(Atualizado: 29/03/2022)

Sobre o periódico

 

Informações básicas

  Acta Limnologica Brasiliensia é o periódico oficial da Associação Brasileira de Limnologia (ABLimno) e tem como objetivo publicar trabalhos originais em Limnologia, compreendendo os aspectos físicos, químicos e biológicos da ciência Ecologia de Águas Continentais. O seu escopo inclui todos os ecossistemas de água doce, tais como, riachos, rios, lagos, planícies de inundação, pântanos, represas e estuários. Trabalhos taxonômicos podem ser incluídos desde que contenham informações ecológicas. A Acta Limnologica Brasiliensia foi publicada pela primeira vez em 1986 após o I Congresso Brasileiro de Limnologia realizado no mesmo ano. A revista é mantida pela Associação Brasileira de Limnologia, sociedade sem fins lucrativos, que foi fundada em julho de 1982 (com o nome Sociedade Brasileira de Limnologia) e tem em seu estatuto a missão de divulgar o conhecimento científico da área de Limnologia por meio de uma revista científica. Os primeiros números da revista tiveram periodicidade bianual sendo publicada após a realização dos congressos.  A partir de 1992 a revista passou a ser publicada anualmente. Entre 1998 e 2001 foram publicados dois números por ano, em 2002 e 2003 três números por ano e a partir de 2004 quatro números por ano. A partir de 2016 a revista passou a publicar um volume por ano em fluxo contínuo. O periódico possui um Corpo Editorial, representados por um Editor-Chefe, 13 Editores Associados e uma Comissão Editorial composta por 15 Limnólogos.  

 

Fontes de indexação

   

 

Direitos autorais

 

Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons do tipo atribuição BY.

Os conteúdos publicados em Acta Limnologica Brasiliensia são de inteira responsabilidade dos seus autores, não refletindo, necessariamente, a opinião do Corpo Editorial da revista. Os autores assumem a responsabilidade intelectual e legal pelos resultados e pelas considerações apresentadas.

A revista on-line têm acesso aberto e gratuito.

 

 

Patrocinadores

 

A publicação recebe financiamento de:

  • Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq
    www.cnpq.br
  • Ministério da Educação - MEC
  • Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação - MCTI
 

 

 


 

Corpo Editorial

 

Editor-chefe

   

 

Editores associados

   

 

Comissão editorial

 
  • Adriano Sanches Melo
    Universidade Federal de Goiás - UFG, Goiânia, GO, Brasil
  •  Carlos Eduardo de Mattos Bicudo
    Instituto de Botânica, São Paulo, SP, Brasil
  •  Claudio Gilberto Froehlich
    Universidade de São Paulo - USP, Ribeirão Preto, SP, Brasil
  •  Francisco Antonio Rodrigues Barbosa
    Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, Belo Horizonte, MG, Brasil
  •  Francisco de Assis Esteves
    Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
  •  José Galizia Tundisi
    Instituto Internacional de Ecologia - IIE, São Carlos, SP, Brasil
  •  José Roberto Verani
    Universidade Federal de São Carlos - UFSCar, São Carlos, SP, Brasil
  •  Juan Cesar Paggi
    Centro de Ecología Aplicada del Litoral, Santa Fe, Argentina
  •  Juan José Neiff
    Centro de Ecología Aplicada del Litoral, Santa Fe, Argentina
  •  Luis Maurício Bini
    Universidade Federal de Goiás - UFG, Goiânia, GO, Brasil
  •  Néstor Mazzeo
    Universidad de La Republica, Uruguay
  •  Orlando Necchi Junior
    Universidade Estadual Paulista - UNESP, São José do Rio Preto, SP, Brasil
  •  Sidinei Magela Thomaz
    Universidade Estadual de Maringá - UEM, Maringá, PR, Brasil
  •  Susana José de Paggi
    Centro de Ecología Aplicada del Litoral, Santa Fe, Argentina
  •  Timothy Peter Moulton
    Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
 

 

Produção editorial

 
  • Editora Cubo ltda me - Rua Marechal Deodoro, 2709, São Carlos, SP, Brasil
 

 

Instruções aos autores

 

Escopo e política

 

A Acta Limnologica Brasiliensia é a revista científica da Associação Brasileira de Limnologia (ABLimno) que publica artigos originais, notas científicas, artigos de revisão, artigos de opinião e artigos sobre métodos que contribuem para o desenvolvimento científico da Limnologia.

A revista cobre um amplo espectro, incluindo qualquer tópico relacionado à ecologia de águas continentais de ecossistemas como rios, lagos, planícies de inundação, áreas alagadas, reservatórios e zonas estuarinas. O escopo da Acta Limnologica Brasiliensia engloba todos os aspectos teóricos e aplicados da ecologia aquática continental, manejo e conservação, ecotoxicologia e poluição. Trabalhos taxonômicos podem ser aceitos desde que contenham informação ecológica e distribuição geográfica. Os artigos submetidos à revista devem ser originais e sem submissão simultânea a outro periódico.

Os manuscritos submetidos são de inteira responsabilidade dos autores, não refletindo a opinião dos Editores da revista. A veracidade das informações e das citações bibliográficas é de responsabilidade exclusiva dos autores. Salientamos que plágio acadêmico em qualquer nível é crime.

Os manuscritos submetidos são inicialmente avaliados quanto à linguagem, apresentação e estilo. Recomenda-se aos pesquisadores que não tenham o inglês como língua nativa que submetam seus manuscritos a um colega que possua esta língua como nativa.

Os autores devem preparar seu manuscrito para submissão seguindo as instruções abaixo. Os manuscritos são avaliados inicialmente pelo Editor-Chefe que encaminha para um Editor Associado que indica o manuscrito para dois revisores. Os revisores enviam seus pareceres ao Editor Associado que também emite um parecer com base nos pareceres dos revisores. Após o envio dos pareceres pelos revisores, o Editor Associado pode optar pela aprovação com pequenas correções, aprovação com grandes correções, reprovação ou reprovação com possibilidade de nova submissão. Os três pareceres são então enviados para os autores do trabalho. A revista utiliza o procedimento de par cego. O Editor Associado então informa ao Editor Chefe a sua decisão que toma a decisão final. Após o aceite do trabalho, uma prova do artigo é enviada (on-line) para revisão final dos autores.

Eventuais dúvidas e questões sobre a tramitação dos manuscritos podem ser solicitadas diretamente pelo e-mail actalimno@gmail.com.

Existem seis categorias de contribuição para a Acta Limnologica Brasiliensia:

1) Artigos originais (geralmente composto por 25 páginas impressas, incluindo tabelas, figuras e referências). Veja "Forma e preparação de manuscritos" abaixo.

2) Notas científicas, contendo entre 2 e 4 páginas, apresentando informação concisa sobre um determinado tópico. A nota deve conter abstract (português e inglês), palavras-chave, (português e inglês) e referências; o restante do trabalho deve conter um texto contínuo.

3) Artigos de revisão. Estes artigos devem abordar assunto referente ao escopo da revista e de interesse atual. Estes artigos podem ser submetidos espontaneamente ou ser fruto de convite pelo corpo editorial.

4) Artigos de opinião. Estes artigos devem abordar a discussão acadêmica de um tema relevante para o escopo da revista. O artigo de opinião deve conter até 3000 palavras e expressar pontos de vista sobre questões teóricas, metodológicas ou assuntos atuais em limnologia e devem ser respaldados e fundamentados por elementos bibliográficos. Ao critério da Comissão Editorial, a revista poderá publicar respostas ou considerações de outros pesquisadores estimulando a discussão sobre o tema. As opiniões expressas nos Artigos de Opinião são de inteira responsabilidade do(s) autor(es).

5) Métodos. Estes artigos devem abordar novos métodos de coleta e análise de dados relevantes ao escopo da revista.

6) Seções temáticas. Seções sobre um tema específico proposto pela Equipe Editorial ou por algum pesquisador da área de Limnologia, podendo ser referente a algum evento específico da área.

 

 

Forma e preparação de manuscritos

 

Os manuscritos submetidos para a Acta Limnologica Brasiliensia devem ser originais e não submetidos à outra revista científica. A submissão deve ser feita em um arquivo único através do Sistema SciELO de Publicação no link da revista: http://submission.scielo.br/index.php/alb/index. Os manuscritos devem ser redigidos na língua inglesa com um título, abstract e palavras-chave em português. Recomendamos fortemente que os autores que não tenham o inglês como língua nativa que submetam seu manuscrito à pessoa nativa na língua inglesa antes da submissão.

Texto

O texto deve seguir a seguinte ordem. Primeira página: título em inglês (em negrito) e em português, nome completo dos autores (p. ex. Antonio Fernando Monteiro Camargo), afiliação, endereço, endereço de e-mail e endereço ORCID de todos os autores. Cada autor deve ser identificado por um número sobrescrito. Segunda página: Resumo (em inglês e português), palavras-chave e resumo gráfico (opcional). Terceira página e páginas subsequentes: texto do artigo (Introdução, Materiais e Métodos, Resultados, Discussão, Agradecimentos e Referências). O texto deve ter espaçamento entre linhas de 1,5 e fonte Times New Roman 12. A seguinte informação deve ser colocada no texto acompanhando todas as espécies citadas no texto: a) zoologia, o nome do autor e a data da descrição devem ser informados na primeira vez que a espécie for citada no texto; e b) botânica, apenas o nome do autor que descreveu a espécie deve ser informado na primeira vez que a espécie for citada no texto.

Resumo

O resumo deve conter entre 250 e 300 palavras e ser estruturado e itemizado da seguinte maneira: Objetivo, Métodos, Resultados e Conclusões. Os tópicos devem ser destacados em negrito. Deve-se apresentar um resumo em inglês e português. Entre 4 e 5 palavras-chave (também em inglês e português) devem ser informadas e devem ser distintas daquelas utilizadas no título.
Opcionalmente, pode-se elaborar um resumo gráfico em inglês contendo as principais ideias do trabalho e inseri-lo após o abstract e resumo (qualidade de 300DPI ou mais).

Tabelas e Figuras

As tabelas e figuras devem ser numeradas consecutivamente utilizando numerais arábicos (Tabela 1, 2, 3, etc. e Figura 1, 2, 3, etc.). Na primeira versão, as tabelas e figuras devem ser inseridas no corpo do texto conforme forem citadas. Na versão final, as tabelas e figuras devem estar inseridas após as referências. As figuras devem estar em boa resolução (300 DPI ou mais). As tabelas devem seguir o modelo abaixo, com linhas entre o cabeçalho e os dados e na parte superior e inferior da tabela. Incentivamos o uso de figuras coloridas pelos autores, como publicamos apenas em versão digital. Todas as tabelas e figuras devem ser indicadas no texto

Factor

Factor eigenvalue

Total variance percentage

Total cumulative variance percentage

1

2.647

40.9%

40.9%

2

2.016

31.1%

72%

3

1.813

28%

100%

Material Suplementar

A Acta Limnologica Brasiliensia não publica material suplementar, pois é editada apenas na forma eletrônica. Incentivamos os autores a incluírem links externos com dados brutos ao final do manuscrito.

Referências

A citação de teses, dissertações e monografias de graduação, relatórios técnicos e resumos apresentados em congressos devem ser evitadas ao máximo e apenas excepcionalmente e com a anuência dos revisores e dos Editores poderão ser utilizadas.

Citação no texto: Use o sistema nome e ano de publicação:
Schwarzbold (2009), (Carneiro & Bini, 2020), (Faria, et al.  2021), (ABLimno, 2016), (Brasil, 2021); para mais de dois autores utilize “et al.”. As citações na lista de referências devem seguir as normas American Psychological Association - APA 7ª Edição (modificada). Todas as referências citadas no texto devem ser listadas em ordem alfabética de acordo com o primeiro autor. Referências devem ser iniciadas em uma página separada.

Exemplos:

Revista científica:
A referência de um trabalho científico deve ser apresentada na seguinte ordem: nome do autor abreviado (sobrenome, iniciais do nome), ano de publicação, título do trabalho, nome da revista abreviado, volume, número e número da página inicial e final (quando disponível) e DOI, sem omissão de nenhuma informação relevante.

Carneiro, F.M. & Bini, L.M., 2020. Revisiting the concept of longitudinal gradients in reservoirs. Acta Limnol. Bras. (Online), 32, e8. https://doi.org/10.1590/S2179-975X1319.

Faria, L., Frehse, F.A., Occhi, T.V.T., Carvalho, B.M., Pupo, D.V., Disaró, S.T. & Vitule, J.R.S., 2021. Occurrence of non-native species in a subtropical coastal River, in
Southern Brazil. Acta Limnol. Bras. (Online), 33, e101. https://doi.org/10.1590/S2179-975X2320.

Capítulo de livro:
Thomaz, S.M. & Esteves, F.A, 2011. Comunidade de macrófitas aquáticas. In: Esteves, F.A., ed. Fundamentos de limnologia. Rio de Janeiro: Interciência, 461-518,3 ed.

Livro:
Tundisi, J.G. & Matsumura-Tundisi, T., 2008. Limnologia. São Paulo: Oficina de Textos.

Documentos da internet e sites:
Associação Brasileira de Limnologia – ABLimno, 2016. Breve Histórico da ABLimno (continuidade da SBL) [online]. Rio Claro: ABLimno. Retrieved in 2021, July 19, from https://www.ablimno.org.br/ablimno.php.

Documentos jurídicos: leis, decretos, resoluções:
Brasil. Agência Nacional de Águas – ANA, 2021. Declara situação crítica de escassez quantitativa dos recursos hídricos na Região Hidrográfica do Paraná (Resolução ANA nº 77, de 1º de junho de 2021). Diário Oficial da União [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF. Retrieved in 2021, July 19, from https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/resolucao-ana-n-77-de-1-de-junho-de-2021-323553340.

Número de autores por artigo

Não existe limite para número de autores por artigo. No entanto, artigos simples e com quantidade de informação modesta e dentro de uma única especialidade se espera poucos autores (dois ou três). Artigos com dados de diferentes regiões geográficas com coleta feita por diferentes grupos de pesquisa e com a necessidade de especialistas em diferentes áreas do conhecimento (taxonomia, modelagem matemática, bioinformática, ecologia da paisagem, etc.) espera-se um grande número de autores (oito, 10 ou mais). Por exemplo, na elaboração de um artigo científico são cumpridas cinco etapas. 1. Elaboração da pergunta (o que se pretende responder) e confecção do projeto com o delineamento amostral ou experimental. 2. Execução das amostragens ou do experimento. 3. Análise dos dados (determinações em laboratório, confecção de tabelas e gráficos, aplicação de análises estatísticas, etc.). 4. Interpretação dos resultados à luz do conhecimento científico já existente. 5. Redação do trabalho. Somente quem participar ativamente de ao menos três das cinco etapas deve participar da autoria do trabalho.

Carta de Apresentação

Submeter uma carta de apresentação com as principais contribuições do trabalho, sugerindo três potenciais revisores (nome completo, e-mail para contato e justificativa para sugeri-los). Informar na carta a contribuição de cada autor do manuscrito na elaboração de cada uma das cinco etapas mencionadas acima (1. Elaboração da pergunta e do projeto; 2. Execução do experimento; 3. Análise dos dados; 4. Interpretação dos resultados; 5. Redação do trabalho.)

Parecer de Comitê de Ética

Caso aplicável, submeter o parecer aprovado por Comitê de Ética

 

 

Envio de manuscritos

 

Os manuscritos confeccionados segundo as instruções acima devem ser enviados em arquivo do Word for Windows através do Sistema SciELO de Publicação (http://submission.scielo.br/index.php/alb/index). A ABLimno não cobra nenhuma taxa para submissão e avaliação de manuscritos.

 

 

Associação Brasileira de Limnologia Av. 24 A, 1515, 13506-900 Rio Claro-SP/Brasil, Tel.:(55 19)3526 4227 - Rio Claro - SP - Brazil
E-mail: actalimno@gmail.com