SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.90 issue6Medication use among children 0-14 years old: population baseline studyRelationship between chronological and bone ages and pubertal stage of breasts with bone biomarkers and bone mineral density in adolescents author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

SADECK, Lilian S.R. et al. Efeitos da abordagem terapêutica da persistência de canal arterial sobre a evolução neonatal de recém-nascidos de extremo baixo peso . J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2014, vol.90, n.6, pp.616-623. ISSN 0021-7557.  https://doi.org/10.1016/j.jped.2014.04.010.

OBJETIVO:

Analisar os efeitos da terapêutica adotada para o canal arterial (CA) em recém-nascidos (RN) < 1.000gadmitidos em unidades neonatais (UN) da Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais (RBPN), sobre os desfechos: óbito, displasia broncopulmonar (DBP), hemorragia intraventricular grave (HIVIII/IV), retinopatia da prematuridade cirúrgica (ROPcir), enterocolite necrosante cirúrgica (ECNcir) e o desfecho combinado óbito e DBP.

MÉTODOS:

Estudo multicêntrico, de coorte, coleta de dados retrospectiva, incluindo RN de 16 UN da RBPN de 01/01/2010 a 31/12/2011, PN < 1.000 g, idade gestacional (IG) < 33 semanas e diagnóstico ecocardiográfico de PCA. Excluídos: óbitos ou transferências até o terceiro dia de vida, infecções congênitas ou malformações. Grupos:G1 - conservadora (sem intervenção medicamentosa ou cirúrgica), G2 - farmacológica (indometacina ou ibuprofeno) e G3 - cirúrgico (com ou sem tratamento farmacológico anterior). Analisou-se: uso de esteroide antenatal, parto cesárea, PN, IG, Apgar5' < 4, sexo masculino, SNAPPE II, síndrome do dDesconforto respiratório (SDR), sepse tardia, ventilação mecânica (VM), surfactante < 2 horas de vida, tempo de VM e os desfechos: óbito, dependência de oxigênio com 36 semanas (DBP36s), HIV III/IV, ROPcir, ECNcir e óbito/DBP36s. Estatística: Teste t-Student, Qui-Quadrado ou teste Exato de Fisher. Testes de Regressão Binária Logística e Regressão Múltipla Stepwise Backward. MedCalc (Medical Calculator) software, versão 12.1.4.0.p < 0,05.

RESULTADOS:

Foram selecionados 1.097 RN e 494 foram incluídos: G1-187 (37,8%), G2-205 (41,5%) e G3-102 (20,6%). Verificou-se: maior mortalidade (51,3%) no G1 e menor no G3(14,7%); maior frequência DBP36s (70,6%) e ROPcir (23,5%) no G3; maior frequência de óbito/DBP36s no G2 (58,0%). As abordagens farmacológica (OR-0,29; 95%, IC-0,14-0,62) e conservadora (OR-0,34; 95%, IC- 0,14-0,79) foram protetoras somente para o desfecho óbito/DBP36sem.

CONCLUSÃO:

Em RN com PCA, a abordagem conservadora relacionou-se à maior mortalidade, a cirúrgica à ocorrência de DBP36s e ROPcir., enquanto o tratamento farmacológico mostrou-se protetor para o desfecho óbito/DBP36sem.

Keywords : Prematuridade; Muito baixo peso; Ligadura cirúrgica; Canal arterial.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )