes them appear a category apart, "foreign youths", "second generation immigrants", "problematic populations". And secondly, the urban history of left-wing municipalities over the last fifty years, in particular the circumstances behind the evolution of large housing estates in the industrial outskirts. Combining these two readings allows us to an insight into the situation of the working class districts, today doubly disinherited: at an economic level, as is frequently emphasized, and at a political level, a factor more rarely noted.
  • Urban uprisings in France Dossiê - Sociologia Da Condição Operária

    Peralva, Angelina

    Abstract in Portuguese:

    A onda de violência que atingiu a França em novembro de 2005 não pode ser explicada apenas como reflexo da crise de suas periferias urbanas. Dois outros níveis de análise devem ser também considerados: o da nação como limite da democracia, que a globalização e a figura do imigrante estrangeiro interpelam; e o das mudanças na representação política, que o fim da sociedade industrial trouxe para a ordem do dia. Mais do que uma crise das periferias urbanas, a França vive hoje uma crise das bases de funcionamento da democracia.

    Abstract in English:

    The wave of violence that struck France in November 2005 cannot be explained simply as a reflection of the crisis in its city suburbs. Two other levels of analysis should also be included: firstly, the nation as a limit of democracy, which globalization and the figure of the foreign immigrant throw into question; and, secondly, the changes in political representation, caused by the crisis of an industrial society. More than a crisis in the city suburbs, France is today living through a crisis in the bases of democracy as a functioning institution.
  • Journey to Montbéliard Diálogos Com Pialoux E Beaud

    Cabanes, Robert
  • French-style flexibility: workers at the Brazilian Peugeot Citröen plant Diálogos Com Pialoux E Beaud

    Ramalho, José Ricardo; Santana, Marco Aurélio

    Abstract in Portuguese:

    A proposta deste artigo é discutir os efeitos do processo recente de flexibilização da produção industrial (automotiva) sobre as relações de trabalho e sobre os operários e seus sindicatos. A partir do exemplo da primeira unidade brasileira da montadora francesa PSA Peugeot Citroën, instalada no município de Porto Real, Rio de Janeiro, em 2001, pretende-se argumentar que a construção de uma fábrica "enxuta" e reestruturada, com um projeto de superação da organização fordista e integrante de uma cadeia produtiva global, reconfigura as relações com os trabalhadores (e com o sindicato) no espaço fabril por meio da exigência de mais escolaridade, maior capacidade de adaptação às novas tecnologias e novas formas de organização da produção. No entanto, mantém práticas gerenciais autoritárias e evita a reprodução de experiências anteriores de resistência operária. O debate beneficia-se dos trabalhos sobre esta empresa na França realizados por Michel Pialoux e Stéphane Beaux, que nas últimas décadas analisaram suas transformações gerenciais e os desdobramentos sobre o modo de vida de diferentes gerações de operários.

    Abstract in English:

    The article discusses the effects of the recent process of flexibilization in industrial (automobile) production on labour relations, on workers and their unions. As an example, the authors examine the first Brazilian plant to be opened by the French manufacturer PSA Peugeot Citroën, installed in Porto Real, Rio de Janeiro, in 2001. They argue that the construction of a 'shrunk' and restructured plant - a project designed to move beyond Fordist organization as an integral part of a global productive chain - reconfigures the relations with workers (and with the union) in the factory space by creating the demand for higher levels of schooling, a greater capacity to adapt to new technologies, and new forms of organizing production. However, these relations maintain authoritarian practices while preventing the reproduction of previous forms of worker resistance. The debate benefits from the research on the same company conducted by Michel Pialoux and Stéphane Beaud, who have analyzed its managerial transformations over the last few decades and the impact on the lifestyles of different generations of workers.
  • A sociology of the contemporary working class Diálogos Com Pialoux E Beaud

    Braga, Ruy

    Abstract in Portuguese:

    Com o incremento do processo de terceirização experimentado pelas empresas ao longo das duas últimas décadas, um novo tipo de trabalhador desenvolveu-se na periferia do sistema produtivo: o teleoperador. Responsável por um contingente diversificado de atividades informacionais, o trabalho do teleoperador despertou, pela força de seu sólido crescimento numérico, o interesse de vários pesquisadores em diferentes áreas do conhecimento. Por meio da análise do trabalho do teleoperador, o propósito deste artigo é contribuir para uma reflexão acerca da renovação da própria condição proletária contemporânea. Ao contrário do que muitos previam há quinze anos, a revolução informacional não foi capaz de superar a oposição existente entre as atividades laborais de execução e as de concepção: serviu, antes, como um privilegiado instrumento de controle e de rotinização da força espiritual do trabalho. Para tanto, pretendemos seguir algumas indicações sobre a condição operária contemporânea presentes no inspirador estudo de Stéphane Beaud e Michel Pialoux acerca da montadora Peugeot de Sochaux-Montbéliard.

    Abstract in English:

    The increase in company outsourcing over the last two decades has led to the development of a new type of worker on the margins of the productive system: the call centre operator. Responsible for a wide range of information services, the rapid expansion in call centres has stirred the interest of a number of researchers in different areas of knowledge. Analyzing the work of the call centre operator, the article looks to deepen our comprehension of the sea-change currently affecting today's working class. In contrast to what many forecasted some fifteen years ago, the information revolution has failed to dissolve the opposition between manual and mental work activities: instead, it has served as a key instrument for controlling and routinizing intellectual work. In turning to this theme, we explore some of the insights into the contemporary working class condition found in the inspirational study by Stéphane Beaud and Michel Pialoux on the Peugeot car assembly plant in Sochaux-Montbéliard.
  • Working class heritage between school and factory Diálogos Com Pialoux E Beaud

    Tomizaki, Kimi

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo discute os efeitos do fenômeno do alongamento da escolarização nas classes populares por meio do caso específico de duas gerações de metalúrgicos da região do ABC Paulista: aqueles que foram jovens no final da década de 1970 e os jovens do final da década de 1990. A pesquisa de campo foi realizada na fábrica da Mercedes-Benz mediante observação, pesquisa em arquivos e coleta de depoimentos - 52 entrevistas de caráter biográfico. A situação de alongamento dos estudos dos jovens da classe operária é vivenciada de maneira ambígua por pais e filhos. As expectativas de ascensão profissional alimentadas por esses jovens não se têm concretizado, apesar do aumento da escolaridade. Além disso, a defasagem entre a experiência escolar de pais e filhos parece criar uma série de conflitos entre as duas gerações.

    Abstract in English:

    This article discusses the effects of extending the duration of school education among the working class, focusing on the specific case of two generations of steelworkers from the ABC region of São Paulo: those who were students at the end of 1970s and those at school at the end of the 1990s. Field research was conducted in the Mercedes-Benz factory, using direct observation, archival research and 52 biographical interviews. The prolongation of school education among working class youngsters is experienced ambivalently by parents and children alike. The hopes for career advancement nurtured by these youngsters have failed to materialize, despite the increase in schooling. Furthermore, the difference between the school experiences of parents and children seems to have led to a series of conflicts between the two generations.
  • Mutations of work and urban experience Perspectivas Em Debate

    Telles, Vera da Silva

    Abstract in Portuguese:

    Neste artigo, pergunta-se sobre as dimensões societárias das atuais mutações do trabalho, em particular sua desconexão dos dispositivos do emprego sob as formas variadas de trabalho precário e de subcontratação, ou seja: de que modo as novas realidades do trabalho (e do não-trabalho) redesenham o mundo social, as relações de força e os campos de práticas que fazem a tessitura da cidade e seus espaços. As circunstâncias do trabalho precário e intermitente alteram tempos e espaços da experiência social, bem como a própria experiência urbana nos circuitos descentrados dos "territórios da precariedade". Este artigo propõe prospectar essas novas realidades seguindo os percursos e as trajetórias urbanas das novas gerações. Acredita-se que essa pode ser uma via de entrada profícua para a descrição desse mundo social redefinido: a diferença entre as gerações tem hoje a peculiaridade histórica de coincidir com mudanças de fundo no mundo do trabalho e nas dinâmicas urbanas. Por outro lado, essa é também uma maneira de relançar a pergunta sobre os sentidos do trabalho e seus efeitos estruturantes na vida social.

    Abstract in English:

    This article inquires into the societal dimensions of contemporary mutations of work, in particular their disconnection from employment mechanisms through various forms of casual work and outsourcing. In other words, it asks in what way the new realities of work (and non-work) redraw the social world, the relations of force and the fields of practices that make up the texture of the city and its spaces. The circumstances of casual and intermittent labour alter the time and space of social experience, as well as the urban experience itself in the decentred circuits we can denominate "territories of precariousness". The article proposes to investigate these new realities by following the paths and urban trajectories of the new generations. It suggests that this is a fertile entry point for describing this redefined social world: the difference between generations today has the historical peculiarity of coinciding with deep changes in the world of work and in urban dynamics. This is also a way of re-approaching the question of the meanings of work and its structuring effects on social life.
  • "Myriads of eternity": the actuality of E. P. Thompson Perspectivas Em Debate

    Fortes, Alexandre

    Abstract in Portuguese:

    O artigo reexamina o trabalho clássico de E. P. Thompson, nele identificando elementos relevantes para o estudo do contexto histórico contemporâneo. Critica as abordagens que buscaram sintetizar um "método thompsoniano" em algumas fórmulas do prefácio da obra recorrentemente citadas. Defende ainda que a compreensão do persistente apelo do livro deve ser buscada na análise de sua estrutura narrativa.

    Abstract in English:

    The article re-examines the classic work by E. P. Thompson, The making of the English working class, identifying many elements relevant to the study of the contemporary historical context. It criticizes those approaches that look to synthesize a 'Thompsonian method' in a number of recurrently cited formulas found in the preface to the work. It also argues that the persistent appeal of the book can be explained through an analysis of its narrative structure.
  • Beyond the slave plantations and factories: a social history of work Perspectivas Em Debate

    Negro, Antonio Luigi; Gomes, Flávio

    Abstract in Portuguese:

    Convencidos do parentesco entre os estudos da escravidão e do trabalho livre, o propósito dos autores é apontar para a necessidade de uma perspectiva que permita a consideração da complexidade e da diversidade da experiência do trabalho na História, para além de rígidas noções de classe social e acima das fronteiras das abordagens de pesquisa.

    Abstract in English:

    Convinced of the kinship between slavery studies and free labour, we suggest the need for a perspective that allows us to comprehend the complexity and diversity of the experience of work in History, shifting beyond rigid notions of social class and the established boundaries of research approaches.
  • A constrastive sociology of work Perspectivas Em Debate

    Bialakowsky, Alberto L.; Franco, Delia E.; Patrouilleau, M. Mercedes; Bardi, Nora; Lusnich, Cecilia; Zelaschi, Constanza; Grima, José M.

    Abstract in Portuguese:

    O artigo propõe uma leitura sistêmica do trabalho e dos processos de trabalho institucionais que intervêm nos esquemas de exclusão social. Centra-se especificamente no processo de trabalho institucional dentro de um hospital de saúde mental, propondo uma analogia com os das fábricas. O trabalho de enfermaria e sua história possibilitam, como modelo paradigmático, a releitura da história do trabalhador em geral, uma vez que nessa área eles atuam sobre os companheiros que se encontram em processo de degradação social. As dimensões abordadas a partir desse eixo são: a intervenção institucional e os processos de trabalho; o macroprocesso de exclusão/extinção social; e a epistemologia da co-produção de pesquisa para a análise dos processos sociais de trabalho. Nossa abordagem gnosiológica baseia-se na pesquisa co-produzida, a qual se constitui de dispositivos de intervenção transdisciplinares, entrevistas semi-estruturadas, histórias de vida focalizadas, observações de campo, relatos de co-pesquisadores trabalhadores e intertextos.

    Abstract in English:

    The article proposes a systematic reading of work and the institutional work processes involved in patterns of social exclusion. It specifically centres on the institutional work process in a mental health hospital, proposing an analogy with the process of factory work. As a paradigmatic model, nursing work and its history enable a re-reading of the history of workers in general, since in this area workers are dealing first-hand with comrades who find themselves in a process of social degradation. The dimensions approached from this angle include: institutional intervention and work processes; the macro-processes of social exclusion/extinction; the epistemology and co-production of research for the analysis of the social processes of work. Our gnosological approach is based on co-produced research, formed by transdisciplinary intervention devices, semi-structured interviews, focused life histories, field observations, accounts from co-researcher workers and intertexts.
  • Sociologia como ponto de vista Clássicos Da Sociologia Brasileira

    Jackson, Luiz Carlos
  • Sociology in Brazil Clássicos Da Sociologia Brasileira

    Candido, Antonio
  • Imitation of order: research on television in Brazil Artigos

    Bergamo, Alexandre

    Abstract in Portuguese:

    As pesquisas sobre televisão no Brasil apresentam, ao longo do tempo, uma mudança significativa nos seus critérios de análise e de legitimação. A televisão passou a ser estudada e representada como se fosse constituída por gêneros independentes - a telenovela, o telejornal e os programas de auditório -, distinção praticamente inexistente nas primeiras pesquisas realizadas no Brasil. Essa divisão em gêneros indica que a mudança observada nas pesquisas seguiu uma direção específica. Elas passaram não só a legitimar a televisão, mas também a reproduzir, nos mesmos termos, por meio de suas análises, as relações de poder observadas no interior do campo da televisão.

    Abstract in English:

    Studies of television in Brazil reveal a significant change over time in their criteria of analysis and legitimation. Television has shifted to being studied and represented in terms of independent genres - soaps, news programs and live audience shows - distinctions that were practically non-existent in the first research studies conducted in Brazil. This separation into genres indicates that the change observed in these studies takes a specific direction. They not only start to legitimize television; through their analyses, they also reproduce in the same terms, the power relations observed within the field of television as a whole.
  • The work of David Garland: the sociology of punishment Artigos

    Salla, Fernando; Gauto, Maitê; Alvarez, Marcos César

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo apresenta uma revisão das discussões teóricas acerca da punição e das políticas de segurança no mundo contemporâneo, tendo por foco principal o trabalho de David Garland, Punishment and modern society: a study in social theory.

    Abstract in English:

    The article presents a review of the theoretical discussions on punishment and security policies in the contemporary world, focusing in particular on the work of David Garland, Punishment and modern society: a study in social theory.
  • A systems approach to the sociology of law: Luhmann and Teubner Artigos

    Mello, Marcelo Pereira de

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo se propõe a analisar de forma crítica as contribuições de Niklas Luhmann e Gunther Teubner para o desenvolvimento da Teoria Sistêmica do Direito (TSD). Sua hipótese principal é a de que os autores analisados convergem para uma crítica comum às teses fundamentais das teorias sociológicas clássicas que afirmam que o direito é um epifenômeno das relações sociais dos diversos agentes e seus interesses: indivíduos, classes, corporações, partido etc. A Teoria Sistêmica, ao contrário, afirma que o direito pode ser analisado como um subsistema social que, a partir da operação de um código próprio, imprime um sentido e um conteúdo às comunicações dos agentes da ação, de tal maneira que não apenas as relações sociais entre os agentes criam o direito, mas também o direito cria realidades orientadoras das ações dos agentes.

    Abstract in English:

    This article proposes a critical analysis of the contributions of Niklas Luhmann and Gunther Teubner to the development of the Systems Theory of Law (STL). Its main hypothesis is that the authors in question converge towards a shared critique of the basic theses of classical sociological theories, which assert that law is an epiphenomenon of the social relations of a variety of agents and their distinct interests: individuals, classes, corporations, parties, and so on. In contrast, Systems Theory claims that law can be analyzed as a social subsystem which, based on the operation of its own code, imprints a meaning and content to the communications of the action's agents. This not only means that law is created by social relations between agents, but that law also creates realities that guide the actions of agents.
  • The German roots of economic sociology Artigos

    Lallement, Michel

    Abstract in Portuguese:

    O texto recupera a fonte clássica weberiana e da Escola Histórica Alemã para a formação da economia institucionalista no contexto acadêmico norte-americano das últimas décadas do século XIX. Para isso, retoma as reflexões de Weber em torno da sociologia do direito e a conexão entre normas jurídicas e ação econômica. Apresenta em seguida a sua recepção do outro lado do Atlântico como grandemente devedora das figuras respectivas de Richard T. Ely, destacado representante de uma geração de estudantes formados pelo ambiente cultural alemão, e em seguida de J. R. Commons, leitor do primeiro. O artigo também mostra as relações entre os temas da democracia industrial e da grande empresa cooperativa, nos Estados Unidos, com a aquela tradição intelectual, estabelecendo assim as condições históricas para o surgimento posterior da sociologia econômica. Sugere, dessa forma, que as afinidades eletivas entre a economia e as outras esferas do social, uma abordagem de raiz weberiana, têm explicitada a sua linha de continuidade encontrada nas classificações disciplinares mais recentes.

    Abstract in English:

    The text reassesses the use of Weber and the German Historical School as classical sources in the formation of institutionalist economics in the US academic context during the final decades of the 19th century. This aim in mind, it turns to Weber's writings on the sociology of law, and the connection between juridical norms and economic action. Subsequently, the text presents the reception of his work on the other side of the Atlantic, in particular via the figures of Richard T. Ely, the leading figure of a generation of students influenced by the German cultural environment, followed later by J. R. Commons, a close reader of the former's work. The article also focuses on the relations between this intellectual tradition and the themes of industrial democracy and large cooperative companies in the United States, a process that established the historical conditions for the later emergence of economic sociology. In conclusion, it suggests that the 'elective affinities' between economics and other social spheres, an approach rooted in Weber, help explain lines of continuity found in more recent disciplinary classifications.
  • "Pays de malheur!". Un jeune de cité écrit à un sociologue Resenhas

    Holder, Samuel
  • Les ouvriers et la politique: permanence, ruptures, réalignements 1962-2002 Resenhas

    Rombaldi, Maurício
  • Forças do trabalho: movimentos de trabalhadores e globalização desde 1870 Resenhas

    Ranieri, Jesus
  • Culturas de classe Resenhas

    Ostronoff, Leonardo José
Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo Av. Prof. Luciano Gualberto, 315, 05508-010, São Paulo - SP, Brasil - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: temposoc@edu.usp.br