Scielo RSS <![CDATA[Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1413-959620030009&lang=pt vol. 40 num. lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<B>Algumas características morfológicas segmentares da parede da aorta de galo doméstico (<I>Gallus domesticus</I>)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962003000900001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The segmental structure of the aortic wall at the thoracic and abdominal levels were studied in domestic chicken by light microscopy (LM) and scanning electron microscopy (SEM). Selected histological sections were submitted to histomorphometric studies using image analysis methods. The variables studied were the thickness of the aortic layers in the three segments investigated: ascendant thoracic, descendant thoracic and abdominal parts as well as the tubular diameters and the mean number of elastic lamellae in the medial layer of each analyzed segment. The aortic wall of the chicken had a predominately elastic structure in the thoracic portions, that decrease gradually in relative number of elastic lamellae towards the abdominal aorta in which smooth muscle cells predominated. Vascular diameters decreased gradually to the ascendant aorta from the descendant thoracic portion and to the last from the abdominal aorta.<hr/>A estrutura segmentar da parede aórtica foi estudada em galo doméstico, em níveis torácico e abdominal, nas dimensões de microscopias óptica e eletrônica de varredura. Secções histológicas selecionadas foram submetidas a estudos histomorfométricos usando métodos de análises de imagens. As variáveis analisadas foram as espessuras das túnicas da parede aórtica em três segmentos investigados, compreendendo as porções ascendente torácica; descendente torácica e abdominal, bem como os diâmetros tubulares, em cada porção, e o número médio de lamelas elásticas na túnica média de cada segmento analisado. A parede aórtica do galo doméstico apresenta estrutura predominantemente elástica nas porções torácicas, cujo número relativo de lamelas elásticas decresce gradualmente para a parte abdominal da aorta, onde células musculares lisas predominam. Os diâmetros aórticos decrescem também gradualmente, e progressivamente, da porção torácica ascendente para a porção torácica descendente, e desta para a porção abdominal da aorta. <![CDATA[<B>Prevalência de Brucelose bovina no Estado da Paraíba</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962003000900002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A serosurvey was conducted to estimate the prevalence of bovine brucellosis in the State of Paraíba, Brazil. A random sample of six municipalities was selected from each of three ecoregions of the State: the Agreste/Litoral region (1), the Cariri/Curimatau region (2) and the Sertão region (3). These 18 municipalities were divided in quadrants and one herd was selected at random from each quadrant. The sampling scheme included herds with more than 50 bovines, which excludes small-holder subsistence livestock production. At least 32 animals were sampled within each herd, stratified in four age categories, as follows: (1) at least 8 animals under 6 months of age, (2) at least 8 animals of 7 to 18 months of age, (3) at least 8 animals of 19 to 30 months of age and (4) at least 8 animals over 30 months of age. Antibodies to Brucella abortus were observed in 8 out of 18 municipalities (44.44%),in 8 out of 72 herds included in this study (11.11%) and in 8 animals out of 2343 samples collected (0.34%). The prevalence of test positive cattle by ecoregion/cattle production regions in the state showed no significant differences of risk among them. Likewise, there was no significant difference of risk among the different age categories studied. It was observed that brucellosis is widely spread across the state albeit with low animal prevalence. These results may be used in the design of a strategy for controlling bovine brucellosis in the State of Paraíba.<hr/>Foi realizado um estudo para a determinação da prevalência sorológica de brucelose bovina no Estado da Paraíba. Seis municípios foram selecionados aleatoriamente em cada uma das três ecorregiões do Estado: a região do Agreste/Litoral (1), a região do Cariri/Curimatau (2) e a região do Sertão (3). Estes 18 municípios foram divididos em quadrantes e uma propriedade foi selecionada em cada quadrante. Foram amostradas propriedades com mais de 50 animais, o que exclui as pequenas propriedades de subsistência. Pelo menos 32 animais foram amostrados de cada rebanho, estratificados nas quatro faixas etárias seguintes: (1) no mínimo 8 animais até 6 meses de idade, (2) no mínimo 8 animais com 7 a 18 meses de idade, (3) no mínimo 8 animais com 19 a 30 meses de idade e (4) no mínimo 8 animais com mais de 30 meses de idade. Anticorpos anti-B. abortus foram observados em 8 de 18 municípios (44,44%), em 8 de 72 rebanhos (11,11%) e em 8 animais dos 2343 amostrados (0,34%). A análise dos resultados de prevalência por ecorregião do Estado não revelou diferença significativa de risco entre elas. A análise dos resultados por categorias de faixa etária também não evidenciaram diferença significativa de risco entre as mesmas. Foi observado que a brucelose está amplamente disseminada no estado embora com uma baixa prevalência animal. Estes resultados podem ser úteis no delineamento de estratégias de controle da brucelose bovina no estado da Paraíba. <![CDATA[<B>Quantificação de células dos túbulos seminíferos e rendimento da espermatogênese em cutias (<I>Dasyprocta aguti</I>) criadas em cativeiros</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962003000900003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente estudo teve como objetivo avaliar o rendimento da espermatogênese de cutias criadas em cativeiro, por intermédio das razões encontradas entre tipos celulares do epitélio seminífero. Os resultados apontaram que o rendimento da espermatogênese da cutia dos nove aos quatorze meses de idade não chegou a um ponto de estabilização. O coeficiente de eficiência de mitoses espermatogoniais não aumentou com a idade. O rendimento meiótico, o rendimento geral da espermatogênese e o índice de células de Sertoli mostraram variações numéricas em função da idade, entretanto, não detectadas estatisticamente.<hr/>This study has as objective to evaluate the spermatogenesis yield of Agoutis rised in captivity, through the rates found between cellular types of the seminiferous epithelium. The results showed that the spermatogenesis yield of the Agoutis since 9 to 14 months of age did not reach the stabilization point. The coefficient of efficiency of the spermatogonium mitoses, did not increase with the age. The meiotic yield, usual spermatogenesis yield and the Sertoli cells index didn't showed numeric variation at function of the age, however, it was not detected by statistic data. <![CDATA[<B>Análise qualitativa do estabelecimento da espermatogênese em cutias (<I>Dasyprocta aguti</I>) criadas em cativeiros</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962003000900004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A determinação do estabelecimento da puberdade é bastante estudada em animais domésticos e roedores, no entanto, são escassas as pesquisas com a finalidade de estabelecer parâmetros para a biologia reprodutiva em cutias. Foram utilizadas 31 cutias machos da espécie Dasyprocta agouti, oriundas da Universidade Federal do Piauí, Estado do Piauí, e da Escola Superior de Agricultura de Mossoró, Estado do Rio Grande do Norte. Imediatamente após a orquiectomia foram retirados fragmentos e estes foram processados histologicamente, os tecidos foram corados com hematoxilina-eosina e analisou-se os parâmetros seguintes: aspectos de luminação dos túbulos seminíferos; presença de espermatócitos primários; presença de espermátides e formação dos primeiros estágios do ciclo do epitélio seminífero (CES) segundo o método da morfologia tubular. O período desde o nascimento até os cinco meses de idade correspondeu à fase impúbere; dos seis aos oito meses de idade a fase de transição da pré-puberdade à puberdade; dos nove aos dez meses de idade à fase da puberdade; e dos doze aos quartoze meses de idade à fase da pós-puberdade. A puberdade da cutia (Dasyprocta aguti), ocorreu em animais a partir dos sete meses de idade, e o estabelecimento da puberdade foi constatado em todos os animais estudados aos nove meses de idade.<hr/>The determination of the puberty beginning is widely studied in domestic animals and rodents. However, there are scarce researches with the purpose to establish parameters for the reproductive biology in Agoutis. Thirty-one male Agoutis, Dasyprocta agouti species had been used, originated from the Universidade Federal do Piauí - PI, and from the Mossoró Superior Scholl of Agriculture - RN. Immediately after the orchiectomy, histological sections were made, the tissues were stained with hematoxylin-eosine and analyzed for the following parameters: aspects of the seminiferous tubule lumen; presence of primary spermatocytes; presence of spermatid cells and formation of the first stages of the seminiferous epithelium cycle (SEC), in accordance with the tubular morphology method. The period from the birth up to five months of age corresponded to the impuberal phase; from six to eight months, to the transition from the prepuberal phase to puberty; from nine to ten months, to the puberty; and, from twelve to fourteen months of age to the after-puberty phase. The puberty of the Agouti (Dasyprocta aguti), occurred since seven months of age, being the establishment puberty beginning evidenced at nine months of age. <![CDATA[<B>Quantificação dos níveis de endotelina-1 em placentas e mebranas fetais humanas</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962003000900005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A endotelina é um peptídeo vasoconstrictor potente que possui funções angiogênicas, mitogênicas e neurotróficas. Neste estudo procurou-se quantificar os níveis de Endotelina -1 (ET-1) em vilos coriônicos placentários e no âmnio de placentas de fetos gemelares, cujas mães submeteram-se à reprodução assistida e fecundação espontânea. Foram colhidas oito amostras de placentas, que após o delivramento placentário, foram colocadas em nitrogênio líquido e, posteriormente, congeladas e mantidas à -80ºC até o processamento por ensaio imunoenzimático (ELISA). Os níveis de concentração de ET-1 em amostras de vilos coriônicos de placentas de fetos gemelares variaram de 0,52 a 0,70fmol/ml, enquanto que de fetos únicos variou de 0,47 a 0,86fmol/ml. A mesma determinação em amostras de âmnio de placentas de gemelares variou de 0,61 a 1,16 fmol/ml, enquanto que de fetos únicos variou de 0,65 a 1,04fmol/ml. Estes achados indicam que em vilos coriônicos, os níveis de concentração de ET-1 não variaram entre gemelares e fetos únicos. No âmnio, os níveis de ET-1 são mais elevados em gemelares que em fetos únicos, dados que sugerem que o âmnio é a principal fonte de ET-1 presente no líquido amniótico.<hr/>The endothelin is a potent vasoconstricor that possess angiogenic, mitogenic and neurotrophical functions. In this study we aimed to quantify the Endothelin-1 (ET-1) levels in chorionic placental villi and amnion of placentae of twins childbirths whose women were submitted to an assisted pregnancy and spontaneal fecundation. Were collected 08 placental samples. After the placental delivery the samples had been placed in liquid nitrogen and later in a -80ºC until the Enzyme-Linked Immunosorbent Assay (ELISA) technique. The concentration levels of ET-1 in samples of chorionic villi in twins placentae varied from 0,52 to 0,70 fmol/ml, while in chorionic villi single gestation varied from 0,47 to 0,86 fmol/ml. The same determination in samples of amnion of twins placentae varied from 0,65 to 1,16 fmol/ml, while in single gestation varied from 0,65 to 1,04 fmol/ml. These findings suggests that in the chorionic villi the levels of ET-1 didn't vary between twins and single gestation. In the amnion the levels of ET-1 are higher in twins than in single gestation, suggesting that the amnion is the source of ET-1 in the amniotic fluid. <![CDATA[<B>Avaliação da eficácia do colostro bovino hiperimune na infecção experimental de roedores com <I>Cryptosporidium parvum</B></I>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962003000900006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O colostro bovino hiperimune contém alta concentração de anticorpos anti- Cryptosporidium parvum. Este produto é considerado como uma das estratégias terapêuticas promissoras no controle da criptosporidiose intestinal em humanos. Com o objetivo de avaliar a eficácia do colostro bovino hiperimune na redução do parasitismo e na prevenção de alterações de mucosa intestinal, foram infectados, experimentalmente, com oócistos de Cryptosporidium parvum, vários ratos (F344) e camundongos (C57BL/6). Os resultados mostraram que o colostro bovino hiperimune apresentou altos títulos de anticorpos. Os ratos F344, tratados com colostro bovino hiperimune ou com colostro normal, tiveram redução no parasitismo intestinal e apresentaram menor comprometimento de sua mucosa. Os camundongos C57BL/6, quando tratados com colostro hiperimune ou normal, apresentaram ligeira redução do parasitismo intestinal e não evidenciaram diferenças estatísticas significantes nas alterações histopatológicas da mucosa. Conclui-se que o uso do colostro bovino hiperimune tenha um benefício limitado na infecção causada pelo Cryptosporidium parvum.<hr/>The hyperimmune bovine colostrum has a high concentration of antibodies anti-Cryptosporidium parvum. This product is considered one of the promising therapeutic strategies in the control of intestinal cryptosporidiosis in humans. With the purpose to evaluate the hyperimmune bovine colostrum efficacy in reducing the parasitism and preventing intestinal mucosa alterations, several strains of rats F344 and mice were experimentally infected with Cryptosporidium parvum oocysts. The results showed that the hyperimmune bovine colostrum had high levels of antibodies. The rats F344, treated either with hyperimmune or normal bovine colostrum, had reduction of the intestinal parasitism and presented little mucosa compromise. The mice C57BL/6 when treated either with hyperimmune or normal colostrum had slight reduction of the intestinal parasitism and evidenced no statistical significant differences in the histopathological mucosa changes. In conclusion, the use of hyperimmune bovine colostrum has a limited benefit in Cryptosporidium parvum infection. <![CDATA[<B>Irrigação da bolsa cloacal em <I>Gallus gallus domesticus</I> (matrizes de corte Hubbard)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962003000900007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Estudou-se em 30 galinhas da linhagem Hubbard, com idade variando de 10 a 12 semanas, a origem, o número e a ordenação dos vasos arteriais da Bolsa Cloacal mediante injeção do sistema vascular com solução aquosa a 50% de Neoprene Látex 450 e posterior dissecação. Os resultados mostraram a participação das artérias pudenternas esquerda e direita em todos os casos, às quais associavam-se as artérias mesentérica caudal (33,33%), caudal mediana (3,33%) e ilíaca interna esquerda (3,33%). O número total de ramos, independentemente da sua origem, variou de 2 a 9 com maior freqüência de 4 ramos. A distribuição dos vasos se fez de maneira própria para cada peça.<hr/>The Cloacal Bursa's arteries of 30 females Hubbard were injected with 50% Neoprene Latex 450 solution, and submited to dissection. The ages of the birds was to 10 to 12 weeks. The vessel's origin, number and sequence were studied The results showed the participation of the left and right internal pudendal artery in all cases, witch the association of the cranial mesenteric artery (333,33%), to median caudal artery (3,33%), and to left internal iliac artery (3,33%). The total branches number, without considering its origin, varied in 2 to 9, being 4 branches the major frequency. The vessels distribuition was the same in each bird. <![CDATA[<B>Segmentos arteriais dos rins de queixadas (<I>Tayassu pecari</I> Link, 1795)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962003000900008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Foram estudados 18 pares de rins de queixadas (Tayassu pecari), cujas artérias foram injetadas com solução corada de Vinilite dissolvido em acetona P.A., em seguida submetidos a corrosão ácida. Os moldes vasculares assim obtidos permitiram observar que: a) as artérias renais, sempre únicas, dividem-se primeiramente em ramos setoriais renais, sendo esses cranial, dorsal, dorsocranial, dorsocaudal, ventral, ventrocranial, ventrocaudal e caudal; b) as artérias segmentares renais, oriundas da segunda divisão das artérias renais, de acordo com a sua disposição topográfica, constam de: cranial, mediocranial, média, mediocaudal, caudal, dorsal e ventral; c) independente da modalidade em que se apresentam, os segmentos renais encontram-se separados entre si por áreas paucivasculares.<hr/>Was studied 18 pairs of White-lipped peccaries kidneys (Tayassu pecari), that has your renal arteries injected whit Vinilit dissolved in P.A. acetone e colored, following submitted to acid corrosion. The vascular molds like this obtained propose that: a) the renal arteries, always single, to divide firstly in setorial renal branches, being these cranial, dorsal, dorsocranial, dorsocaudal, ventral, ventrocranial, ventrocaudal and caudal; b) the segmentary renal arteries, originating from second division of the renal arteries, in agreement with your topographical disposition, consists of: cranial, mediocranial, middle, mediocaudal, caudal, dorsal and ventral; c) independent of the modality in which to introduce, the renal segments are separated amongst themselves by paucivasculars areas. <![CDATA[<B>Avaliação macro e microscópica da cicatrização de lesões experimentalmente provocadas em pele de coelhos tratadas com secreção mucoglicoproteica do escargot <I>Achatina fulica</B></I>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962003000900009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Os escargots são animais capazes de produzir através de glândulas localizadas em toda superfície do seu corpo, uma secreção glicoproteica com um poder antibacteriano que participa na própria imunidade inata¹. O poder antimicrobiano de determinadas substâncias pode auxiliar nos processos de reparação de feridas de origens diversas. Desta forma, o objetivo do presente trabalho foi o de avaliar macroscopicamente e histologicamente, os efeitos reparadores do muco do escargot Achatina fulica, em lesões provocadas por instrumento cortante na pele de coelhos. Incisões de 10cm de comprimento foram realizadas na pele de 15 coelhos. Estes foram divididos em três grupos e submetidos aos respectivos tratamentos: 1) tratamento com o muco na forma pura, 2) tratamento com o muco sob a forma de pomada e 3) um grupo sem receber o tratamento (controle). As características macroscópicas da lesão foram registradas diariamente e para a análise histológica, uma biópsia foi realizada após 72 horas de tratamento. Os fragmentos processados rotineiramente e corados com Tricrômio de Masson. Histologicamente, a epiderme dos coelhos tratados mostrou uma camada basal de células cúbicas, enquanto os do grupo controle apresentaram uma camada basal de células cilíndricas com áreas desorganizadas e a derme apresentou um estágio mais avançado no processo de reparo quando comparado ao controle. A evolução macroscópica no processo de cicatrização ocorreu num menor espaço de tempo nos coelhos do grupo pomada, em relação aos demais tratamentos.<hr/>Escargots are animals capable to produce a glycoproteic secretion by glands located in all the surface of their bodies which among other functions presents anti-bacterial power and participation in the own immunity. The antimicrobioan power of certain substances may aid of repair of wounds with several origins. Thus, the aim of the present study was to evaluate macroscopic and histologically the reparative effects of the mucus of Achatina fulica escargots on lesions made in the skin of rabbits. Incisions were performed in the skin of 15 rabbits, separated in three groups according to the treatment received. Immediately after the lesion, the respective treatments with pure mucus form and in ointment form were supplied, while the other group received no treatment (control group). The macroscopic characteristics of the lesion were registered daily and a biopsy was performed 72 hours after the treatments. The fragments were processed and stained with Masson's trichrome. The macroscopic evolution in the cicatrization process ocurred in a shorter period of time in rabbits from the ointment group, comparativity with the other groups. Histologically, the epidermis of the treated rabbits showed a basal layer of cubic cells, while rabbits of the control group presented a basal layer of cylindrical cells with cutaneous debris. <![CDATA[<B>Inoculantes bacterianos na ensilagem do capim-elefante (<I>Pennisetum purpurem, Schum</I>)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962003000900010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Estudou-se os efeitos de 3 inoculantes biológicos na ensilagem do capim-elefante, cultivar Napier, em silos de laboratório (baldes plásticos de 5 litros, portando válvula para escape dos gases). O capim sofreu corte de uniformização e adubação, sendo cortado 60 dias após, quando apresentou 14,5% de matéria seca e 9,7% de proteína bruta, tendo sido picado em partículas de 2,0 cm e submetido a quatro tratamentos: controle (C); inoculante Sil-All (SA), produto a base de Streptococcus faecium, Pediococcus acidilactici, Lactobacillus plantarum, amilase, celulase e hemicelulase; inoculante Pioneer 1174 (P), produto a base de Streptococcus faecium e Lactobacillus plantarum; e inoculante SiloBac (SB), produto a base de e Lactobacillus plantarum, Streptococcus faecium e Lactobacillus sp. Os silos foram abertos após 123 dias para determinar o perfil de fermentação, perdas e digestibilidade 'in vitro' da matéria seca. Não foram observadas diferenças quanto ao teor de nitrogênio amoniacal, ácido lático, ácido acético, ácido butírico, perdas e digestibilidade in vitro da matéria seca. No entanto, o pH de SB foi menor do que SA e C. O maior pH observado foi o da silagem C.<hr/>This study was carried out to evaluate the effects of bacterial inoculated king grass for silage production with laboratory silos ( 5 liters plastics buclets with valve for gas scape). The elephantgrass was cutted for uniformization and adubation and after 60 days (14,% DM and 9,7% PB) was cutted and sliced at 2cm lenght particle and the treatments were: control (C), Sil-All (SA) inoculant (Streptococcus faecium, Pediococcus acidilactici, Lactobacillus plantarum, amylase, cellulase e hemicellulase).; Pioneer 1174 (P) inoculant (Streptococcus faecium e Lactobacillus plantarum) SiloBac (SB) inoculant (Lactobacillus plantarum, Streptococcus faecium e Lactobacillus sp. ). After 123 of fermentation, the silos were opened and was the fermentation was characterized and determined dry matter losses and in vitro dry matter digestibility. Amoniacal nitrogen, lactic acid, acetic acid, butiric acid, dry matter losses and in vitro dry matter digestibility did not suffer influence of treatments. C and SA treatments produced silagens with higher pH.