O Derradeiro golpe à esquerda armada brasileira: A derrubada de Salvador Allende e o fim do sonho revolucionário na trajetória de Vera Sílvia Magalhães

The Final Blow on the Brazilian Armed Left: The Overthrow of Salvador Allende and the End of the Revolutionary Dream in the Path of Vera Sílvia Magalhães

Resumo

Animado pelas comemorações dos 50 anos do governo da coalizão de esquerda Unidade Popular (UP) no Chile, liderado por Salvador Allende, este artigo busca contribuir, através do vislumbre da importância das análises biográficas para compreensão do engajamento militante, às reflexões a respeito da trajetória dos militantes da esquerda brasileira exilados no Chile durante o governo Allende. Por intermédio da trajetória de Vera Sílvia Magalhães, militante da esquerda armada vinculada ao Movimento Revolucionário 8 de Outubro (DI-GB/MR-8), exilada desde 1970, objetiva-se reconstruir a atmosfera de circulação de exilados em Nuestra America. Demonstra-se, por uma perspectiva, como o Chile passou a ser, após a vitória da Unidade Popular, um polo de atração aos militantes latino-americanos e, por outra, como o golpe civil-militar chileno, que culminou no suicídio de Salvador Allende, não foi apenas o fim da "via chilena ao socialismo". No limite, ele representa o golpe final desfechado ao projeto da revolução brasileira e latino-americana pela via da luta armada, reconfigurando a visão sobre o exílio, até então compreendido dentro de uma lógica de provisoriedade e curta duração, colocando na ordem do dia a questão do desengajamento.

Palavras-chave:
Unidade Popular; exílio; biografia

Pós-Graduação em História, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais Av. Antônio Carlos, 6627 , Pampulha, Cidade Universitária, Caixa Postal 253 - CEP 31270-901, Tel./Fax: (55 31) 3409-5045, Belo Horizonte - MG, Brasil - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: variahis@gmail.com