(Atualizado: 09/06/2022)

Sobre o periódico

 

Informações básicas

 

Estudos de Psicologia (Campinas) é um periódico de publicação avançada do programa de Pós-Graduação em Psicologia do Centro de Ciências da Vida da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Fundada em 1983, incentiva contribuições da comunidade científica nacional e internacional.

Tem por missão promover e divulgar o conhecimento científico e técnico na área de Psicologia, bem como discutir o significado de práticas nos campos profissionais e da pesquisa, por meio da publicação de artigos originais que representem contribuições relevantes para a área e suas interdisciplinariedades. Publica, também, trabalhos teóricos, revisões críticas e comunicações relevantes à Psicologia como ciência e profissão.

Atualmente está classificada como A1 na lista Qualis/Capes e é indexada nas seguintes bases de dados nacionais e internacionais: Clase, DOAJ, Index Psi, Latindex, LILACS, PsycINFO, Psicodoc, RedaLyc, Scopus e SciELO.

A Estudos de Psicologia estimula as contribuições da comunidade científica nacional e internacional. Todos os artigos devem ser submetidos de forma eletrônica, pela página da ScholarOne.

A Estudos de Psicologia não cobra taxas de submissão e/ou publicação.

A Estudos de Psicologia verificará, por meio de uma ferramenta de detecção de plágio, todos os artigos submetidos antes de enviar para a revisão por pares.

A abreviatura de Estudos de Psicologia é Estud. psicol. (Campinas), que deve ser usada em bibliografias, notas de rodapé e em referências e legendas bibliográficas.

 

 

Fontes de indexação

 
  • Clase
  • DOAJ
  • Index Psi
  • Latindex
  • LILACS
  • Psicodoc
  • PsycINFO
  • RedaLyc
  • Road
  • SciELO
  • Scopus

Qualis: A1

 

 

Direitos autorais e licença de uso

  Em todos os artigos publicados pela Estudos de Psicologia (Campinas), os direitos autorais são mantidos pelos autores. Os artigos são protegidos sob uma licença Creative Commons CC BY 4.0 de acesso aberto, o que significa que qualquer pessoa pode baixar e ler o artigo sem nenhum custo. Ainda, o artigo pode ser reutilizado e citado desde que seja mencionada a versão original publicada. Essas condições permitem o máximo uso e exposição do estudo, garantindo, ao mesmo tempo, que os autores recebam o devido crédito.  

 

Patrocinadores

 

A publicação da revista é financiada com recursos das seguintes instituições:

  • Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas)
  • Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq
 

 


 

Corpo Editorial

 

Editora-chefe

   

 

Editores associados

   

 

Editores associados internacionais

   

Editor gerente

 
  • Caroline Reolon – Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, SP, Brasil.
 

 

Conselho consultivo

   

 

Conselho consultivo internacional

 
  • Andres Roussos – Universidad de Belgrano, Buenos Aires, Argentina, ORCID iD 0000-0002-5138-9664, E-mail: andres.roussos@comunidad.ub.edu.ar 
  • Athanasios Marvakis – Aristotle University of Thessaloniki, Thessaloniki, Grécia, ORCID iD 0000-0002-2195-0262, E-mail: marvakis@eled.auth.gr 
  • Barbara Byrne – University of Ottawa, Otawa, Canada, ORCID iD 0000-0002-8907-1272, E-mail: bmbyrne@comcast.net 
  • Carlos Saiz - Universidad de Salamanca, Salamanca, Espanha, ORCID iD 0000-0002-5243-958X, E-mail: csaiz@usal.es   
  • Feliciano Henriques Veiga – Universidade de Lisboa, Lisboa, Portugal, ORCID iD 0000-0002-2977-6238, E-mail: fhveiga@ie.ulisboa.pt  
  • Guillermo de la Parra – Pontificia Universidad Católica de Chile, Santiago, Chile, ORCID iD 0000-0002-3498-3012, E-mail: guillermo.delaparra@gmail.com 
  • Hernan Camilo Pulido-Martinez – Pontificia Universidad Javeriana, Bogotá, Colômbia, ORCID iD 0000-0003-1071-2784, E-mail: campulido@hotmail.com   
  • Irene Borges Duarte – Universidade de Évora, Évora, Portugal, ORCID iD 0000-0002-5218-6754, E-mail: iborgesduarte@gmail.com   
  • José Livia Segovia – Universidad Federico Villareal, Lima, Perú, ORCID iD 0000-0002-4681-3440, E-mail: livsegjo@yahoo.com  
  • Josep Maria Blanch Ribas – Universitat Autònoma de Barcelona, Barcelona, Espanha, ORCID iD 0000-0001-7298-457X, E-mail: jmbr47@yahoo.es  
  • Maria de Fátima Morais – Universidade do Minho, Braga, Portugal, ORCID iD 0000-0001-8180-6687, E-mail: famorais@ie.uminho.pt    
  • Marion Schulmeyer - Universidad Privada de Santa Cruz de la Sierra, Santa Cruz, Bolivia, ORCID iD 0000-0002-0707-0656, E-mail: marionschulmeyer@gmail.com 
  • Nielsen Pereira - Purdue University, West Lafayette, IN, Estados Unidos, ORCID iD 0000-0002-5399-4622, E-mail: npereira@purdue.edu 
  • Rosa Caron – Université de Paris Diderot, Paris, França, ORCID iD 0000-0002-9283-0647, E-mail: rosa.caron@wanadoo.fr 
  • Thomas Teo – York University, Toronto, Canada, ORCID iD 0000-0002-1646-5035, E-mail: tteo@yorku.ca 
  • Todd Lubart - Université Paris Descartes, Paris, França, ORCID iD 0000-0002-8776-8797, E-mail: todd.lubart@univ-paris5.fr
 

 

Produção editorial

 

Normalização e Revisão – Bibliotecárias

  • Jacqueline Coutinho Costa – Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, SP, Brasil
  • Tatiane Roberta de Carvalho – Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, SP, Brasil

Apoio Administrativo

  • Nicolas Gabriel do Carmo Santos – Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, SP, Brasil
 

 


 

Instruções aos autores

 

Escopo e políticas

 

A Revista Estudos de Psicologia (Campinas) (e-ISSN 1982-0275) tem por missão promover e divulgar o conhecimento científico e técnico na área de Psicologia, bem como discutir o significado de práticas no campo profissional e da pesquisa, por meio da publicação de artigos originais que representem contribuições relevantes para a área de Psicologia. A Revista adota a modalidade de publicação contínua desde 2019.

Publica também, trabalhos teóricos, revisões críticas e comunicações relevantes à Psicologia como ciência e profissão incentivando contribuições da comunidade científica nacional e internacional.

São aceitos artigos originais para as seguintes áreas: Psicologia do Desenvolvimento, Psicologia Social, Psicologia Cognitiva, Percepção e Neurociência, Psicologia Escolar e Educacional, Psicologia Comunitária, Psicologia Clínica e Psicoterapias, Psicologia da Saúde, Avaliação Psicológica, Psicologia Organizacional e do Trabalho.

A Estudos de Psicologia (Campinas) não publica mais que 1 (um) artigo do mesmo autor (tanto na posição de autor principal quanto na de coautor) no mesmo ano (volume). Esse procedimento visa aumentar o número de temas e de colaborações provenientes de autores nacionais e internacionais.

A revista Estudos de Psicologia (Campinas) em conformidade com o movimento da Ciência Aberta apoia o uso de servidores preprints e aceita manuscritos depositados previamente em servidores confiáveis como o SciELO Preprints.

A Revista apoia o uso de repositórios para depósito que visam a preservação, disseminação e reutilização de dados como o SciELO Data

 

Política de acesso público

A Revista é adepta ao Acesso Aberto (Open Access), e todo o seu conteúdo é disponível e protegido sob a Licença Creative Commons (CC-BY).

 

Política de depósito de dados 

Os dados são os registros científicos que validam os resultados da pesquisa. Dados de pesquisa variam de acordo com a área de conhecimento e abrangem: documentos textuais, planilhas, estatísticas, cadernos de laboratório, cadernos de campo, diários, questionários, transcrições, arquivos de áudio, vídeo, fotografias, metodologias, fluxos de trabalho, relatórios parciais e outros materiais elaborados e/ou coletados durante o desenvolvimento da pesquisa. Apoiados nos princípios FAIR (Findable, Accessible, Interoperable e Reusable [Achável, Acessível, Interoperável, Reutilizável]), a Revista de Nutrição recomenda que os dados da pesquisa sejam depositados no Scielo Data após a aprovação dos manuscritos e que o Guia de depósito de dados de pesquisa seja consultado para tal finalidade.

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.

 

Plágio e boa conduta acadêmica

A revista Estudos de Psicologia (Campinas) verificará os artigos por meio da ferramenta de detecção de plágio CrossCheck, para identificação de similaridade de textos. A Revista considera o plágio e autoplágio práticas que ferem a integridade científica. Tais ações serão levadas para avaliação do Conselho Editorial. Os autores serão informados da situação e resultados dessa Etapa.

 

Considerações Éticas

Manuscritos com pesquisas relacionadas a seres humanos e animais devem declarar no corpo do texto que realizaram suas pesquisas respeitando os princípios éticos de seus respectivos países, bem como potenciais conflitos de interesse.

 

Conflitos de interesse

Autores: Os autores devem declarar, de forma explícita, individualmente, qualquer potencial conflito de interesse financeiro, direto e/ou indireto, e não financeiro etc.

 

Redes Sociais

A Revista Estudos de Psicologia (Campinas) visando maior disseminação do seu conteúdo, solicita aos autores que, após a publicação no site da SciELO, divulguem seus artigos nas redes sociais abaixo, entre outras:

Academia.edu 

Mendeley 

ResearchGate 

Google Acadêmico 

Twitter 

Além disso, a Revista sugere também o depósito dos artigos nos respectivos repositórios institucionais dos autores (sempre após a publicação no site, segundo a política da SciELO).

 

 

Submissão

 

Todos os artigos devem ser submetidos de forma eletrônica pela página <http://mc04.manuscriptcentral.com/estpsi-scielo>. Qualquer outra forma de envio não será aceita pelos Editores.

No momento da submissão deve ser anexado:

(1) O artigo (arquivo completo em formato Word, incluindo folha de rosto, resumo, abstract, texto, referências e ilustrações);

(2) As ilustrações (em arquivo separado e editável, nos formatos aceitos pela revista nos programas: Excel, GraphPrism, SPSS 22, Corel Draw Suite X7 e Word, nas seguintes extensões: .cdr, .pzf, .spv, .jpg, .jpeg, .xls, .xlsx, .doc, .docx, .vsdx, .vst. );

(3) Toda a documentação exigida pela revista (devidamente assinada por todos os autores).

Autoria

A Revista se limita a publicar artigos com até sete autores e o crédito de autoria deverá ser baseado em contribuições substanciais, tais como: (I) concepção e desenho, (II) análise e interpretação dos dados e discussão dos resultados, e (III) revisão e aprovação da versão final do artigo. Não se justifica a inclusão de nomes de autores cuja contribuição não se enquadre nos critérios acima.

O vínculo institucional deverá ser informado em até três níveis. (Ex: Universidade, Faculdade, Programa, Centro, Escola, Departamento). A indicação do autor de correspondência deverá se basear no maior grau de titulação e todos os autores devem possuir e informar o número do registro ORCID® O cadastro é gratuito disponível em: https://orcid.org/

A Revista recomenda fortemente que todos os autores e coautores tenham seus currículos atualizados na Plataforma Lattes, para submissão de artigos.

Importante: não serão aceitas inclusões ou exclusões de autores após submissão.

 

 

Documentos

 

No momento da submissão, é de obrigatoriedade dos autores encaminharem juntamente com o artigo, a seguinte documentação anexa:

  • Carta de apresentação de artigo para submissão. [Modelo]
  • Checklist de submissão preenchido [Modelo].
  • Formulário sobre Conformidade com a Ciência Aberta [Modelo]

Nos casos onde se aplica:

  • Documento que ateste a permissão para o uso de ilustrações (tabelas, fotos, gráficos e outros).
  • Declaração de Compromisso com a Ética em Pesquisa
  • Declaração do Certificado de tradução.
  • Documento que ateste a permissão para uso, adaptação e tradução de escalas e questionários.

Todas as pessoas relacionadas como autores devem assinar os documentos. São permitidos somente assinaturas escaneadas ou eletrônicas, a fim de evitar qualquer tipo de fraude. Toda a documentação deve ser enviada digitalizada e em formato PDF.

 

 

 

Categorias

 

Tipos de trabalhos aceitos pela revista Estudos de Psicologia (Campinas)

Antes do envio do manuscrito para avaliação dos consultores ad hoc, ele é submetido à pré-análise pelo Conselho Editorial. As seguintes categorias de trabalhos são aceitas para publicação: relatos de pesquisa, artigos teóricos, artigos de revisão sistemática da literatura, estudos de caso, seção temática, comunicação breve, carta ao editor (artigo de opinião) e resenha.

O manuscrito que se enquadra em uma das categorias e áreas acima será submetido à pré-análise da Comissão Editorial.

 

Publicação em inglês

Visando a internacionalização do periódico, a Revista publica artigos inéditos no idioma inglês.

No entanto, os autores podem submeter os manuscritos em português e, após a aprovação devem providenciar a tradução com profissionais credenciados pela revista Estudos de Psicologia, sendo o custo da tradução de responsabilidade dos autores.

Para assegurar a qualidade e uniformidade dos textos traduzidos para a Língua Inglesa, esse trabalho deverá ser realizado, necessariamente, por um tradutor altamente capacitado e com experiência comprovada na versão de textos científicos, indicados e credenciados junto à Revista.

 

 

Avaliação

 

Processo de avaliação

Todos os manuscritos só iniciarão o processo de tramitação se estiverem de acordo com as Instruções aos Autores. Caso contrário, serão devolvidos para adequação às normas, inclusão de carta ou de outros documentos eventualmente necessários.

Os originais serão aceitos para avaliação desde que não tenham sido enviados simultaneamente para nenhum outro periódico e/ou publicados anteriormente em eventos, preservando o caráter inédito do artigo.

Os autores devem indicar três possíveis revisores para o manuscrito com os respectivos e-mails e as instituições as quais estão vinculados (os revisores devem atuar na mesma área do artigo submetido e devem ser de instituições diferentes dos autores). Opcionalmente, podem indicar três revisores para os quais não gostaria que seu trabalho fosse enviado.

 

Apreciação pelo conselho editorial

Pré-análise: a avaliação é feita pelos Editores Científicos com base na originalidade, pertinência, qualidade acadêmica e relevância do manuscrito para a área de psicologia.

Se aprovados nessa fase, os manuscritos serão encaminhados aos revisores ad hoc selecionados pelos editores. Cada manuscrito será enviado para três revisores de reconhecida competência na temática abordada, podendo um deles ser escolhido a partir da indicação dos autores. Em caso de desacordo, o original será enviado para um quarto revisor e assim sucessivamente.

 

Processo de julgamento dos manuscritos

O processo de avaliação por pares é o sistema de blind review, procedimento sigiloso quanto à identidade tanto dos autores quando dos revisores. É responsabilidade dos autores garantirem que não haja elementos capazes de identificá-los em qualquer parte do texto.

Os documentos elaborados no Microsoft Word, devem ter a identificação do autor removidas das propriedades do documento: No menu principal, clique em Salvar como > Ferramentas (ou Opções no Mac) > Opções de segurança... > Remover informações pessoais do arquivo ao salvar > OK > Salvar.

Os pareceres dos revisores comportam três possibilidades: a) aprovação; b) reapresentação; c) recusa. Em quaisquer desses casos, o autor será comunicado.

Os pareceres são analisados pelos editores associados, que propõem ao Editor Científico a aprovação ou não do manuscrito. A decisão final sobre o parecer do artigo (aprovado ou rejeitado) caberá ao Editor-Chefe.

Os manuscritos rejeitados, mas com possibilidade de reformulação, poderão retornar como novo trabalho, dando início a outro processo de avaliação.

As correções devem ser devolvidas no prazo de 30 dias (pequena reformulação) e 40 dias (extensa reformulação), respeitando-se o fuso horário do sistema (fuso-horário de Londres).

São necessários dois pareceres favoráveis para a aceitação final da publicação. Caso ocorra um desacordo, o original será enviado para mais um revisor, para nova avaliação.

O processo de avaliação dos manuscritos terminará na segunda rodada.

A decisão final sobre a publicação ou não do manuscrito é sempre dos editores.

Pequenas alterações no texto poderão ser feitas pelo Conselho Editorial da Revista, de acordo com critérios e normas de revisão internas.

O processo de avaliação completo demora cerca de 6 meses.

Envio de novas versões

Versões reformuladas: A versão reformulada deverá ser encaminhada via site, através do link: <http://mc04.manuscriptcentral.com/estpsi-scielo>. O(s) autor(es) deverá(ão) enviar apenas a última versão do trabalho.

As modificações deverão ser destacadas em fonte na cor azul, sendo anexada a uma carta ao editor, reiterando o interesse em publicar nesta Revista e informando quais alterações foram processadas no manuscrito. Se houver discordância quanto às recomendações da consultoria, o(s) autor(es) deverão apresentar os argumentos que justificam sua posição. Caso os autores não encaminhem o manuscrito revisado e a carta-resposta no prazo estipulado, o processo editorial será encerrado, em qualquer etapa da submissão. O título e o número do protocolo do manuscrito deverão ser especificados.

 

 

Manuscrito

 

Preparando o manuscrito

A revista Estudos de Psicologia (Campinas) adota as normas de publicação da American Psychological Association – APA (7ª edição, 2020), com algumas adaptações de estilo próprio.

A Revista disponibiliza o seguinte template como modelo [Modelo]

Estrutura do texto

As folhas deverão ter numeração personalizada desde a folha de rosto (que deverá ser numerada como número 1). O papel deverá ser de tamanho A4, com formatação de margens superior e inferior (no mínimo 2,5 cm), esquerda e direita (no mínimo 3 cm), preparados em espaço entrelinhas 1,5, com fonte Arial 12. O arquivo deverá ser gravado em editor de texto similar à versão 2010 do Word.

Recomenda-se fortemente que o(s) autor(es) busque(m) assessoria linguística profissional (revisores e/ou tradutores certificados em língua portuguesa e inglesa) antes de submeter(em) originais que possam conter incorreções e/ou inadequações morfológicas, sintáticas, idiomáticas ou de estilo.

  • A seguinte ordem de apresentação deverá ser respeitada, incluindo-se os itens em páginas distintas:

    • Folha de rosto
    • Resumo/Abstract
    • Texto
    • Referências (em uma página separada, após o final do texto);
    • Ilustrações (iniciar cada uma em uma página separada, após as referências).

 

  • A formatação das referências deverá facilitar a tarefa de revisão e de editoração. Para tal, deve-se utilizar espaçamento antes e depois de 12 pt com espaçamento de 1,5 entrelinhas e fonte tamanho 12 pt, e estar de acordo com o estilo da APA (7ª edição, 2020);
  • A apresentação de informações numéricas e estatísticas, bem como a elaboração de tabelas e figuras deverá seguir que está preconizado no manual da APA (7ª edição, 2020);
  • As Ilustrações (Figuras, Quadros e Tabelas) deverão ser inseridas após a seção de Referências, incluindo-se uma ilustração por página, independentemente de seu tamanho, e respeitando-se o limite máximo de 25 laudas. Ressalta-se que elas devem ser também enviadas em arquivos separados e editáveis.

Página de rosto deve conter:

  • Título completo em português:
    • Deverá ser conciso e evitar palavras desnecessárias e/ou redundantes;
    • Sem abreviaturas e siglas ou localização geográfica da pesquisa;
    • É limitado a um máximo de 15 palavras.
  • Título completo em inglês, compatível com o título em português.
  • Sugestão obrigatória de título curto para cabeçalho, não excedendo 40 caracteres (incluindo espaços), em português (ou espanhol) e inglês.
  • Nome de cada autor, por extenso (não abreviar os prenomes), e o número do registro ORCID®. O cadastro é gratuito disponível em: https://orcid.org/.
  • Informar os dados da titulação acadêmica dos autores (se é mestre, doutor, etc.), a afiliação institucional atual (somente um vínculo por autor, em 3 níveis (Ex: Universidade, Faculdade, Programa, Centro, Escola, Departamento), sem abreviaturas ou siglas, além de cidade, estado e país.
  • Indicação do autor de correspondência que deverá se basear no maior grau de titulação, com o endereço completo da instituição à qual está vinculado.
  • Informar telefone e e-mail de todos os autores. Esses dados não serão divulgados em quaisquer circunstâncias, com a exceção do e-mail do autor de contado designado.
  • Informar, explicitamente, a contribuição de cada um dos autores no artigo, em texto corrido de até quatro linhas;
  • Informar se o artigo é oriundo de Dissertação ou Tese, indicando o título, autor, universidade e ano da publicação.
  • Informar se o artigo foi submetido a alguma plataforma de Preprints. Em caso positivo, informar o nome do repositório e a referência completa do artigo.

Poderá ser incluída nota de rodapé contendo apoio financeiro e o número do processo e/ou edital, agradecimentos pela colaboração de colegas e técnicos [explicitar o motivo, por exemplo: revisão crítica do manuscrito, coleta de dados etc.]. É obrigatório o envio da permissão expressa dos nomeados. Pode ser incluído agradecimentos a instituições que apoiaram a pesquisa, em parágrafo não superior a três linhas.

Observação: esta deverá ser a única parte do texto com a identificação dos autores, e outros tipos de notas não serão aceitos (exceto em tradução de citações).

A tramitação do artigo só será iniciada após a inclusão destas informações na página de rosto.

Resumo

Em português

O resumo deverá conter, no mínimo, 100 e, no máximo, 150 palavras. Não é permitido o uso de siglas, abreviações ou citações.

O resumo deverá incluir breve referência ao problema investigado, características da amostra, método usado para a coleta de dados, resultados e conclusões.

As palavras-chave ou descritores deverão ser obtidos na Terminologia em Ciências da Saúde (DeCS) ou na Terminologia em Psicologia. Para termos de busca livre, você também pode utilizar o Índice da SciELO.

As palavras-chave ou descritores deverão estar escritos em letras minúsculas, separadas por ponto e vírgula. Deverá conter, ao final, de 3-5 palavras-chave que descrevam exatamente o conteúdo do trabalho.

Recomendamos que as palavras-chave indicadas não estejam presentes no título.

 

Em inglês

O abstract deverá ser compatível com o texto do resumo em português, seguindo as mesmas normas, e acompanhado de keywords obtidas na Terminologia em Ciências da Saúde (DeCS) ou na Terminologia em Psicologia.

Organização do trabalho

O texto de todo trabalho submetido à publicação deverá ter uma organização clara e títulos e subtítulos que facilitem a leitura.

Para artigos quantitativos, o texto deverá, obrigatoriamente, apresentar:

Introdução: desenvolvimento do problema sob investigação, incluindo seus antecedentes históricos, e declaração do propósito da investigação.

Método: descrição dos procedimentos usados para conduzir a investigação, incluindo informações consistentes sobre os participantes, instrumentos e procedimentos utilizados. Ao final desta seção, deverá constar uma clara afirmação quanto ao atendimento sobre os procedimentos éticos adotados e fornecer o número do processo aprovado.

Resultados: relato dos resultados e análises mais importantes, que respondem aos objetivos da pesquisa.

Discussão: resumo, interpretação e implicação dos resultados, que deverá explorar, adequada e objetivamente, os efeitos discutidos à luz de outras observações já registradas na literatura. As limitações do estudo assim como assim como sugestões para futuras pesquisas devem ser apontadas. Incluir a conclusão do trabalho e considerações finais nesta seção.

Para artigos qualitativos, as seções podem variar de acordo com a ordem do seu conteúdo.

Abreviaturas e siglas: deverão ser utilizadas de forma padronizada, restringindo-se apenas àquelas usadas convencionalmente ou sancionadas pelo uso, acompanhadas do significado, por extenso, quando da primeira citação no texto. A Revista não adota siglas no plural. Não devem ser usadas no título e no resumo.

Citações

Citações em língua estrangeira traduzidas pelos autores devem constar em nota de rodapé o trecho da citação no idioma original. Na indicação da fonte deve constar: Tradução nossa. Ex.: (Pfeiffer, 2015, p. 24, tradução nossa).

Não serão aceitas referências secundárias, ou seja, a citação de citação do autor original (apud)

Não use os termos apud, op. cit, id. ibidem e outros. Eles não fazem parte dos padrões da APA.

As citações de artigos de autoria múltipla deverão ser feitas da seguinte forma:

Artigo com dois autores: citar os dois autores sempre que o artigo for referido.

Artigo com três ou mais autores: citar o sobrenome do primeiro autor seguido de et al. e do ano, desde a primeira aparição no texto.

Ambiguidade nas citações: para evitar ambiguidade, quando o texto cita múltiplos trabalhos com três ou mais autores com o mesmo ano de publicação, deve referenciar-se o número de autores necessários para distinguir a publicação. Ex.: Teles, Marques, Júlio, et al. (2018); Teles, Marques, Harcourt, et al. (2018)

Citações de obras com mesma autoria e data: diferencie-os colocando letras minúsculas após o ano tanto na citação no texto quanto na entrada da lista de referência. Ex.: (Ortega et al., 2010a, 2010b, 2010c).

Obras antigas e reeditadas: Em caso de citações antigas, com novas edições da obra, a citação deverá incluir as duas datas, a original e a data da edição lida pelo autor. Por exemplo: Freud (1912/1969, p. 154).

No caso de citação literal, com até 40 palavras, devem vir no corpo do texto entre aspas, com indicação do sobrenome do autor, a data e a página.

As citações com mais de 40 palavras devem vir em um novo parágrafo, com espaçamento simples, fonte tamanho 11 e com recuo de 4cm da margem esquerda.

Referências

As referências e citações devem estar normalizadas de acordo com o estilo da APA (7ª edição, 2020).

Deverá haver preponderância (50%) das referências dos últimos 5 anos e oriundas de revistas indexadas (item obrigatório).

Não serão aceitas citações/referências de monografias de conclusão de curso de graduação, além de resumos de trabalhos de Congressos, Simpósios, Workshops, Encontros, entre outros, e de textos não publicados (aulas, entre outros).

Se um trabalho em fase de publicação de autoria de um dos autores do manuscrito e/ou de outras fontes, for citado (ou seja, um artigo in press), é obrigatório enviar cópia da carta de aceitação (artigo já aprovado com previsão de publicação) da revista que publicará o referido artigo. Caso contrário, a citação/referência será excluída.

Se dados não publicados obtidos por outros pesquisadores forem citados pelo manuscrito, será necessário incluir uma carta de autorização, do uso dos mesmos por seus autores.

Trabalhos com um único autor deverão vir antes dos trabalhos de autoria múltipla, quando o sobrenome é o mesmo.

Em caso de trabalhos em que o primeiro autor seja o mesmo, mas os coautores sejam diferentes, deverá ser assumida como critério a ordem alfabética dos sobrenomes dos coautores.

Trabalhos com os mesmos autores deverão ser ordenados por data, vindo em primeiro lugar o mais antigo. Trabalhos com a mesma autoria e a mesma data deverão ser diferenciados em "a" e "b". Artigo no prelo deverá ser evitado.

Todos os endereços com links para Internet (URL) nas referências deverão estar ativos e levar diretamente ao documento citado.

Quando o documento citado possuir o número do DOI (Digital Object Identifier), este deverá ser informado, dispensando a data de acesso do conteúdo (vide exemplos de material eletrônico). Deverá ser utilizado o prefixo https://doi.org/...

A formatação das referências deverá facilitar a tarefa de revisão e de editoração. Para tal, devem-se utilizar espaçamento antes e depois de 12 pt com espaçamento de 1,5 entrelinhas e fonte tamanho 12. Cada uma das referências deve aparecer como um novo parágrafo, com recuo de 0,5 cm da margem esquerda a partir da segunda linha. Sugere-se a inclusão de referências de artigos já publicados na revista Estudos de Psicologia (Campinas), como forma de aumentar o seu fator de impacto.

A exatidão e a adequação das referências a trabalhos que tenham sido consultados e mencionados no texto do artigo são de responsabilidade do autor, do mesmo modo que o conteúdo dos trabalhos é de sua exclusiva responsabilidade.

Todos os autores, cujos trabalhos forem citados no texto, deverão ser seguidos da data de publicação e listados na seção de Referências.

Exemplos

Artigos com até 2 autores

Arantes, V. A., & Pinheiro, V. P. G. (2021). Purposes in life of young Brazilians: identities and values in context. Estudos de Psicologia (Campinas), 38, e200012. https://doi.org/10.1590/1982-0275202138e200012 

Artigos de 3 a 20 autores

Pompa, J. P. P., Bakker, L., & Rubiales, J. (2021). Classroom climate in the secondary school of Mar Del Plata. Psicologia Escolar e Educacional, 25, e221999. https://doi.org/10.1590/2175-35392021221999   

Zhao, N., Wang, X. H., Kang, C. Y. Zheng, Y., Yang, L. Y., Guan, T. F., Bai, Y. X., Wei, R., Hinman, H. C., & Zhang, X. Y. (2021). Sex differences in association between cognitive impairment and clinical correlates in Chinese patients with first-episode drug-naïve schizophrenia.   Annals of General Psychiatry, 20(26), 1-9.

Artigos de 21 autores ou mais

Kalnay, E., Kanamitsu, M., Kirtler, R., Collins, W., Deaven, D., Gandin, L., Iredell, M., Saha, S., White, G., Woollen, J., Zhu, Y., Chelliah, M., Ebisuzaki, W., Higgins, W., Janowiak, J., Mo, K. C., Ropelewski, C., Wang, J., Leetma, A., ... Joseph, D. (1996). The NCEP/NCAR 40-year reanalysis project. Bulletin of the American Meteorological Society, 77(3), 437-471.

Livros

Falender, C. A., & Shafranske, E. P. (2021). Clinical supervision: a competency-based approach (2nd ed.).  American Psychological Association.

Capítulos de livros

Brutlag, A. (2021). Toxicology. In S. Cital, K. Kramer, L. Hughston, J. S., & Gaynor (Eds.), Cannabis therapy in Veterinary Medicine: a complete guide (pp. 61-83). Springer International Publishing.

Obra antiga e reeditada em data muito posterior

Piaget, J., & Inhekder, B. (1969). The psychology of the child (2nd ed.). Basic Books. (Original work published 1966)

Teses ou dissertações não-publicadas

Abreu, J. S. (2021). Binômio: necrofilia e biofilia nas teorias pedagógica, psicológica e psicanalítica (Freire, Fromm e Freud) [Tese de doutorado não-publicada]. Universidade Nove de Julho.

Autoria institucional

World Health Organization. (2021). Step-by-step guide for developing a public health strategy for artisanal and small-scale gold mining in the context of the Minamata Convention on Mercury.

Trabalho apresentado em congressos publicado em anais

Perrone, R. A. P., & Ferreira, M. D. (2014). Jugar como recurso de preparación psicológica de los niños visita al hermano internado en la unidad de terapia intensiva pediátrica. Anais do VII Congreso Internacional y XII Nacional de Psicología Clínica. pp. 564-565.

Legislação

Conselho Nacional de Saúde (Brasil). (2012). Resolução no 466, de 12 de dezembro de 2012. Diário Oficial da União, Brasília.

Artigos in press

Pachur, T., & Scheibehenne, B. (in press).  Unpacking buyer-seller diferences in valuation from experience: a cognitive modeling approach. Psychonomic Bulletin & Review.

 

Material eletrônico

Artigos de periódicos

Medina, G. B. K., & Guimarães, S. R. K. (2021). Reading in developmental dyslexia: the role of phonemic awareness and executive functions. Estudos de Psicologia (Campinas), 38, e180178. https://doi.org/10.1590/1982-0275202138e180178 

Çoban, E., Serindağ, H. C., Salihoğlu, E. K., Selçuk, H. H., Eren, F., Albay, V. B, & Soysal, A. (2021). Central Nervous system vasculitis due to an endemic zoonosis in Turkey; Tularemia. Archives of Neuropsychiatry, 58(1), 73-76. http://www.noropsikiyatriarsivi.com/sayilar/452/npa_v58n1_73-76_dumromj ur8202103282101467857479.pdf 

Stanghellini, G., Daga, G. A., & Ricca, V. (2021). From the patients' perspective: what it is like to suffer from eating disorders. Eating and Weight Disorders, 26, 751-755. https://doi.org/10.1007/s40519-020-00913-8 

Teses ou dissertações não-publicadas

Martins, C. C. (2021). Escala de Autorregulacão socioemocional infantil: construção e análise de qualidades psicométricas [Dissertação de mestrado não-publicada]. Pontifícia Universidade Católica de Campinas. http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/%20jspui/handle/tede/1413  

Autoria institucional

World Health Organization. (2020, March 3). WHO announces COVID-19 outbreak a pandemic 2020. https://www.euro.who.int/en/health-topics/health-emergencies/coronavirus-covid-19/news/news/2020/3/who-announces-covid-19 -outbreak-a-pandemic#:~:text=The%20meeting%20follows%20the%20announc ement,a%20growing%20number%20of%20countries 

Pan American Health Organization. (2021). Pan American Health Organization Response to COVID-19 in the Americas: January-December 2020. World Health Organization. https://iris.paho.org/bitstream/handle/10665.2/54013/PAHOIMSP%20HECOVID-19210010_eng.pdf?sequence=1&isAllowed=y

Trabalho apresentado em congresso publicado em anais

Savagea, T., Davisa, A., Fischhoffa, B., & Morgana, G. M. (2021). A strategy to improve expert technology forecasts. Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America, 118(21), 1-5. https://www.pnas.org/content/pnas/118/21/e2021558118.full.pdf 

Artigo de jornal

Singh, K. D. (2021, May, 27). Twitter Calls on Indian Government to Respect Free Speech. The New York Times. https://www.nytimes.com/2021/05/27/technology/india-twitter.html 

 

 

Ilustrações

 

Preparando as ilustrações

São consideradas ilustrações todo e qualquer tipo de tabelas, figuras, gráficos, desenhos, esquemas, fluxogramas, fotografias, mapas, organogramas, diagramas, plantas, quadros, retratos etc., que servem para ilustrar os dados da pesquisa. Não é permitido que figuras representem os mesmos dados de tabelas.

A quantidade total de ilustrações aceitas por artigo é de 7 (sete), incluindo todas as tipologias citadas acima.

As ilustrações devem ser inseridas após o item Referências, incluindo-se uma ilustração por página, independentemente de seu tamanho, e também enviadas separadamente em seu programa original, através da plataforma ScholarOne.

As ilustrações devem ser editáveis, sendo aceitos os seguintes programas de edição: Excel, GraphPrism, SPSS 22, Corel Draw Suite X7 e Word. Sendo assim, poderão ser submetidas imagens apenas nas seguintes extensões: .cdr, .pzf, .spv, .jpg, .jpeg, .xls, .xlsx, .doc, .docx, .vsdx, .vst. Caso opte pelo uso de outro programa, deverá ser usada a fonte padrão Frutiger, fonte tamanho 7, adotada pela Revista na edição.

As imagens devem possuir resolução igual ou superior a 600 dpi.

Gráficos e desenhos deverão ser gerados em programas de desenho vetorial (Microsoft Excel, CorelDraw, Adobe Illustrator etc.), acompanhados de seus parâmetros quantitativos, em forma de tabela e com nome de todas as variáveis.

O uso de imagens coloridas é recomendável e não possui custos de publicação para o autor.

Não são aceitos gráficos apresentados com as linhas de grade, e os elementos (barras, círculos) não podem apresentar volume (3-D).

O autor se responsabiliza pela qualidade das ilustrações, que deverão permitir redução sem perda de definição, pois não é permitido o uso de formato paisagem.

A cada ilustração deverá ser atribuído um título breve, sendo numeradas consecutiva e independentemente, com algarismos arábicos, de acordo com a ordem de menção dos dados. Para gráficos, deverá ser informado também o título de todos os eixos.

Todas as colunas de Tabelas deverão ter cabeçalhos.

As palavras Figura, Tabela e Quadro, que aparecerem no texto, deverão ser escritas com a primeira letra maiúscula e acompanhadas do número a que se referirem. Os locais sugeridos para inserção de figuras e tabelas deverão ser indicados no texto. Os títulos deverão ser concisos.

Inclua, sempre que necessário, notas explicativas. Caso haja alguma sigla ou destaque específico (como o uso de negrito, asterisco, entre outros), este deve ter seu significado informado na nota de rodapé da ilustração.

Para artigos em outro idioma que não o português, deve ser observado a tradução correta das ilustrações, tabelas e figuras, além da conversão de valores para o idioma original do artigo.

Caso haja utilização na íntegra ou adaptação de figuras ou tabelas publicadas em outras fontes, deve-se anexar documento que ateste a permissão para seu uso, e ser citada a devida fonte. No caso de fotografias, é necessário o envio de uma declaração com a autorização para uso de imagem, mesmo que haja tentativa de ocultar a respectiva identidade do fotografado.

Os autores devem garantir que nada no manuscrito infringe qualquer direito autoral ou propriedade intelectual de outrem, pois caso contrário poderão responder juridicamente conforme os termos da Lei n° 9.610/98, que consolida a legislação sobre direitos autorais.

 

 

Após a aceitação

 

Provas

Serão enviadas ao autor de correspondência, sendo sua a responsabilidade de transmitir a versão para os coautores (quando houver).

 

 

Núcleo de Editoração SBI

 

Campus II, Av. John Boyd Dunlop, s/n., Prédio de Odontologia, Jd. Ipaussurama, 13060-904, Campinas, SP, Brasil.

Fone: +55 (19) 3343-7323

E-mail: psychologicalstudies@puc-campinas.edu.br 

URL: https://www.scielo.br/j/estpsi/

 

 

Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Núcleo de Editoração SBI - Campus II, Av. John Boyd Dunlop, s/n. Prédio de Odontologia, 13060-900 Campinas - São Paulo Brasil, Tel./Fax: +55 19 3343-6875 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: estudosdepsicologia@puc-campinas.edu.br