Scielo RSS <![CDATA[Revista de Economia e Sociologia Rural]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=0103-200320080004&lang=en vol. 46 num. 4 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>A balança comercial do agronegócio brasileiro de 1989 a 2005</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032008000400001&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho analisa a contribuição do agronegócio para o saldo comercial do Brasil. Uma nova classificação de balança comercial do agronegócio foi criada e usada para analisar os lados dos produtos exportados (representados pelos produtos agrícolas, produtos de origem animal e alimentos industrializados) e dos insumos importados (representados pelos fertilizantes) para o período de 1989 a 2005. Foram elaborados modelos de importação e exportação a fim de retratar e explicar o comportamento dessas variáveis, empregando a Análise de Auto-Regressões Vetoriais (Vector Autoregression Analysis - VAR). Pôde-se observar que um aumento de 1% na atratividade - dada pelo produto do câmbio e dos preços externos - impulsiona as exportações de produtos agrícolas não processados em 1,71% imediatamente, estabilizando-se em 2% após alguns trimestres. A atratividade explica de 60% a 74% da variância dos erros de previsão dessas exportações. Nota-se que uma desvalorização cambial, por exemplo, aumenta mais as exportações de produtos do que as importações de fertilizantes. Além disso, um crescimento de 1% no PIB doméstico exerce impacto expressivo (convergindo em -1,7%) de contenção das exportações dos produtos agrícolas.<hr/>This study aims to analyze the agribusiness contribution to Brazil's trade balance. A new classification of the agribusiness trade balance was proposed and used to analyze the aspects of the exported products - agricultural products, products of animal origin, industrialized foods and imported inputs - represented by fertilizers. Imports and exports vector autoregression models were used to explain the behavior of these variables. An increase of 1% in the attractiveness - product of the exchange rate by the international prices - boosts immediately the exports of non processed agricultural products by 1.71%, stabilizing at 2% after some trimesters. The attractiveness explains 60 to 74% of the forecast error variances of these exportats. It is noted that an exchange rate devaluation stimulates more the exports of products than it does the fertilizer imports. Besides, an increase of 1% of the GDP has an expressive impact (converging into -1.7%) on agricultural products exports. <![CDATA[<b>A expansão da União Européia em 2004 e seus impactos no agronegócio brasileiro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032008000400002&lng=en&nrm=iso&tlng=en O comércio internacional tem adquirido importância crescente ao Brasil, especialmente para ao setor rural. Assim, entender o impacto da política de terceiros países no agronegócio brasileiro é importante. A União Européia (UE) é um dos principais parceiros comerciais do Brasil e é conhecida pela grande interferência que impõe ao seu setor agrícola na forma de diversos subsídios. O impacto da expansão da UE em 2004 e a reforma da Política Agrícola Comum (PAC) têm sido estudados em muitas regiões do mundo, mas não exaustivamente no Brasil. Este trabalho objetiva determinar o impacto da expansão da EU em 2004 no agronegócio brasileiro utilizando o Modelo de Equilíbrio Geral (GTAP) - Projeto de Análise do Comércio Global -, sob três cenários alternativos de reforma da PAC. Os impactos setoriais mais importantes foram sentidos na própria UE, como esperado, já que as medidas ocorrem naquele bloco. O impacto agregado da expansão da UE não foi importante para a economia brasileira. Mas, diferentes medidas da UE afetaram setores específicos do agronegócio brasileiro, como oleaginosas e carne bovina. As exportações desses setores da economia cresceram com a expansão e o descasamento dos pagamentos diretos, embora tenham decrescido com a expansão da UE sem o descasamento.<hr/>International trade has acquired increasing importance for the Brazilian economy, especially for agribusiness. In this way, understanding other countries policies that affects international trade and its impacts in this country is equally important. The European Union (EU) is one of the most important Brazilian trade partners and it is known by strong interference on its agricultural sector. The recent European enlargement and the last Common Agricultural Policy (CAP) Reform have been studied at different regions of the World but there is a lack of knowledge regarding the impacts of this on Brazilian rural sectors. This paper aims to assess the impacts of the 2004 EU enlargement on Brazilian agribusiness using the general equilibrium model Global Trade Analysis Project (GTAP) under three alternatives scenarios for CAP Reform. The sectoral impacts were more relevant within the EU, as expected, as the measures take place in this region. The aggregate impact of the enlargement with or without decoupling was not important for the Brazilian economy. But it was found that different policies affect some Brazilian agribusiness sectors performance as oilseeds and bovine meat. Exports from these Brazilian sectors grow with enlargement as decoupling takes place, though they decrease under enlargement without decoupling. <![CDATA[<b>Cabotagem como alternativa para o transporte de carnes da região Sul para o Norte/Nordeste brasileiro</b>: <b>um estudo de caso</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032008000400003&lng=en&nrm=iso&tlng=en O custo do transporte de mercadorias é um dos fatores relevantes na competitividade da maioria dos produtos. Visando reduzí-lo, empresas buscam constantemente alternativas mais eficientes para deslocar seus produtos das fábricas até os mercados consumidores. Nesse contexto, este trabalho analisa a viabilidade econômica do transporte de carnes suína e de frango, via cabotagem, da região Sul do Brasil para as regiões Norte e Nordeste. Para isso, utilizou-se um modelo de otimização de custo de transporte por programação linear, focalizando um estudo de caso. Os resultados indicam que os custos de transporte já não são mais restrições ao uso da cabotagem para esse fim.<hr/>The transportation costs are one of the main factors for companies' competitiveness. In order to decrease the costs, companies are frequently searching for different ways to transport their products to their consumers. This paper analyzes the economic viability of meat transport from the South to the North and Northeast of Brazil, using intercoastal port services. Using a transport cost optimization model and linear programming, our results indicate the economic feasibility of this option. <![CDATA[<b>Determinantes da duração esperada do emprego urbano e rural no Nordeste brasileiro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032008000400004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho tem como objetivo analisar os determinantes da duração no emprego nos estados do Nordeste para os anos 1993 e 2003. Para tanto, foram utilizados os microdados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os resultados obtidos por meio do modelo paramétrico evidenciam que a duração das relações de emprego é maior para os homens, chefes-de-família, brancos e trabalhadores com idade mais elevada. No que tange ao aspecto regional, verificou-se que os residentes nos estados de Pernambuco e Bahia - justamente os que possuem as maiores taxas de desemprego - apresentam maior rotatividade quando comparado aos demais estados nordestinos.<hr/>This study seeks to examine the determinants of the duration in employment in all Northeastern states of Brazil for the years 1993 and 2003. In order to do so, we used the data from the National Survey per Residence Samples (PNAD) which is done by the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE), every year. Results obtained by the parametric model showed that the duration of the relationship of employment is higher for men and older workers. With regard to the regional aspect, it was found that residents in the states of Pernambuco and Bahia - precisely those with the highest unemployment rates - have higher turnover when compared to other northeastern states. <![CDATA[<b>Impactos socioeconômicos do cultivo de camarão marinho em municípios selecionados do Nordeste brasileiro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032008000400005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Neste trabalho, analisa-se o impacto do camarão marinho cultivado sobre a economia de dez municípios selecionados do Nordeste brasileiro. Para tanto, foi desenvolvido o modelo da economia municipal e são usadas matrizes de insumo-produto para calcular os impactos indiretos e induzidos. São calculados os impactos diretos, indiretos e induzidos sobre o emprego, sobre a renda municipal e sobre a arrecadação municipal. Constata-se que há grande contribuição para a expansão do emprego municipal, principalmente do emprego formal. Os impactos indiretos e induzidos são reduzidos, uma vez que os desdobramentos da atividade se interligam com municípios maiores e outros estados e regiões. Os impactos sobre a renda podem ser de grande magnitude nos municípios menores. De modo geral, a renda gerada representa parcela substancial do PIB municipal. Quanto à arrecadação, a contribuição para o aumento da receita tributária é pequena, mas a contribuição, via valor agregado e exportações, para as transferências da cota-parte do ICMS e compensatória da isenção das exportações é substancial. Em conseqüência, pode-se concluir que a carcinicultura, nos municípios analisados, contribui para a elevação e a estabilidade do emprego, para a elevação e a estabilidade da renda, para a elevação da receita municipal e para a melhoria das condições de vida.<hr/>This paper analyses the impact of farmed shrimp on the economy of ten municipalities in the Northeast of Brazil. A model of the municipal economy is developed and input-output tables are used to estimate indirect and induced impacts on job, income and municipal finances. It is concluded that farmed shrimp has a sizable contribution to job increases, in particular formal employment. Indirect and induced impacts are reduced because of spillovers to larger municipalities and other states. Income impacts can be sizable in particular in small counties. In general, the generated income represents a large share of total municipal product. In relation to municipal finance, direct contribution is rather small but indirect, through product increases and mainly transferences from State and Country taxes may be substantial. In conclusion, shrimp farms in the selected municipalities, contributes to expand and stabilize employment, to expand income and product, to increase municipal finances and to improve life conditions. <![CDATA[<b>O arroz no varejo e os fatores que influenciam o dispêndio das famílias consumidoras</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032008000400006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Apesar da idéia consagrada de que arroz é uma commodity e, portanto, pouco passível de diferenciação, há um grande número de produtos, com variação de tipo, classe, padrão, embalagem, marca etc. Observa-se significativa variabilidade nos preços, tanto entre diferentes marcas, fabricantes, lojas, como também para um mesmo produto, em um curto intervalo de tempo. Diante dessas constatações, questiona-se qual o efeito da estratégia de compra de arroz por parte dos consumidores sobre seus dispêndios. Este trabalho utiliza modelos matemáticos para simular o processo de decisão de compra dos consumidores com diferentes perfis de preferência, diante dos produtos nas gôndolas dos supermercados em uma cidade no estado do Rio Grande do Sul e outra em São Paulo.<hr/>Despite the well-known idea that rice is a commodity and thus it is unlikely to be differentiated, there is a large number of rice products available in the retail market, with different classification, standards, packages, brands etc. It can be observed significant variation in their prices, considering the brands, manufacturers, stores and also when the same product is considered in a short interval of time. Before these findings, we asked what the effects of rice purchasing strategies are over consumers' expenditures. This paper proposes a mathematical model to simulate the decision process of rice purchasing by consumers with different preferences, in front of products available in supermarkets in a city of Sao Paulo state and another in Rio Grande do Sul state (Brazil). <![CDATA[<b>O comércio potencial brasileiro de carne bovina no contexto de integração regional</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032008000400007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo analisa o potencial exportador do setor brasileiro de carne bovina frente à suposição de futuros acordos de integração regional. Os países ou blocos escolhidos são: União Européia (UE), Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta), Comunidade dos Estados Independentes (CEI), República Popular da China (RPC) e Japão. Para analisar o potencial exportador do setor de carnes, foram desenvolvidos quatro generalizações metodológicas: o potencial importador dos países, o cálculo da evolução do Índice de Vantagem Revelada das Exportações do Brasil e de seus principais concorrentes, pesquisa bibliográfica das principais barreiras existentes e cálculo do Índice de Orientação Regional. Os resultados, quanto ao potencial importador, indicam que a União Européia (UE) constitui-se altamente atrativo para a carne bovina. Os resultados do cálculo das vantagens comparativas revelaram que o Brasil tem alta e crescente competitividade no setor de carnes para o período 1990 a 2003. Quanto aos concorrentes no interior de cada bloco ou país, a União Européia é que apresentou o maior concorrente. Quanto às barreiras impostas, estas revelaram ser, de modo geral, extremamente elevadas e, em alguns casos, impeditivas. Portanto, o setor brasileiro de carnes teria muito a ganhar caso fossem eliminadas tais barreiras. Enfim, na última relação, constata-se alto grau de aceitação das exportações brasileiras de carne bovina àqueles blocos que não têm barreiras sanitárias impeditivas. Contudo, ao cruzar os resultados para o setor, observa-se que, a partir da efetivação de acordos de livre comércio inter-regionais, via Mercosul, ou por acordos bilaterais, com os blocos ou países em estudo, estes trarão ganhos efetivos para o setor brasileiro de carnes.<hr/>This study analyses the Brazilian beef exportation potential considering the supposition of future agreements of regional integration. The countries or blocks that were chosen are The European Union (EU), the North American Free Trade Agreement (NAFTA) countries, the Commonwealth of Independent States, the Popular Republic of China (PRC) and Japan. To analyze the meat sector exportation potential, four methodological generalizations are developed: the importing potential of the mentioned countries, the calculus of the evolution in the Revealed Advantage Index of Brazilian exportations and its main competitors, bibliographical research of the main existing trade barriers and the calculus of the Regional Orientation Index. The results concerning the importing potential indicate that the European Union (EU) consists of a very attractive market to Brazilian beef. The results of the calculus of comparative advantages reveal that Brazil has a higher competitivity in meat sector and it increasing in the period between 1990 and 2003. When considering the competitors inside each block or country, the European Union shows up as the major competitor. As far as the imposed trade barriers, these come out, in a general way, as extremely high and sometimes representing a blockage. Thus, the Brazilian meat sector would be largely improved if these barriers were eliminated. Finally, on the last relation, we can verify the high level of acceptance of Brazilian beef exportation to those blocks that do not have impeditive sanitary barriers. Nevertheless, when crossing the results obtained to the sector one can observe that from the accomplishment of inter-regional free trade agreements, via Mercosur or through bilateral agreements with the blocks or countries considered in this study, would bring real profits to the Brazilian meat sector. <![CDATA[<b>O mercado de carne bovina no Brasil</b>: <b>os efeitos da eliminação das barreiras tarifárias e não-tarifárias</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032008000400008&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente artigo tem por objetivo avaliar os possíveis impactos da eliminação das barreiras tarifárias e não-tarifárias sobre o mercado de carne bovina brasileiro. A fim de avaliar os efeitos da liberalização dos mercados é utilizado o modelo de equilíbrio espacial formulado como um Problema de Complementaridade Mista (PCM). Para atingir o objetivo proposto são simulados quatro cenários: o primeiro considera a eliminação de todas as barreiras comerciais em um arranjo multilateral; o segundo simula a formação de uma área de livre comércio entre os países do Mercosul e da UE; o terceiro considera a formação da Alca; e o quarto simula a obtenção do status de livre de febre aftosa por parte dos países do Mercosul. Os maiores ganhos ocorrem nos cenários em que é simulada a eliminação das barreiras não-tarifárias, o que permite concluir que, para o mercado de carne bovina, apenas a eliminação das barreiras tarifárias não é o suficiente para impulsionar a produção e a exportação de carnes no Brasil.<hr/>This paper analyses the possible impacts of tariffs and non-tariffs barriers elimination on beef market in Brazil. To evaluate the effects of free trade is used a spatial model formulated as Mixed Complementary Problem (MCP). We simulate four sceneries to achieve this purpose: the first simulates the elimination of all trade barriers in a multilateral scope; the second simulates the free trade area creation between Mercosur and EU countries. The third simulates the free trade area formation between the America countries (FTAA); and the fourth considers the elimination of Foot and Mouth Disease in Mercosur countries. In the beef market it is not enough eliminate the tariffs barriers to stimulate the beef production and exportation in Brazil. The major gains occurs in sceneries where is eliminated the non-tariffs barriers. <![CDATA[<b>Potenciais benefícios do sistema de rastreabilidade animal dos EUA para o setor de carnes americano</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032008000400009&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo investigou os potenciais ganhos do setor de carnes americano advindos da implantação do Sistema Nacional de Identificação Animal (NAIS), dos EUA. Foram analisados os potenciais efeitos do NAIS sobre a percepção de risco dos consumidores americanos em relação aos perigos decorrentes do consumo das carnes bovina, suína e de aves e seus derivados. Sistemas de equações de demanda foram estimados, incorporando-se como "proxies" da percepção de risco do consumidor, séries de índices de segurança do alimento, separadamente construídas para cada tipo de carne. Tais séries foram concebidas, somando-se o número de referências nos principais jornais americanos a problemas de segurança da carne. Foi utilizado o melhor modelo estimado, escolhido com base em uma série de testes de especificação, para se construir três cenários, simulando-se os casos em que o NAIS não está implementado; que está implementado apenas para o gado bovino; e que está implementado para suínos e bovinos. Foram utilizadas as diferenças entre as receitas estimadas para cada cenário e para cada tipo de carne, como uma medida do potencial ganho advindo da implementação do NAIS. Foi concluído que os setores da carne bovina e suína poderiam arcar com os custos do NAIS. Esse resultado, contudo, depende de o quanto desses potenciais ganhos chegarão efetivamente aos produtores agrícolas.<hr/>This article investigates the potential gains to the U.S. meat sector with the implantation of the U.S. National Animal Identification System (NAIS). The focus is on the effect that the NAIS could have on consumers' risk perception about eating meat. System of demand equations are estimated using time series of food safety indexes variables used as proxies for consumers' reactions to news on meat safety issues. The series of food safety indexes are built on the basis of the number of food safety news reported in top U.S. newspapers. Using the preferred model estimates, three scenarios are constructed in order to account for the cases wherein the NAIS is not implemented, is implemented only for beef and is implemented for beef and pork. The differences in the estimated total revenues for each scenario are used as a gross measure of the NAIS benefit for each type of meat. The main conclusion is that the gains for the beef and pork sectors would be capable of covering the costs of the NAIS implementation. However, this result depends on how much of these potential gains will arrive at primary producers. <![CDATA[<b>Privatização dos serviços de extensão rural</b>: <b>uma discussão (des)necessária?</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032008000400010&lng=en&nrm=iso&tlng=en O artigo analisa e discute o tema da privatização dos serviços de extensão rural, conforme apresentado na literatura internacional. Inicialmente, a temática é situada no horizonte das discussões sobre a chamada Reforma do Estado, que pautaram as agendas sobre o desenvolvimento desde a década de 1980. Na seqüência, apresenta-se como o tema foi e vem sendo discutido à luz da teoria econômica e se examinam experiências de privatização em âmbito internacional. A análise dessas experiências mostra que a agenda inicial da privatização previa que os serviços de extensão rural, que estavam sob responsabilidade do Estado, passassem a ser integralmente assumidos pelo setor privado. No entanto, foi identificada uma série de limitações a tal intento e passou-se a proliferar os argumentos em favor de arranjos de privatização em que o Estado mantém um importante papel. Assim, o exame das experiências de privatização internacionais permitiu constatar que elas seguiram diferentes orientações. Um conjunto de experiências foi orientado pela noção de "Estado Mínimo" e outro conjunto de experiências teve como referência o Estado fomentador dos atores privados. A privatização continua sendo um processo atual e relevante e, portanto, sua discussão é considerada necessária.<hr/>The article analyzes and discusses the privatization of the rural extension services according to international literature. To start with, the subject is set in the horizon of the debate of the so called State Reform, which determined the agenda for the development since the 1980's. Next, we show how the subject has been treated so far having the economic theory as background and we examine experiments of privatization at international level. The analysis of such experiments reveals that the early agenda for the privatization took for granted that the rural extension services - which were a responsibility of the State - would be held completely by the private sectors. However, a series of obstacles appeared and arguments for models of privatization in which the State has a main role spread over. Therefore, the exam of international experiments of privatization led to the conclusion that they followed different orientations. One set of experiments was oriented by the notion of the "Minimum State" while the other had for reference the State as a supporter for private action. The privatization is a current and relevant process and, therefore, the discussion about it is considered necessary. <![CDATA[<b>The meat market in Brazil</b>: <b>a partial equilibrium model</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032008000400011&lng=en&nrm=iso&tlng=en Um modelo de equilíbrio parcial para o mercado brasileiro de carnes é ajustado por meio de mínimos quadrados em três estágios. O modelo mostra-se consistente com as observações e pode ser usado para simulações. Neste contexto, comparam-se simulações para o futuro próximo com as projeções da OECD/Aglink. Para ilustrar o emprego do modelo em simulações de políticas investiga-se o efeito de um aumento relativo no preço do milho nos mercados de carne suína e de frango, coeteris paribus.<hr/>A partial equilibrium model for the meat market is fit to Brazilian data by three stages least squares. The model is consistent with the data and may be used for simulation purposes. In this context we compare model simulations for the near future with the OECD/ Aglink outlook. To illustrate using the model for simulations in policy assessments, we investigate the effect of a relative increase in corn price on the poultry and pork markets, coeteris paribus.