Scielo RSS <![CDATA[Anais do Museu Paulista: História e Cultura Material]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0101-471420030001&lang=pt vol. 10-11 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Apresentação</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-47142003000100001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>Um museu para o século XXI</b>: <b>o Museu Paulista e os desafios para os novos tempos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-47142003000100002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este texto explora o conhecimento sobre o Museu Paulista, em seus dois prédios, em São Paulo e em Itu: o que é em nossos dias; como foi criado e transformado em Museu de História; o conteúdo histórico que aparece em seu interior como passado materializado; os contextos históricos, nacional e internacional, que não estão citados; as demandas sociais atuais e a necessidade de projeto para o futuro.<hr/>This essay peers into the knowledge about Museu Paulista, in its two buildings, in São Paulo and Itu: what is it in our days; how it was created and transformed into a History museum; the historical contents shown within its walls as a materialized past; the historical, national and international contexts, which are not cited; the actual social demands and the need of a project for the future. <![CDATA[<b>A criação do Museu Paulista na correspondência de Hermann von Ihering (1850- 1930)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-47142003000100003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo discute aspectos da organização inicial do Museu Paulista a partir das correspondências de Hermann von Ihering com o geólogo Orville A. Derby e o paleontólogo Florentino Ameghino. Considera a discussão sobre a origem do Museu Paulista no contexto dos processos de consolidação das ciências naturais no Brasil. Estes foram marcados, no final do século XIX, pelas disputas por espaços de profissionalização, que ultrapassavam os limites do território nacional. Discute ainda o peso do entrelaçamento das iniciativas de caráter claramente individual nos processos oficiais de criação de loci institucionais para a pesquisa.<hr/>This essay discusses some aspects of Museu Paulista's initial organization based on Hermann von Ihering's correspondence with the geologist Orville A Derby and the paleontologist Florentino Ameghino. It considers the discussion on the origins of Museu Paulista within the context of the processes of consolidation of Natural Sciences' in Brazil. In the end of the 19th century, these processes were characterized by disputes for profession-teaching spaces that went beyond national boundaries. It also deals with the weight of the clearly personal-characterized initiatives webbing in the official processes leading to the creation of institutional loci for research. <![CDATA[<b>Museu Paulista e trocas intelectuais na escrita da História de Afonso de Taunay</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-47142003000100004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Com o objetivo de compreender a trajetória intelectual de Afonso Taunay pretende-se analisar os intercâmbios estabelecidos entre este historiador e parte de sua rede de sociabilidade reunida em torno da escrita da História de São Paulo no período de 1911 a 1929. Acredita-se que o Museu Paulista assumiu o papel de possibilidade para a escrita da História realizada pelo autor, facilitando a aquisição de obras e documentos, bem como fortalecendo conexões importantes para a concretização de suas obras. A correspondência apresenta-se como principal fonte deste estudo.<hr/>Aiming to understand Afonso de Taunay's intellectual trajectory one intends to analyze the exchanges established among this historian and part of his sociability net gathered around the writing of the History of São Paulo in the period from 1911 to 1929. It is believed that Museu Paulista assumed the possibility role for the writing of the History accomplished by the author, facilitating the acquisition of works and documents, as well as strengthening important connections for the materialization of its works. The correspondence comes as the main source for this study. <![CDATA[<b>Arquivo Aguirra</b>: <b>fonte documental sobre a formação territorial de São Paulo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-47142003000100005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O artigo trata da importância do Arquivo Aguirra, acervo documental produzido, coletado e organizado por João Baptista de Campos Aguirra (1871-1962), como fonte de informações sobre a formação territorial de São Paulo. Essa coleção, adquirida pelo Museu Paulista em 1962, foi utilizada nas pesquisas que resultaram no texto Configuração territorial, urbanização e patrimônio: Colônia da Glória (1876-1904), dissertação de mestrado para a FAU-USP. A organização dos dados de algumas das séries documentais desse Arquivo, através de um banco de dados informatizado, colaborou na interpretação de tendências de alteração fundiária na área da Glória no final do século XIX, destacando-se: a identificação de proprietários e de negócios imobiliários relevantes; o estabelecimento das etapas de concentração e divisão fundiárias; a valorização dessas propriedades.<hr/>The article is about the importance of the Aguirra Archives, a documental collection produced, gathered and organized by João Batista de Campos Aguirra (1871-1962), as a source of information about the territorial formation of São Paulo. This collection, acquired by Museu Paulista in 1962, was used in the researches which resulted in the text Territorial, urbanization and patrimony configuration: Glória's Colony (Colônia da Glória) (1876-1904), master-degree dissertation at FAU-USP. The organization of some of these Archives' series data, through a computerized data bank, helped in the interpretation of the tendencies of land alterations in the area of Glória in the end of the 19th century, with distinction to: the identification of landlords and of relevant estate businesses; the settlement of the concentration and land division phases; the valorisation of these properties. <![CDATA[<b>História nacional em São Paulo: o Museu Paulista em 1922</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-47142003000100006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O texto trata dos cinco primeiros anos da gestão de Affonso de Escragnolle de Taunay no Museu Paulista, de 1971 a 1922. Neste curto período, essencial para entender o perfil que o Museu adquiriu posteriormente, Taunay deu à vetusta instituição do Ipiranga os principais contornos de um museu histórico, ou mais precisamente, de um "lugar de memória" nacional, pretendendo fixá-lo como lugar de origem da nação brasileira e, ao mesmo tempo, concedendo a São Paulo o ansiado destaque no cenário nacional. A autora aborda assim as principais transformações que foram feitas no Museu, em relação à diretoria anterior do naturalista Hermman von Ihering, acompanhando ano a ano abertura de novas salas dedicadas à história nacional e paulista e a realização paulatina da decoração histórica dos espaços monunentais do Museu para a festa do centenário da Independência brasileira em 1922.<hr/>The essay is about the five first years of Affonso de Escragnolle de Taunay's term in the Museu Paulista, from 1971 to 1922. In this short period, essential to understand the profile the museum acquired later, Taunay gave the ancient institution of Ipiranga the main outlines of a museum of History, or even more precisely, a "place of national memory", intending to establish it as a place of origin of the Brazilian nation and, at the same time, granting São Paulo with the longed outstanding place in the national scenario. The author deals this way with the main transformations that had been carried out in the museum, in relation to the naturalist Hermman von Ihering's former term as a director, following year by year the opening of new room dedicated to the national history and the São Paulo's realization of the historic decoration of the monumental spaces of the museum for the Brazil's Independence centenary party in 1922. <![CDATA[<b>Museu Paulista</b>: <b>espaço de evocação do passado e reflexão sobre a história</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-47142003000100007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O artigo discute as relações que historicamente se estabeleceram entre o Museu Paulista da USP e seus freqüentadores, referenciando-se em depoimentos de visitantes, produzidos no período entre 1992 e 1995. O argumento central é o de que a interação secular entre a instituição e segmentos diferenciados de público fundamenta-se em tradições celebrativas criadas em torno da Independência e, também, em amplo e complexo cenário de interpretações e expectativas sobre os sentidos dos museus de História.<hr/>This article focuses the relationships historically established between the Museu Paulista of USP and its visitors, based on personal testimonies, made in the period from 1992 to 1995. The central argument is that the secular interaction between the institution and the different classes of the audience bases itself on celebrative traditions created in regard of the Independence and, also, on a large and complex scenario of interpretations and expectations about the meanings of History museums. <![CDATA[<b>O Monumento à Independência</b>: <b>registros de arquitetura</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-47142003000100008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Graças ao cuidado do arquiteto Tommaso Gaudencio Bezzi (1844-1915), em arquivar documentos e inúmeros artigos de jornais relacionados às questões que envolviam diretamente sua pessoa e o Monumento à Independência do Brasil, nos foi possível realizar um resgate de fatos relevantes ao entendimento do edifício-monumento por ele concebido. Muitas descrições de época nos possibilitam visões tanto da representatividade da obra e suas repercussões na sociedade paulistana quanto do trabalho e atividades do arquiteto. Neste sentido o texto reproduz artigos veiculados nos principais jornais de São Paulo e do Rio de Janeiro no final da segunda metade do século XIX. São artigos que descrevem a obra naquele momento histórico e que valorizam a atividade do arquiteto, nos recordando a importância e complexidade da arquitetura como produção artística. "[...] Os alicerces e o pavimento terreo estão já construidos. O tijolo, de contextura homogenea e grande dureza, é trabalhado á mão, fazendo-se nelle, como se fôra ficar a descoberto, todas as molduras com uma perfeição de que só tem o segredo os operarios italianos. Trabalhão na obra cento e tantos operarios, numero que mais tarde deve augmentar, quando a distribuição do serviço o permitir. Um plano inclinado, de grande extenção e movido por vapor, leva os materiaes ao alto do morro. Espera-se que seja o esculptor Bernardelli o encarregado de modelar a estatua de D. Pedro I e as outras que hão de decorar o edificio, que se poderá, dentro em pouco, apreciar pelo modelo em relevo, que esmeradamente está fazendo o Sr. Bezzi."<hr/>Thanks to the care of the architect Tommaso Gaudencio Bezzi (1844-1915) in filing documents and countless newspaper articles related to the matters that involved himself directly and the Monument to Brazil's Independence, it was possible for us to rescue relevant facts to the understanding of the monument-building conceived by him. Many descriptions of that time enable us to have visions as much of the power of representation of the work and its repercussions on the city São Paulo's society as in the work and activities of the architect. In this sense the text reproduces articles published in São Paulo and Rio de Janeiro's main newspapers in the end of the second half of the 19th century. The articles describe the work in that historical moment and valorize the architect's activity, reminding us of the importance and complexity of architecture as an artistic production. "[…] The foundations and the ground floor have are already built. The brick of homogen contexture and great hardness is handmade, making on it, as if it was to be uncovered, all the moldings with a perfection whose secret only the Italian workers have. Hundreds of workers are in the labor, a number that should increase later when the distribution of work allows for that. An inclined plan, of great extension and powered by steam, takes the material to the top of the hill. It is expected that the sculptor Bernadelli is the responsible for moulding the statue of D. Pedro I and the others that shall decorate the building, which should, in a short time, be appreciated by the model in relief, which is carefully making Mr. Bezzi." <![CDATA[<b>Obras desconhecidas de Miguelzinho Dutra</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-47142003000100009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Trata-se da apresentação de catorze aquarelas e Miguelzinho Dutra desconhecidas do público e dos pesquisadores. Estas imagens vêm complementar o repertório de imagens produzidas pelo pintor existentes no Museu Paulista da USP.<hr/>It deals with the presentation of fourteen Miguelzinho Dutra's water-colours unknown to the general public and the researchers. These images come to complement the image repertoire produced by the painter which are at USP's Museu Paulista. <![CDATA[<b>Ornamentação do Museu Paulista para o Primeiro Centenário</b>: <b>construção de identidade nacional na década de 1920</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-47142003000100010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Nas últimas décadas, vários estudos enfocaram o Museu Paulista, as coleções, o edifício-monumento e a gestão Afonso de Escragnole Taunay, contribuindo para o desenvolvimento do conhecimento histórico e do patrimônio arquitetônico, artístico e cultural de São Paulo. A ornamentação do Museu, organizada por Taunay, para os festejos do Primeiro Centenário da Independência, em 1922, composta essencialmente de pinturas e esculturas, visando narrar o período colonial até a Independência, é o foco deste estudo. As fontes permitem entender o caminho da seleção dos temas, a execução e a disposição das obras, em vários níveis, no Saguão, Escadaria e Salão de Honra. Os anos iniciais da gestão Taunay (1917 - 1945) foram propícios para a execução da ornamentação, visto o apoio oficial e os recursos financeiros obtidos, inclusive da sociedade paulista. A conclusão da ornamentação, no entanto, demorou duas décadas, pela exigüidade de verbas, após as festividades do Centenário. A ornamentação foi dada por concluída por Taunay, com a colocação da última ânfora na Escadaria, em 1931, e a publicação do Guia da Secção Histórica do Museu Paulista, em 1937. No entanto, as últimas pinturas foram feitas e incorporadas nos anos 60.<hr/>In the last decades, several studies have focused Museu Paulista, the collections, the monument building and Afonso de Escragnole Taunay's term, helping for the development of the historical knowledge and the architectural, artistic and cultural patrimony of São Paulo. The museum's ornamentation, organized by Taunay, for the commemorations of the First Centennial of Independence, in 1922, composed essentially of paintings and sculptures, aiming to narrate the colonial period up to the independence, is the focus of studies. The sources allowed us to understand the way the themes were selected, the making and the disposition of the works, in various levels, in the Hall, the Stairway and the Honour Room. The initial years of Taunay's term (1917 - 1945) were propitious for the making of the ornamentation, given the official support and the financial resources obtained, including the ones from the society of São Paulo. The finalization of the ornamentation, nevertheless, took two decades, due to the exiguity of the income, after the Centennial festivities. The ornamentation was granted as concluded by Taunay, with the placing of the last amphora on the Stairway, in 1931, and the publishing of the Guide of the Historical Section of Museu Paulista (Guia da Secção Histórica do Museu Paulista), in 1937. However, the last paintings were made and incorporated in the 1960's. <![CDATA[<b>O Sobrado da Convenção em Itu na antiga Rua do Carmo (atual Rua Barão do Itaim)</b>: <b>uma pesquisa documental</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-47142003000100011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O texto refere-se aos resultados de uma pesquisa documental (inventários post-morten e Livro de Notas) referente a trajetória do edifício em que está instalado o Museu Republicano na Cidade de Itu-SP, extensão do Museu Paulista-USP. Assim, a partir de todas as informações pesquisadas podemos supor que a data de construção do edifício, que abriga o Museu, seja bem anterior a 1850, ano que lhe tem sido apontado em diversos texto. Este ano registra sim, a presença de uma das famílias moradoras daquele edifício: os Almeida Prado que receberam os Convencionais de 1873.<hr/>The text is about the results of a documental work of research (post-mortem inventory and Book of Notes) regarding the trajectory of the building in which The City of Itu (SP)'s Republican Museum (Museu Republicano na Cidade de Itu-SP) is installed, an extension of Museu Paulista - USP. Therefore, from all the pieces of information researched we can infer that the construction day of the building that shelters the museum, is a lot earlier than 1850, year which has been considered as such in many essays. This year registers, in fact, the presence of one of the families that lived in that building: the Almeida Prados that hosted the Conventionals of 1873. <![CDATA[<b>De casa a museu</b>: <b>80 anos do Museu Republicano "Convenção de Itu"</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-47142003000100012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O texto apresenta um panorama geral do processo de criação do Museu Republicano "Convenção de Itu" na década de 1920. Idealizado pelos republicanos paulistas, o projeto da instituição explorou o valor simbólico da "Convenção de Itu" e o significado do lugar de sua realização como recurso para ampliar a legitimidade histórica da hegemonia do Partido.<hr/>This article presents a general overview of the creation process of Museu Republicano "Convenção de Itu" in the decade of 1920. Idealized by republicans from São Paulo, the institution's project has exploited the Convenção de Itu's symbolic values and the meaning of place where it was made as a resource to widen the historical legitimacy of the Party hegemony. <![CDATA[<b>O Serviço de Objetos do Museu Paulista</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-47142003000100013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Aborda a organização do Serviço de Objetos do Museu Paulista - curadoria de acervos e sistema de informação - e suas linhas de pesquisa: 1. Formação das coleções. 2. Formas alternativas de dinheiro. 3. Cultura visual no século XIX: museus exposições industriais e cidades / Comércio, industrialização e cultura material. 4. Arqueologia histórica e industrial. 5. Vida militar e cultura material.<hr/>It focuses the organization of the Department of Object Collections of Museu Paulista - curatorship and information system - and its research directions: 1. Formation of the collections. 2. Money alternative forms. 3. Visual Culture in the 19th century: museums, industrial exhibitions and cities / Commerce, industrialization and Material Culture. 4. Historical and Industrial Archaeology. 5. Military life and Material Culture. <![CDATA[<b>O Serviço de documentação textual e iconografia do Museu Paulista</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-47142003000100014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O artigo faz um balanço dos trabalhos de curadoria realizados durante a década de 1990 pelo atual Serviço de Documentação Textual e Iconografia do Museu Paulista, responsável pelo Fundo MP/Arquivo Permanente, centenas de coleções e fundos textuais e 50.000 peças de iconografia, grande parte delas reunidas em coleções fotográficas. Mostra como o trabalho de documentação extrapola os limites do SVDHICO para integrar-se com as atividades de conjunto do Museu e com outros grupos de pesquisa. Aponta também para novas metodologias de trabalho com imagens que permitem realizar a curadoria de forma integrada à pesquisa interdisciplinar e à difusão cultural.<hr/>The essay compares the curatorship's works realized during the decade of 1990 by the actual Department of Textual and Iconographical Documentation of Museu Paulista, responsible for the MP Fund / Permanent File (Fundo MP/Arquivo Permanente), hundreds of collections and textual funds and 50.000 iconography pieces, great part of which are gathered in photographic collections. It shows how the documentation work extrapolates the limits of SVDHICO in order to integrate itself with the group activities of the museum and with other research groups. It also points towards new work methodologies which allow to perform the curatorship in an integrated way with the interdisciplinary research and the culture diffusion.