ISSN 1809-4341 versão on-line

SOBRE A REVISTA

 

Informações básicas

A missão principal da Vibrant: Virtual Brazilian Anthropology - revista eletrônica da Associação Brasileira de Antropologia - consiste em divulgar a antropologia brasileira através da publicação de artigos e materiais audiovisuais em inglês, francês e espanhol, de autoria de antropólogos que se encontram trabalhando ou estudando em instituições brasileiras.
A revista foi lançada em 2004 e atualmente é uma publicação com periodicidade quadrimestral, divulgada nos meses de abril, agosto e dezembro, disponível em versão digital.

O título abreviado do periódico é Vibrant, Virtual Braz. Anthr., que deve ser usado em bibliografias, notas de rodapé, referências e legendas bibliográficas.

 

Fontes de indexação

A Vibrant é avaliada pelo Qualis CAPES da área de Antropologia e Arqueologia como A1

ADMINISTRACIÓN PÚBLICA Y DE EMPRESAS,
CIENCIAS CONTABLES Y TURISMO                          B2

ARTES                                                              A2

CIENCIAS AMBIENTALES                                       B1

EDUCACIÓN                                                        B1

HISTÓRIA                                                          A1

INTERDISCIPLINAR                                               B1

PLANEAMIENTO URBANO Y REGIONAL / DEMOGRAFÍA  B1

SALUD COLECTIVA                                               B3

SERVICIO SOCIAL                                                B1

SOCIOLOGÍA                                                       A2

 

 

Política de acesso livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo.
Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons de atribuição BY (http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt)


Segundo a licença você tem direito à:
- Compartilhar — copiar e redistribuir o material em qualquer suporte ou formato;
- Adaptar — remixar, transformar, e criar a partir do material para qualquer fim, mesmo que comercial;
- O licenciante não pode revogar estes direitos desde que você respeite os termos da licença.
De acordo com os termos seguintes:
- Atribuição — Você deve dar o crédito apropriado, prover um link para a licença e indicar se mudanças foram feitas. Você deve fazê-lo em qualquer circunstância razoável, mas de maneira alguma que sugira ao licenciante a apoiar você ou o seu uso;
- Sem restrições adicionais — Você não pode aplicar termos jurídicos ou medidas de caráter tecnológico que restrinjam legalmente outros de fazerem algo que a licença permita.

 

Política de privacidade

Os nomes e endereços de e-mail neste site serão usados exclusivamente para os propósitos da revista, não estando disponíveis para outros fins.

 

Política de gratuidade

A VIBRANT não cobra custos de processamento ou publicação de artigos. (APCs – Article Processing Charges / Article Submission Charges).

 

Política de avaliação por pares

Os artigos são enviados para dois pareceristas ad hoc para análise qualitativa de sua forma e conteúdo, de acordo com o processo double blind review. O prazo médio ideal para elaborar a avaliação é de 21 dias. Quando a avaliação é recebida, ela é enviada ao autor do artigo, para dar conhecimento de seu conteúdo e, se for o caso, para serem feitas as modificações sugeridas. O prazo médio entre a submissão do trabalho e sua publicação é de 24 semanas.

A avaliação final cabe à Editoria Geral, com o suporte do Conselho Editorial quando se fizer necessário.

 

Ética e Práticas Editoriais

Aos pesquisadores, autores, editores e avaliadores aplicam-se normas de conduta que definem a integridade ética das atividades científicas. Para tanto, recomenda-se aos mesmos a leitura dos seguintes documentos de diretrizes básicas para a integridade da atividade científica e publicações:
a) a Declaração de Cingapura sobre Integridade em Pesquisa, 2010, https://wcrif.org/wcri2010;
b) o Código de Boas Práticas em Pesquisa da FAPESP, 2014, http://www.fapesp.br/boaspraticas/;
c) as Diretivas para a Integridade da Pesquisa do CNPq, 2011, http://cnpq.br/diretrizes;
d) o documento de Cooperação entre Instituições de Pesquisa e Periódicos em Casos de Integridade em Pesquisa: Orientação do Comitê [Internacional] de Ética em Publicações – COPE, http://publicationethics.org/;
e) a Resolução do Conselho Nacional de Saúde nº 510, de 07 de abril de 2016 - Dispõe sobre as normas aplicáveis a pesquisas em Ciências Humanas e Sociais, http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2016/Reso510.pdf;
f)  Best Practice Guidelines on Publishing Ethics, https://authorservices.wiley.com/ethics-guidelines/index.html.

Sobre conflito de interesses: em relação aos consultores ad hoc, são considerados conflitos de interesse a existência de quaisquer fatores de índole política, religiosa, relacional ou outro que possa vir a comprometer a capacidade do mesmo de emitir juízo objetivo, afetando favorável ou desfavoravelmente o tratamento imparcial dos artigos submetidos a sua revisão. Quanto aos autores, a revista considera conflito de interesses a existência de dependência financeira e/ou profissional que possa comprometer a produção objetiva de resultados de investigação, bem como sua interpretação. Em ambos os casos, caberá à comissão editorial decidir se um caso configura propriamente conflito de interesses.

 

Política Anti-Plágio

Antes de serem enviados aos pares, os artigos submetidos à revista serão verificados por softwares para identificação de plágio. Os autores devem garantir a originalidade dos manuscritos e, caso utilizem artigos de outros autores, que sejam devidamente citados. Praticar plágio em todas as suas formas é um comportamento editorial inadmissível. Desta forma, é possível que os autores recebam eventuais questionamentos durante o processo de avaliação do trabalho submetido, referente a indicações apontadas pelos softwares utilizados. Caso o plágio seja realmente comprovado, o(s) autore(s) envolvidos não poderão mais submeter artigos para a revista.

A revista utiliza software (Copia e Cola) para avaliação quanto ao teor de plágio dos trabalhos submetidos.

Política de Preservação digital

A plataforma OJS é compatível com o sistema LOCKSS (Lots of Copies Keep Stuff Safe - Muitas Cópias Mantém as Coisas Seguras), utilizado para assegurar arquivamento seguro e permanente do cache dos periódicos. LOCKSS é um software livre desenvolvido pela Biblioteca da Universidade de Stanford, que permite preservar periódicos online arquivando seus conteúdos. Cada arquivo é continuamente validado contra cópias de outras bibliotecas. Caso o conteúdo esteja corrompido ou perdido, as cópias são usadas para restauração.

Patrocinadores

A publicação recebe financiamento de:

 

[Home] [Corpo editorial] [Instruções aos autores] [Assinaturas]


Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

Associação Brasileira de Antropologia (ABA)
Caixa Postal 04491
70.904-970 - Brasília - DF - Brasil
Tel.: 55 (61) 3307-3754
Fax: 55 (61) 3307-3754


vibrant.aba@gmail.com