SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.93 número1O estado atual do conhecimento sobre a exposição ambiental no organismo infantil durante os períodos sensíveis de desenvolvimento índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal de Pediatria

versão impressa ISSN 0021-7557versão On-line ISSN 1678-4782

Resumo

SILVA, Rosalia Daniela Medeiros da; AUSTREGESILO, Silvia Carréra; ITHAMAR, Lucas  e  LIMA, Luciane Soares de. Brinquedo terapêutico no preparo de crianças para procedimentos invasivos: revisão sistemática,. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2017, vol.93, n.1, pp.6-16. ISSN 1678-4782.  https://doi.org/10.1016/j.jped.2016.06.005.

Objetivo:

Revisar, de forma sistemática, as evidências em relação à eficácia do uso do brinquedo terapêutico sobre o comportamento e a ansiedade de crianças submetidas a procedimentos invasivos.

Fontes dos dados:

A busca da revisão sistemática foi efetuada nas bases MedLine, Lilacs, Central e Cinahl. Não houve limitação quanto ao ano ou idioma.

Síntese dos dados:

Na busca de literatura foram encontrados 1.892 artigos e selecionados 22 para leitura integral. Foram excluídos 8 que não respondiam aos objetivos avaliados nesta revisão. Foram incluídos 12 estudos, correspondentes a 14 artigos. Os estudos foram conduzidos entre 1983 e 2015, cinco no Brasil, um nos Estados Unidos, cinco na China, um no Líbano, um em Taiwan e um no Irã. A maioria dos estudos mostrou que a intervenção com brinquedo terapêutico promove redução no nível de ansiedade e favorece um comportamento de colaboração e aceitação do procedimento invasivo.

Conclusões:

As evidências relacionadas ao uso do brinquedo terapêutico sobre a ansiedade e comportamento de crianças submetidas a procedimentos invasivos ainda são questionáveis. A ausência, na maioria dos estudos, de uma geração de sequência aleatória para direcionamento dos sujeitos para os grupos controle ou experimental e do sigilo de alocação são fatores que contribuem para esse questionamento. Uma outra questão que caracteriza importante fonte de viés é o não cegamento dos avaliadores. Se fazem necessárias novas pesquisas que levem em consideração um maior rigor metodológico.

Palavras-chave : Criança; Jogos e brinquedos; Ansiedade; Comportamento; Assistência hospitalar.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )