SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.69 issue2Precocious postoperative complications of mitomicina trabeculectomy, in carrying patients with primary open angle glaucomaAmblyopia, ametropia and amblyogenic factors detection in a community assisted by Health Family Program in Rio de Janeiro, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Oftalmologia

Print version ISSN 0034-7280

Abstract

MOYSES, Nadia Ajub; LUCCI, Lúcia Míriam Dumont; FONSECA JUNIOR, Nilson Lopes da  and  REHDER, José Ricardo Carvalho Lima. Valores da exoftalmometria média na população adulta da região do Grande ABC, São Paulo/Brasil. Rev. bras.oftalmol. [online]. 2010, vol.69, n.2, pp.104-109. ISSN 0034-7280.  https://doi.org/10.1590/S0034-72802010000200007.

OBJETIVO: Estabelecer padrões de normalidade dos valores da exoftalmometria de ambos os olhos e da distância entre os rebordos orbitários laterais (base) em adultos jovens da população do Grande ABC São Paulo/Brasil. MÉTODOS: Realizou-se a exoftalmometria com o exoftalmômetro de Hertel, em 129 pacientes do sexo feminino e 75 do sexo masculino, na faixa etária de 25 a 55 anos. Os pacientes foram separados em três grupos raciais (brancos, negros e pardos). RESULTADOS: A variação da exoftalmometria encontrada na população em estudo foi de 10 a 23mm, média de 15,57 ±2,43mm. No sexo feminino a média foi de 15,42 ±2,40mm e no masculino, 15,83 ±2,47mm. Não se encontrou uma relação estatisticamente significativa entre os sexos feminino e masculino (p=0,25). Na raça branca a média foi de 15,57 ±2,46mm, na negra foi de 16,20 ±2,70mm e na parda foi de 15,02 ±2,01mm. A diferença foi estatisticamente significativa (p=0,008) entre as raças negra e parda. A medida da base variou de 104 a 125mm (média de 113,91 ±4,37mm). A diferença entre homens e mulheres foi estatisticamente significativa (p<0,001). Na raça branca a média da base encontrada foi de 112,18 ±4,02mm, na negra foi de 115,37 ±4,71mm e na parda, 115,18 ±3,66mm. A diferença da média da base foi estatisticamente significativa (p<0,001) entre as raças branca e negra e branca e parda. Nenhum paciente apresentou assimetria entre os dois olhos maior que 2mm. CONCLUSÃO: O padrão de normalidade da exoftalmometria encontrado para a população em estudo foi de 10 a 23mm e a base variou de 104 a 125mm.

Keywords : Exoftalmia [diagnóstico]; Técnicas de diagnóstico oftalmológico [instrumentação]; Valores de referência.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License