Scielo RSS <![CDATA[Ornamental Horticulture]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=2447-536X20210002&lang=en vol. 27 num. 2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[How can biotechnology improve floriculture?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2447-536X2021000200115&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[An exogenous cytokinin supply in the ornamental fern <em>Asplenium nidus</em> L. induces an unusual post-transplant biomass accumulation]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2447-536X2021000200117&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract Ferns are ornamental plants with a low relative growth rate and long production cycles, which are grown at small pot volumes to optimize the commercial space for sale. However, the root restriction effects under this plant management can limit biomass accumulation and frond area. Since an exogenous spray with cytokinin (6-benzyl aminopurine (BAP)) has been suggested as a tool to override the root restriction in plants grown in pots, this study aimed to evaluate the effect of different BAP doses (5, 50, 100 or 200 mg L-1) once (7 days after transplant), twice (7 and 30 days after transplant) or three times (7, 30, and 60 days after transplant), on plant growth and frond area development in spore-propagated Asplenium nidus fern plants grown in pots. Both increasing the BAP doses and number of applications led to an unusual response: an excessive decrease in the frond plastochron and a significant increase in the frond number initiated at the apical shoot meristem. This large frond number was not sustained due to the low net photosynthetic rate of the younger fronds and significantly limited outward appearance.<hr/>Resumo Samambaias são plantas ornamentais com baixa taxa de crescimento relativo e longo ciclo de produção, sendo cultivadas em vasos de pequenos volumes para otimizar o espaço comercial para venda. No entanto, os efeitos da restrição de raízes sob o manejo da planta podem limitar o acúmulo de biomassa e a área das frondes. Um spray exógeno com citocinina (6-benzil aminopurina (BAP)) foi sugerido como ferramenta para substituir a restrição de raízes em plantas cultivadas em vasos. Este estudo teve como objetivo avaliar o efeito de diferentes doses de BAP (5, 50, 100 ou 200 mg L-1) aplicadas uma vez (7 dias após o transplante), duas vezes (7 e 30 dias após o transplante) ou três vezes (7, 30 e 60 dias após o transplante), no crescimento da planta e no desenvolvimento da área da folhagem em Asplenium nidus cultivadas em vasos. O aumento das doses de BAP e do número de aplicações levou a uma resposta incomum: uma diminuição excessiva no plastocrono da fronde e aumento significativo no número de frondes iniciado no meristema apical do caule. Este grande número de frondes não foi sustentado devido à baixa taxa fotossintética líquida das frondes mais jovens e aparência externa significativamente limitada. <![CDATA[Water relations in cut calla lily flowers maintained under different postharvest solutions]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2447-536X2021000200126&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract The use of chemicals in storage solutions has proved beneficial for the postharvest conservation of cut flowers. However, the effect of these solutions on the water relations of some species is still unknown. Therefore, the objective of the present investigation was to evaluate the water relations in calla lily flowers harvested at different stages and maintained under postharvest solutions with different chemicals. The flower stems were harvested in two stages of spathe opening: the early stage (cartridge) and the 1/3 flower opening stage. The flower stems were dipped in solutions with water (control), 100 mg L-1 sodium hypochlorite (NaClO), 100 mg L-1 aluminum sulfate [Al2(SO4)3], 200 mg L-1 8-hydroxyquinoline (8-HQ) and 10 mg L-1 silver nitrate (AgNO3). Over 9 days, the floral stems were kept in a room at 21 ± 2 °C and 75% ± 5% relative humidity and evaluated for changes in the pH of the solution and the water absorption, transpiration and commercial quality of the cut flowers. The addition of conservation substances to the storage solution induced spathe opening at both harvest stages and promoted water absorption by the stems, thus increasing the efficiency of flower hydration. The water balance maintenance was best for stems stored in water and storage solutions with Al2(SO4)3.<hr/>Resumo O uso de produtos químicos em soluções de armazenamento tem demonstrado efeitos benéficos para a conservação pós-colheita de flores. No entanto, o efeito dessas soluções nas relações hídricas de algumas espécies ainda é desconhecido. Portanto, objetivou-se avaliar as relações hídricas em flores de copo-de-leite colhidas em diferentes estágios e mantidas em soluções com diferentes produtos. As hastes das flores foram colhidas em dois estágios de abertura da espata: o estágio inicial (cartucho) e 1/3 de abertura. Estes foram acondicionados em soluções com água (controle), 100 mg L-1 de hipoclorito de sódio (NaClO), 100 mg L-1 de sulfato de alumínio [Al2(SO4)3], 200 mg L-1 8-hidroxiquinolina (8-HQ) e 10 mg de nitrato de prata L-1 (AgNO3). Ao longo de 9 dias, as hastes florais foram mantidas em uma sala com temperatura de 21 ± 2°C e umidade relativa de 75% ± 5% e avaliadas quanto ao pH da solução, absorção de água, transpiração e qualidade comercial. A adição de substâncias de conservação à solução de armazenamento induziu a abertura da espata nos dois estágios de colheita e contribuiu para a absorção de água pelas hastes, melhorando a hidratação das flores. A melhor manutenção do balanço hídrico foi observada para hastes armazenadas em água e soluções de armazenamento com Al2(SO4)3. <![CDATA[Heliconias with pendent inflorescences as cut flowers]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2447-536X2021000200137&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract The Heliconia species with pendent inflorescences and colorful bracts are a good option as a cut flower for floriculture market, but only a few species of this type of Heliconia eg. H. rostrata, H. rauliniana and H. chartacea are commercially produced in Brazil. This study was carried out to characterize 36 Heliconia accessions, with pendent inflorescences, to be used as cut flower, intending to increase knowledge and use of these exceptional plants among tropical flower enthusiasts and consumers. The evaluations were performed on plants of the Germplasm Collection of the Instituto Agronômico (IAC) growing in shade, partial shade or full sun conditions. Qualitative and quantitative characteristics, related to clump growth and flower stem aspects were analyzed. A point scoring system was used to determine the species most suitable for cut flower utilization. All evaluated genotypes reached enough points to be considered suitable for use as cut flowers, even those with large inflorescences and bracts arranged in different planes, facts that affect and limit handling, packaging and transportation. H. mariae, H. fernandezii, H. platystachys, H. rauliniana, H. rostrata, H. standley, H. necrobracteata and H. laxa were considered outstanding. This characterization and scoring system were important to facilitate the selection of heliconia genotypes for use as cut flowers.<hr/>Resumo As espécies de Heliconia com inflorescências pendentes e brácteas coloridas são uma boa opção para o mercado de flores de corte, mas apenas algumas espécies de Heliconia, por exemplo. H. rostrata, H. rauliniana e H. chartacea, são comercialmente produzidas no Brasil. Este estudo foi realizado para caracterizar 36 acessos de diferentes espécies, com inflorescências pendentes para serem utilizadas como flor de corte, visando a aumentar o conhecimento e a utilização destas plantas excepcionais pelos consumidores e entusiastas das flores tropicais. As avaliações foram realizadas em plantas da Coleção de Germoplasma do Instituto Agronômico (IAC) Ubatuba, São Paulo, Brasil, crescendo em condição de sombra, sombra parcial ou pleno sol. Foram analisadas características qualitativas e quantitativas relacionadas ao crescimento da touceira e características da haste floral. Um sistema de pontuação foi usado para determinar as espécies mais adequadas para a utilização de flores de corte. Todos os genótipos avaliados foram adequados para serem usados ​​como flores de corte, mesmo as de inflorescências grandes e brácteas dispostas em vários planos, fatos que afetam ou dificultam o manuseio, embalamento e transporte. H. mariae, H. fernandezii, H. platystachys, H. rauliniana, H. rostrata, H. standley, H. necrobracteata e H. laxa foram considerados excelentes. Esta caracterização e sistema de pontuação foram importantes para facilitar a seleção de genótipos de helicônias como flores de corte. <![CDATA[Ornamental potential of <em>Schomburkgia crispa</em> Lindl.]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2447-536X2021000200155&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract Orchids are one of the groups of plants with the greatest commercialization potential. They have floral characteristics highly valued in the sector of flowers and ornamental plants. However, exotics species are the most commercialized. The native species are still little explored for their ornamental potential. Thus, this work describes the vegetative and floral morphological characteristics of Schomburgkia crispa Lindl. aiming at evaluating its ornamental potential. For such, seven individuals were chosen. The quantitative characters were evaluated in all plants, totaling fifty pseudobulbs and eighty-eight flowers. During flowering, the most representative plant was chosen for the visual evaluation of its morphological features through photographs. A floral diagnosis sheet based on photos of fresh flowers was prepared by keeping the maximum level of morphological details. At the end of the experimental period, averages and standard deviations were calculated for each character evaluated. The species S. crispa presented, on average, plants 46.17 cm long, 31.50 cm wide, and with 88 cm of diameter. For flowering characters, the species presented in general 16.50 flowers per plant, 14.67 per flower stem, and 4.66 flowers opened per day, with an average durability of 32 days. Thus, we conclude that the species S. crispa has a great ornamental potential for use in ornamental horticulture.<hr/>Resumo As orquídeas são um dos grupos de plantas com maior potencial de comercialização, por apresentarem características florais muito valorizadas no setor das flores e plantas ornamentais. Entretanto, as espécies mais comercializadas são exóticas e as nativas ainda são pouco exploradas quanto ao seu potencial ornamental. Assim, objetivou-se com este trabalho descrever aspectos morfológicos vegetativos e florais de Schomburgkia crispa Lindl., visando avaliar seu potencial ornamental. Para a avaliação do potencial ornamental da espécie, foram escolhidos sete indivíduos, dos quais os caracteres quantitativos foram avaliados em todas as plantas, totalizando cinquenta pseudobulbos e oitenta e oito flores. Durante a floração foi escolhida uma planta mais representativa para a realização de avaliação visual dos aspectos morfológicos da planta por meio de fotografias. Para retratar os aspectos morfológicos das flores foi elaborada uma ficha de diagnose floral, a partir de fotos das flores frescas, mantendo o máximo de detalhes morfológicos. Ao final do período experimental foram calculados as médias e o desvio padrão para cada um dos caracteres avaliados. A espécie S. crispa apresentou, em média, plantas com 46,17 cm de comprimento, 31,50 cm de largura e 88 cm de diâmetro. Quanto aos caracteres de florescimento, a espécie, de modo geral, apresentou 16,50 flores por planta, sendo 14,67 por haste floral e 4,66 flores abertas por dia, com durabilidade média de 32 dias. Sendo assim foi possível concluir que a espécie S. crispa apresenta elevado potencial ornamental para utilização na horticultura ornamental. <![CDATA[History, landscape, and botanical report of a centenary square in Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2447-536X2021000200162&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract Historical research of public spaces provides a better understanding of the social formation and preserve cultural and landscaping heritage. José Bonifácio Square, located in Picacicaba, São Paulo State, Brazil, is an important public space. We carried out a historical survey in the archives of municipal public institutions and a landscape record was done by identifying tree species implanted in the square. We verified a strong church influence in the development of the square landscape project. The first landscaping work occurred in 1885, and it became known as City Public Garden. It presented naturalistic features, using exotic and native species, mainly trees, for landscaping composition. Several modifications and reforms were made from 1885 to 2005. José Bonifácio Square was considered highly diverse (H’ = 3.18) with 151 individuals, distributed in 36 species belonging to 14 botanical families. The native species from Atlantic Forest represented 82.6% of Bignoniaceae, Arecaceae, and Fabaceae species. The high diversity of native species found in José Bonifácio Square allowed us to infer a lower ecological fragility and a higher environmental balance than other Brazilian squares. The analysis of historical information from the years 1885 to 2019 and the analysis of the square’s floristic composition in contemporary times demonstrated José Bonifácio Square’s relevance in forming and conserving Piracicaba’s urban identity.<hr/>Resumo As pesquisas em espaços públicos históricos ajudam a entender a formação das sociedades e a preservar o patrimônio cultural e paisagístico. A Praça José Bonifácio, localizada em Piracicaba, no estado de São Paulo, é um espaço público importante na história da cidade. Um levantamento histórico foi realizado nos arquivos das instituições públicas do município e o registro da paisagem foi feito através da identificação das espécies arbóreas implantadas na Praça. Foi verificada uma forte influência da igreja no desenvolvimento do projeto da Praça estudada. O primeiro projeto paisagístico foi implementado em 1885 e o espaço ficou conhecido como Jardim Público da Cidade, com cenários naturalistas com árvores exóticas e nativas. Foram realizadas muitas reformas e modificações na praça, no período de 1885-2005. Em relação à vegetação, a Praça José Bonifácio foi considerada altamente diversa (H ‘ = 3,18) com 151 indivíduos identificados, distribuídos em 36 espécies pertencentes a 14 famílias botânicas. As espécies botânicas nativas apresentaram frequência de 82,6%, predominantemente da Mata Atlântica, sendo maior a frequência de espécies de Bignoniaceae, Arecaceae e Fabaceae, que também são frequentemente encontradas em outras praças brasileiras. A alta diversidade florística de espécies nativas encontradas na praça José Bonifácio infere a um equilíbrio ambiental quando comparada a outras praças brasileiras. A análise de informações históricas dos anos de 1885 a 2019, e a análise da composição florística da praça na contemporaneidade demonstrou a relevância da Praça José Bonifácio na formação e conservação da identidade urbana de Piracicaba. <![CDATA[Efficiency of <em>Spathiphyllum</em> spp. as a plant-microbial fuel cell]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2447-536X2021000200173&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract The purpose of this study was to investigate the utility of an ornamental plant, Spathiphyllum spp., as a plant-microbial fuel cell (Plant MFC) to produce voltage and current. This study also evaluated the effect of the Plant MFC on water use efficiency and plant growth. The experiment used four experimental groups: used MFC without plant (Soil MFC), used MFC with plant (Plant MFC), unused MFC without plant (Soil Pot), and unused MFC with plant (Plant Pot). Plant MFC generated higher voltage and current levels than Soil MFC. The average voltage of Plant MFC and Soil MFC was 0.475 V and 0.375 V, respectively, and the average current was 0.110 mA and 0.030 mA, respectively. Plant MFC using Spathiphyllum spp. produced a constant voltage output, with a deviation of 0.027 V during the four-month indoor experiment. The difference between the maximum and minimum voltage during the day was as small as 0.015 V, which supports the utility of Plant MFC as a stable power source. Volumetric soil moisture content, chlorophyll fluorescence (Fv/Fm), photosynthesis rate, leaf area, fresh weight, and dry weight of Plant MFC and Plant Pot were measured. There was no significant difference in any values, and volumetric soil moisture and plant growth were not affected by the utilization of Plant MFC. Thus, a Plant-MFC using Spathiphyllum spp. can play the same ornamental role as conventional plants and at the same time be used as a sustainable bioelectricity source.<hr/>Resumo O objetivo deste estudo foi investigar a utilidade de uma planta ornamental, Spathiphyllum spp., como célula de combustível microbiana de planta (CCM de Planta) para produzir tensão e corrente. Este estudo avaliou também o efeito da CCM de Planta na eficiência do uso da água e no crescimento da planta. A experiência utilizou quatro grupos experimentais: CCM usada sem planta (CCM de Solo), CCM usada com planta (CCM de Planta), CCM não usada sem planta (Vaso com Solo) e CCM não usada com planta (Vaso com Planta). A CCM de Planta gerou níveis de tensão e corrente mais elevados do que a CCM de Solo. A tensão média da CCM de Planta e da CCM de Solo foi de 0,475 V e 0,375 V, respetivamente, e a corrente média foi de 0,110 mA e 0,030 mA, respetivamente. A CCM de Planta usando Spathiphyllum spp. produziu uma saída de tensão constante, com um desvio de 0,027 V durante a experiência de quatro meses em ambiente protegido. A diferença entre a tensão máxima e mínima durante o dia era tão pequena quanto 0,015 V, o que apoia a utilidade da CCM de Planta como uma fonte de energia estável. Foram medidos o teor de humidade volumétrico do solo, fluorescência da clorofila (Fv/Fm), taxa de fotossíntese, área foliar, peso fresco e peso seco da CCM de Planta e do Vaso com Planta. Não houve diferença significativa em nenhum dos valores, e a humidade volumétrica do solo e o crescimento da planta não foram afetados pela utilização da CCM de Planta Assim, uma CCM de Planta usando Spathiphyllum spp. pode desempenhar o mesmo papel ornamental das plantas convencionais e ao mesmo tempo ser utilizada como uma fonte de bioeletricidade sustentável. <![CDATA[6-Benzylamino purine outperforms Kinetin and Thidiazuron in ameliorating flower longevity in <em>Calendula officinalis</em> L. by orchestrating physiological and biochemical responses]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2447-536X2021000200183&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract In view of extending the relatively brief postharvest life of flowers by a range of technologies, the present study elucidates the implication of 6-benzylamino purine (BAP), kinetin (KN) and thidiazuron (TDZ) on postharvest performance and flower longevity of isolated flowers of Calendula officinalis. BAP and KN belong to adenine group cytokinins while as TDZ is a diphenyl urea compound having cytokinin like activity. The harvested flowers were supplemented with BAP, KN and TDZ at various concentrations viz., 25, 50, 75 and 100 µM at one day before anthesis (cup shaped) stage. The control was designated by a distinct set of flowers held in distilled water (DW). Our findings revealed substantial enhancement in flower longevity by application of various growth regulators as compared to the control. Vase solutions containing BAP and KN at 50 µM and TDZ at 75 µM (individually) were most effective in improving the longevity of cut Calendula flowers. Improvement in flower longevity was primarily associated with high membrane stability index (MSI), upregulated activities of various antioxidant enzymes viz., catalase (CAT), superoxide dismutase (SOD) and ascorbate peroxidase (APX), besides an attenuated lipoxygenase (LOX) activity in the petals. As compared to control, the treated flowers exhibited higher values of soluble proteins, total phenols and total sugars, besides lower α-amino acid content in the petal tissues. However, BAP outplayed TDZ and KN in improving the flower longevity of Calendula officinalis by maintaining higher physiological and biochemical stability in petals.<hr/>Resumo Visando a estender a vida pós-colheita relativamente breve de flores de corte por uma gama de tecnologias, o presente estudo elucida a implicação de 6-benzilamino purina (BAP), cinetina (KN) e tidiazuron (TDZ) no desempenho pós-colheita e longevidade de flores isoladas flores de Calendula officinalis. O BAP e o KN pertencem às citocininas do grupo adenina, enquanto o TDZ é um composto de difenilureia com atividade semelhante à da citocinina. As flores foram suplementadas com BAP, KN e TDZ em várias concentrações 25, 50, 75 e 100 µM um dia antes do estágio de antese (em forma de copo). O controle foi designado por um conjunto distinto de flores mantidas em água destilada (DW). Nossos resultados revelaram o aumento substancial na longevidade das flores pela aplicação de vários reguladores de crescimento em comparação com o controle. Soluções de vaso contendo 50 µM de BAP e KN e 75 µM de TDZ (individualmente) foram mais eficazes em melhorar a longevidade das flores de calêndula cortadas. A melhora na longevidade das flores foi principalmente associada com alto índice de estabilidade de membrana (MSI), o aumento das atividades de várias enzimas antioxidantes viz., Catalase (CAT), superóxido dismutase (SOD) e ascorbato peroxidase (APX), além de uma atividade atenuada de lipoxigenase (LOX) em as pétalas. Em relação ao controle, as flores exibiram maiores valores de proteínas solúveis, fenóis e açúcares totais, além de menor teor de α-aminoácidos. No entanto, o BAP superou o TDZ e o KN na melhoria da longevidade da flor de Calendula officinalis, mantendo maior estabilidade fisiológica e bioquímica nos tecidos das pétalas. <![CDATA[Calcium nitrate on growth and ornamental traits at salt-stressed condition in ornamental kale (<em>Brassica oleracea</em> L. var. Acephala)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2447-536X2021000200196&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract Ornamental plants are used to improve the aestheticquality of urban and rural landscapes, recreational areas, interiorscapes and commercial sites. Any negative effects of salts on ornamental plant growth have to be taken into consideration mainly for their negative influences on aesthetic value of ornamental plants. The research was conducted to determine the effects of different concentrations of calcium nitrate on some stress parameters (i.e. leaf relative water content, chlorophyll, stomatal conductance, ion leakage in the leaf tissues) and some plant growth parameters (total leaf number, number of dried leaf, main stem diameter, plant crown diameter, plant height, fresh and dry weight of root) of ornamental kale (Brassica oleracea L. var. acephala) plant grown under saline conditions. Four doses of NaCl (NaCl1:30, NaCl2:60, NaCl3:90, NaCl4:120 mM), three doses of Ca(NO3)2 (CaN1:5, CaN2:10, CaN3:15 mM), groups combined together in all doses of NaCl and Ca (NO3)2 and control (NaCl0:0 + CaN0:0) were applied into the pots with three replications. Ca (NO3)2 was applied to the leaf surface of the plants in the pots to be applied as Ca (NO3)2 spray. When the plants reached a certain maturity (two weeks after transfer to the pot), salt stress applications were started. Ca (NO3)2 treatments have applied after one week from salt stress applications. Calcium nitrate treatements applied under salt stress conditions had positive effects and increasing in effect on all parameters examined except for chlorophyll and ion leakage in leaf tissues of the plant. With increasing in calcium nitrate concentration, morphological and physiological characteristics of plants were observed increases in general. It was concluded that the increase of the number of leaves by NaCl2+CaN3 application can be minimized with CaN3 (with 15 mM Ca (NO3)2) stress caused by 60 mM salt concentration According to the results of the research, calcium nitrate applications can be recommended for ornamental kale plants grown under salt stress conditions especially limiting the negative effects of stress and to minimize such damage.<hr/>Resumo As plantas ornamentais são utilizadas para melhorar a qualidade estética de paisagens urbanas e rurais, áreas de lazer, paisagens interiores e locais comerciais. Quaisquer efeitos negativos dos sais no crescimento das plantas ornamentais devem ser levados em consideração principalmente por suas influências negativas no valor estético das plantas ornamentais. A pesquisa foi conduzida para determinar os efeitos de diferentes concentrações de nitrato de cálcio em alguns parâmetros de estresse (ou seja, teor de água relativo à folha, clorofila, condutância estomática, perda iônica nos tecidos da folha) e alguns parâmetros de crescimento da planta (número total de folhas, número de folhas secas folha, diâmetro principal do caule, diâmetro da copa da planta, altura da planta, massa fresca e seca da raiz) de planta de couve ornamental (Brassica oleracea L. var. acephala) cultivada em condições salinas. Quatro doses de NaCl (NaCl1: 30, NaCl2: 60, NaCl3: 90, NaCl4: 120 mM), três doses de Ca(NO3)2 (CaN1: 5, CaN2: 10, CaN3: 15 mM), grupos combinados em todas as doses de NaCl e Ca(NO3)2 e controle (NaCl0: 0 + CaN0: 0) foram aplicadas nos vasos com três repetições. O Ca(NO3)2 foi aplicado na superfície foliar das plantas nos vasos a serem aplicados como spray de Ca(NO3)2. Quando as plantas atingiram uma certa maturidade (duas semanas após a transferência para o vaso), as aplicações de estresse salino foram iniciadas. Tratamentos de Ca(NO3)2 foram aplicados após uma semana das aplicações de estresse salino. Tratamentos com nitrato de cálcio aplicados sob condições de estresse salino tiveram efeitos positivos e crescentes em efeito em todos os parâmetros examinados, exceto para clorofila e perda iônica nos tecidos foliares da planta. Com o aumento da concentração de nitrato de cálcio, as características morfológicas e fisiológicas das plantas foram observadas aumentos em geral. Concluiu-se que o aumento do número de folhas pela aplicação de NaCl2 + CaN3 pode ser minimizado com estresse de CaN3 (com 15 mM Ca(NO3)2) causado pela concentração de sal 60 mM. De acordo com os resultados da pesquisa, aplicações de nitrato de cálcio podem ser recomendado para plantas ornamentais de couve cultivadas em condições de estresse salino, especialmente para limitar os efeitos negativos do estresse e minimizar tais danos. <![CDATA[<em>In vivo</em> polyploidy induction of <em>Phalaenopsis amabilis</em> in a bubble bioreactor system using colchicine]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2447-536X2021000200204&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract Phalaenopsis amabilis Blume var. grandiflora Bateman is economically important as cut and pot flower. Polyploidy is considered as a valuable tool in improvement and evolution of ornamental plants. Protocorm-like bodies (PLBs) of P. amabilis were cultured on Murashige and Skoog medium containing 0.20 mg L-1 IBA together with 2.00 mg L-1 KIN and 1.00 g L-1 activated charcoal and grown for a period of five months. Fully-developed plantlets from in vitro grown PLBs were immersed in a bubble reactor filled with half-strength Hoagland solution containing the antimitotic agent colchicine (0.05%, 0.10% and 0.15%, w/v) for 72 h with a few drops (1 mL of 0.1%) of octylphenoxypolyethoxyethanol or Nonidet (P-40) as a surfactant. Plantlets were aerated to prevent hypoxia. Colchicine-treated and untreated plantlets were transferred to pots for a period of 60 days. Tetraploidy was successfully induced by 0.15% colchicine. Polyploidy levels were firstly detected using flow cytometry and then confirmed by cytological and morphological observations. The chromosome number was 2n = 2x = 38 in diploids and 2n = 4x = 76 in tetraploid. Incubation of plantlets in liquid medium containing 0.15% colchicine induced the maximum recovered tetraploids with minimum frequency of survival (50%). The tetraploid plants were more compact and exhibited round and thick leaves with darker green color than diploids. Stomata size in tetraploids were larger with less density than diploids. Chloroplast number in guard cells of tetraploids was about two times more than that of control. These results indicate that induction of tetraploids are a reliable and powerful tool for generation of novel phenotypes with ornamental and horticultural value for genetic improvement and breeding. Produced tetraploids in current study have potential in the ornamental/floriculture trade.<hr/>Resumo Phalaenopsis amabilis Blume var. grandiflora Bateman é economicamente importante como flor cortada e em vaso. A poliploidia é considerada ferramenta valiosa no melhoramento e evolução das plantas ornamentais. Corpos semelhantes a protocórmio (PLBs) de P. amabilis foram cultivados em meio Murashige e Skoog contendo 0,20 mg L-1 de IBA junto com 2,00 mg L-1 KIN e 1,00 g L-1 de carvão ativado e cultivados por um período de cinco meses. Plântulas totalmente desenvolvidas de PLBs cultivadas in vitro foram imersas em um reator de bolha preenchido com solução de Hoagland meia-força contendo o agente antimitótico colchicina (0,05%, 0,10% e 0,15% p v-1) por 72 h com algumas gotas (1 mL de 0,1%) de octilfenoxipolietoxietanol ou Nonidet (P-40) como um surfactante. As plântulas foram aeradas para prevenir a hipóxia. As plântulas tratadas e não tratadas com colchicina foram transferidas para vasos por um período de 60 dias. A tetraploidia foi induzida com sucesso pela colchicina 0,15%. Os níveis de poliploidia foram detectados primeiramente por citometria de fluxo e depois confirmados por observações citológicas e morfológicas. O número de cromossomos era 2n = 2x = 38 em diploides e 2n = 4x = 76 em tetraploide. A incubação de mudas em meio líquido contendo 0,15% de colchicina induziu o máximo de tetraplóides recuperados com frequência mínima de sobrevivência (50%). As plantas tetraplóides eram mais compactas e exibiam folhas arredondadas e grossas com coloração verde mais escura que as diplóides. O tamanho dos estômatos nos tetraploides foi maior com menos densidade do que nos diploides. O número de cloroplastos nas células-guarda dos tetraplóides era cerca de duas vezes mais do que no controle. Esses resultados indicam que a indução de tetraplóides é uma ferramenta confiável e poderosa para a geração de novos fenótipos com valor ornamental e hortícola para melhoramento genético. Os tetraplóides produzidos no presente estudo têm potencial no comércio ornamental e floricultura. <![CDATA[Shoot position, cutting types and auxin treatments influence rooting response on <em>Tecoma stans</em>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2447-536X2021000200213&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract This study investiges the rooting ability and the growth performance of lower and upper shoot positions and type of the cuttings, i.e. soft and hard wood and leafy and non leafy, of Tecoma stans (L.) Kunth. The cuttings were collected from 4-year old plants growing in the Chauras Campus of H.N.B. Garhwal University Srinagar Garhwal, Uttarakhand, India. The rooting ability of cuttings was studied under the treatments of indole-3-butyric acid (IBA) and Indole 3-acidic acid (IAA) under 0.0%, 0.3%, 0.4%, 0.5% concentration in both hormones. The rooting response was significantly (p &lt; 0.05) better in 0.4% IBA compared to other treatments and control (0% IBA and IAA). The ratio of number of roots to rooted cuttings and length of root to rooted cuttings in the different treatments showed significant differences (p &lt; 0.05). The rooted cuttings were further transferred, into the polythene bags and shifted to open nursery conditions. Under such conditions, the rooted cuttings treated with 0.4% and 0.5% IBA demonstrated the highest (90% to 100%) survival capacity in the lower portion soft wood and leafy stem cuttings. Plantable plant and plant height was greater in the 0.4% IBA concentration treatment. The results of the study suggest that rooting of soft wood stem cuttings having lower position and leaves could be an effective mean of regenerating to T. stans. Furthermore, the application of 0.4% IBA concentration treatment is appropriate for rooting of juvenile leafy stem cuttings in a mist chamber.<hr/>Resumo Este estudo investiga a capacidade de enraizamento e o desempenho de crescimento das posições inferiores e superiores dos ramos e do tipo de estaca, ou seja, madeira macia e dura, com folhas e sem folhas de Tecoma stans (L.) Kunth. As estacas foram coletadas de plantas com 4 anos de idade, crescendo no Campus Chauras de H.N.B. Garhwal University Srinagar Garhwal, Uttarakhand, Índia. O enraizamento das estacas foi estudado sob os tratamentos de ácido indol-3-butírico (IBA) e ácido indol 3-ácido (IAA) nas concentrações de 0,0%, 0,3%, 0,4%, 0,5% em ambos os hormônios. A resposta de enraizamento foi significativamente (p&lt;0,05) melhor em 0,4% de AIB em comparação com os outros tratamentos e controle (0% de AIB e AIA). A razão número de raízes para estacas enraizadas e comprimento da raiz para estacas enraizadas nos diferentes tratamentos apresentou diferenças significativas (p&lt;0,05). As estacas enraizadas foram posteriormente transferidas para os sacos de polietileno e transferidas para condições de viveiro aberto. Sob tais condições, as estacas enraizadas tratadas com 0,4% e 0,5% de AIB demonstraram a maior (90% a 100%) capacidade de sobrevivência na porção inferior de madeira macia e estacas folhosas. A planta cultivável e a altura da planta foram maiores no tratamento com concentração de 0,4% de AIB. Os resultados do estudo sugerem que o enraizamento de estacas de caule de madeira macia com posição inferior e folhas pode ser um meio eficaz de regeneração de T. stans. Além disso, a aplicação do tratamento com concentração de 0,4% de AIB é apropriada para o enraizamento de estacas juvenis com folhas em câmara de neblina. <![CDATA[<em>In vitro</em> regeneration of bulblet using two and four bulb-scales explants of summer snowflake (<em>Leucojum aestivum</em> L.)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2447-536X2021000200221&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract Leucojum aestivum is a valuable and endangered plant species with bulb scales best suited as explants in micropropagation. In the current study, its micropropagation was investigated by using two different explants and various concentrations and combinations of plant growth regulators (PGRs). Bulbs were first disinfected with benomyl® for 5 hours. After meeting the chilling requirements, two-scale and four-scale explants were provided for direct and indirect organogenesis. Explants were exposed to hot water, 70% ethanol and 2.5% sodium hypochlorite for further disinfestation. Four-scale explants were treated with different concentrations and combinations of naphthaleneacetic acid (NAA), 6-benzyladenine (BA), and kinetin (Kin) for bulblet regeneration. For callogenesis, 0.5 mg L-1 of BA combined with 1, 2, 3, 4, 5 or 6 mg L-1 of 2,4-dichlorophenoxyacetic acid (2,4-D) were applied. Regarding two-scale explants, different combinations and concentrations of BA, Indole-3-butyric acid (IBA) and NAA were used for bulblet induction, and various combinations of Indoleacetic acid (IAA), NAA, 2, 4-D and BA were used for callus induction. None of the two-scale explants responded to the bulblet regeneration and callus induction media. Unlike, four-scale explants regenerated bulblets and roots in the control medium and MS media enriched with different PGRs. Callus was generated on MS medium supplemented with 2,4-D and BA, and indirect regeneration was observed in some cases. On the control medium, the regenerated roots had a natural form, but in PGRs-rich media, they were deformed. Regarding the regeneration percentage, bulblet number and length and root length, no significant differences were found between the control and the best PGR-treatment in each case. Therefore, it seems logical suggesting not to use PGRs, which will considerably reduce the costs at large-scale production.<hr/>Resumo Leucojum aestivum é uma espécie valiosa e ameaçada de extinção com escamas de bulbo mais adequadas como explantes em micropropagação. No presente estudo, a micropropagação foi investigada utilizando dois explantes diferentes e várias concentrações e combinações de reguladores de crescimento de plantas (RCPs). Os bulbos foram primeiro desinfetados com benomyl® por 5 horas. Após atender aos requisitos de resfriamento, explantes de duas e quatro escalas foram fornecidos para organogênese direta e indireta. Os explantes foram expostos a água quente, etanol 70% e hipoclorito de sódio 2,5% para posterior desinfestação. Explantes de quatro escalas foram tratados com diferentes concentrações e combinações de ácido naftalenoacético (NAA), 6-benziladenina (BA) e cinetina (Kin) para a regeneração dos bulbilhos. Para calogênese, foram aplicados 0,5 mg L-1 de BA combinado com 1, 2, 3, 4, 5 ou 6 mg L-1 de ácido 2,4-diclorofenoxiacético (2,4-D). Em relação aos explantes de duas escalas, diferentes combinações e concentrações de BA, ácido indol-3-butírico (IBA) e NAA foram usadas para indução de bulbilhos, e várias combinações de ácido indolacético (IAA), NAA, 2, 4-D e BA foram usados para indução de calo. Nenhum dos explantes em duas escalas respondeu à regeneração bulbilhos e aos meios de indução de calo. Ao contrário, explantes em quatro escalas regeneraram bulbilhos e raízes no meio de controle e meio MS enriquecido com diferentes RCPs. Calos foram gerados em meio MS suplementado com 2,4-D e BA, e regeneração indireta foi observada em alguns casos. No meio de controle, as raízes regeneradas tinham uma forma natural, mas em meio rico em RCPs, eram deformadas. Com relação à porcentagem de regeneração, número e comprimento de bulbilhos e comprimento de raiz, não foram encontradas diferenças significativas entre o controle e o melhor tratamento PGR em cada caso. Portanto, parece lógico sugerir a não utilização de RCPs, o que reduzirá consideravelmente os custos de produção em larga escala. <![CDATA[Biology and bulb production of <em>Eleutherine bulbosa</em> (Iridaceae)<em>,</em> a native species from Borneo, Indonesia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2447-536X2021000200232&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract Eleutherine bulbosa is a known ornamental plant of the Iris family, which originated from Central Borneo, Indonesia. The bulbs of E. bulbosa have long been used as a medicinal source by the local people of Borneo. Despite its known medicinal and other values, studies on the morphology and efficiency in bulb production of this species are limited. The aims of our study are to examine the vegetative and reproductive morphology of E. bulbosa, and to determine the effect of various dosages of NPK fertilizer on flowering and bulb production. The plants were grown in pots using potting mix consists of equal volume of burnt rice hulls, cocopeat, and organic manures (1:1:1). Our study showed that E. bulbosa has a cymose rhipidium inflorescence with 25-50 mm long peduncles, have 3-4 umbel on the secondary axis, each consists of 10-12 florets that opens in turn every day. Florets are 20-30 mm long, 20 mm in diameter, 10-15 mm pedicels, and short-lived. The perianth is white, about 25 mm wide with yellow anthers and stigma. Fruits were not formed during the duration of the study. NPK fertilizer application at the lowest dose of 1 g per pot had promoted earlier shoot emergence and vegetative growth, including plant height, leaf number, leaf size, number of tillers, and bulb production compared to control (no fertilizer). Application of fertilizer at 1 and 2 g per plant significantly promoted earlier flowering, whereas application at 3 g per plant delayed and reduced the proportion of flowering plants. The results of this study can aid in taxonomic identification and efficient cultivation of this plant for uses as potted flowering ornamentals or bulb production for different purposes. Higher cultivation and reduced wild harvesting can result in the conservation of this species.<hr/>Resumo Eleutherine bulbosa é uma espécie ornamental da família Iridaceae originária de Bornéu Central, Indonésia. Os bulbos de E. bulbosa são usados há muito tempo com finalidade medicinal pela população local de Bornéu. Apesar de ser conhecida pelos valores medicinais, estudos de morfologia e eficiência da produção de bulbos dessa espécie são limitados. O objetivo desse estudo é caracterizar a morfologia vegetativa e reprodutiva de E. bulbosa, e avaliar o efeito de doses do fertilizante NPK no florescimento e produção de bulbos. As plantas cresceram em vasos com substratos com proporções iguais de casca de arroz, rejeitos de coco, esterco orgânico (1:1:1). O estudo demonstrou que E. bulbosa apresenta inflorescência rhipidium cimosa ripídio com pedúnculos de 25-50 mm de comprimento, tem 3-4 umbelas no eixo secundário, cada uma com 10-12 flores pequenas que se abrem em turnos todos os dias. As flores têm 20-30 mm de comprimento, 20 mm de diâmetro, pedicelos de 10-15 mm e são efêmeras. O perianto é branco, com cerca de 25 mm de largura com anteras amarelas e estigma. Os frutos não se formaram durante o estudo. A aplicação do fertilizante NPK na dose mais baixa de 1 g por vaso promoveu a emergência de brotos e crescimento vegetativo mais precoces, incluindo a altura das plantas, número e tamanho de folhas, número de perfilhos foliares e produção de bulbos em comparação com o controle. A aplicação de 1 e 2 g de NPK por planta promoveu significativamente o florescimento mais precoce, enquanto a aplicação de 3 g por planta atrasou e reduziu a proporção de plantas com flores. Os resultados deste estudo são úteis para a identificação taxômica e cultivo eficiente dessa espécie para uso como flor envasada ou produção de bulbos para diferentes propósitos. O cultivo eficiente e a redução do extrativismo pode resultado na conservação desta espécie. <![CDATA[Auxin type and dilution vehicles on vegetative propagation of <em>Varronia curassavica</em> Jacq. and <em>Melaleuca alternifolia</em> Cheel]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2447-536X2021000200238&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract Studies on the propagation of medicinal and ornamental plant species show of great relevance as they contribute to the domestication, cultivation and production of these species. However, there are not enough information concerning the interaction of the different plant growth regulators and the recommended dilution vehicles. This work aimed to evaluate the effects of sodium hydroxide (NaOH) and ethanol as rooting inducers, as well as their performance as vehicles for diluting indolebutyric acid (IBA) and naphthalene acetic acid (NAA) in stem cuttings of the species Varronia curassavica and Melaleuca alternifolia. Stem cuttings of both species were submitted to the treatments: control with distilled water, hydroethanolic solution (50% v v-1), NaOH solution in distilled water, indolebutyric acid diluted in hydroethanolic solution, indolebutyric acid diluted in NaOH solution, naphthalene acetic acid diluted in hydroethanolic acid and naphthalene acetic acid diluted in NaOH solution (0.5 N). The design used was completely randomized, with the averages compared by the Scott-Knott test at 5% probability. Better rooting of the cuttings was observed when IBA was applied using both dilution vehicles. For M. alternifolia, percentages of average survival of 26.43% were verified. Rooting was more satisfactory when using NaOH as a dilution vehicle for both IBA (16.66%) and NAA (23.33%). For V. curassavica, IBA (2000 mg L-1) is the most suitable plant regulator, diluted in both hydroethanolic solution and in NaOH, while for M. alternifolia, NaOH is recommended as a dilution vehicle for plant growth regulators NAA (500 mg L-1) and IBA (500 mg L-1). When applied isolated, the dilution vehicles do not stimulate and do not harm the rooting of the two species.<hr/>Resumo Estudos sobre propagação de espécies vegetais medicinais e ornamentais são de grande relevância por contribuírem para a sua domesticação, cultivo e produção. Entretanto, ainda há escassez de informações acerca da interação dos diferentes reguladores vegetais e veículos de diluição recomendados. Este trabalho objetivou avaliar os efeitos do hidróxido de sódio (NaOH) e do etanol como indutores de enraizamento, bem como seu desempenho como veículos de diluição do ácido indolbutírico (AIB) e do ácido naftalenoacético (ANA) em estacas caulinares das espécies Varronia curassavica e Melaleuca alternifolia. Estacas caulinares das duas espécies foram submetidas aos tratamentos: controle com água destilada, solução hidroetanólica (50% v v-1), solução de NaOH (0.5N) em água destilada, ácido indolbutírico diluído em solução hidroetanólica, ácido indolbutírico diluído em solução de NaOH, ácido naftalenoacético diluído em solução hidroetanólica e ácido naftalenoacético diluído em solução de NaOH. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, sendo as médias comparadas pelo teste Scott-Knott a 5% de probabilidade. O enraizamento das estacas foi mais satisfatórios quando aplicado AIB em ambos os veículos de diluição. Para M. alternifolia, verificaram-se percentagens de sobreviência média de 26,43%. O enraizamento se mostrou mais satisfatório quando utilizado o NaOH como veículo de diluição tanto AIB (16,66%) quanto ANA (23,33%). Para V. curassavica o AIB é o regulador vegetal mais indicado, diluído tanto em solução hidroetanólica quanto em NaOH, enquanto para M. alternifolia recomenda-se o NaOH como veículo de diluição dos reguladores vegetais ANA (500 mg L-1) e AIB (500 mg L-1). Isoladamente, os veículos de diluição não estimulam e não prejudicam o enraizamento das duas espécies. <![CDATA[Gibberellin and polyamines effects in growth and flowering of New Guinea impatiens]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2447-536X2021000200247&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract To meet the high demand of the consumer market for ornamental plants, various techniques are used to increase production and flowers quality, through growth regulators. Despite all the benefits arising from the use of regulators, it is essential to establish concentrations that meet the purpose of their use. The aim of the study was to evaluate the growing and flowering characteristics of Impatiens hawkeri, after the exogenous application of different dosages of spermine, spermidine and gibberellic acid. Two pulverizations were made separated by 15 days, with polyamines (500/2,000 and 1,000 μM), or gibberellic acid (50 and 100 μM), and for the control, water was used. The evaluated parameters were the number of leaves, plant height, number of flower buds, dry and fresh weights of the root system and the aerial parts, and also volume of the root system and the chlorophyll content (SPAD). The treatments with gibberellin caused higher averages in all measurements, except for SPAD. Based on the results obtained, the use of gibberellin with the dosage of 100 µM as a regulator is the most appropriate to meet the needs of the Impatiens hawkeri market with more vigorous plants and with a greater number of flowers.<hr/>Resumo Para atender a alta demanda do mercado consumidor de plantas ornamentais, variadas técnicas são empregadas para incremento produtivo e na qualidade das flores, por meio de reguladores de crescimento. Apesar de todos os benefícios oriundos do uso dos reguladores, é imprescindível estabelecer dosagens e concentrações que atendam a finalidade do seu uso. O objetivo do presente trabalho foi avaliar crescimento e o florescimento de Impatiens hawkeri, após a aplicação de diferentes dosagens de espermina, espermidina e ácido giberélico. Foram feitas duas pulverizações, com poliaminas (500/2000 e 1000 μM), ou ácido giberélico (50 e 100 μM), e para o controle foi utilizado a água. Os parâmetros avaliados foram o número de folhas, altura da planta, número de botões florais, massa seca e fresca do sistema radicular e da parte aérea, e ainda volume do sistema radicular e o teor de clorofila (SPAD). A análise dos dados foi por meio de modelos mistos com as principais matrizes de covariância e estudo qualitativo por médias. Os tratamentos com giberelina obtiveram maiores médias em todas as medições, com exceção do SPAD. Com base nos resultados obtidos, o uso da giberelina como regulador a 100 µM é o mais adequado para atender as necessidades do mercado de Impatiens hawkeri com plantas mais vigorosas e com maior número de flores. <![CDATA[Biological control in ornamental plants: from basic to applied knowledge]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2447-536X2021000200255&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abstract Biological control is a worldwide trend and has been prominent as an effective and compatible strategy for use in Integrated Pest Management programs. In Brazil, the control of these organisms using biological agents has been used in several agricultural systems, including floriculture. This paper approaches biological control from the perspective of the interaction between organisms in nature, applied as a pest management strategy. Knowledge about the dependence and reciprocity among populations in a natural environment is fundamental to understanding that this control method is nothing more than an exploiting of a natural ecological service. Considering that, for the biological control of a pest we must increase the population density of natural enemies, we report on the two main ways to achieve this increase: conservative biological control and augmentative biological control. The first is done by modifying the environment’s vegetation structure to favor natural enemies’ maintenance or their attraction to the crops. The second is done by mass rearing entomophagous and entomopathogen species with attributes that can ensure their function as control agents when released in crops. Among such agents, we emphasize those produced and marketed in Brazil for application in ornamental plants. Finally, we report on the technologies most recently employed to increase the appropriate use and the efficiency of these biological control agents.<hr/>Resumo O controle biológico é uma tendência mundial e tem se destacado como uma estratégia eficaz e compatível para uso em programas de Manejo Integrado de Pragas. No Brasil, o controle desses organismos, envolvendo agentes biológicos, tem sido utilizado em diversos sistemas agrícolas, inclusive, na floricultura. Neste artigo, o controle biológico é abordado sob o ponto de vista natural, por meio da interação entre os organismos na natureza, e aplicado, como estratégia para o manejo de pragas. O conhecimento sobre a dependência e reciprocidade existentes entre as populações na natureza é fundamental para a conscientização de que esse método de controle consiste na exploração de um serviço ecológico natural. Tendo-se em vista que, para o controle biológico de uma praga, a densidade populacional dos inimigos naturais deve ser aumentada, relatamos sobre as duas principais formas para se atingir esse incremento: o controle biológico conservativo e controle biológico aumentativo. A primeira, por meio da modificação do ambiente de cultivo de modo a oferecer uma estrutura vegetacional que favoreça a manutenção e/ou atração dos inimigos naturais, e a segunda, por meio da criação massal de entomófagos e entomopatógenos com características que possam garantir sua função como agentes de controle por ocasião da sua liberação nos cultivos. Entre tais agentes, enfatizamos aqueles que são produzidos e comercializados no Brasil para aplicação em plantas ornamentais. Por fim, relatamos sobre as tecnologias que têm sido mais recentemente empregadas para incrementar o uso adequado e a eficiência desses agentes biocontroladores.