SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.69 número2Normal exophthalmometric values in adult population of ABC Region, Sao Paulo/BrazilEvaluation of the quality of vision in daily reading habits in relation to text configuration índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Revista Brasileira de Oftalmologia

versión impresa ISSN 0034-7280

Resumen

OLIVEIRA, Arlette Machado et al. Detecção de ambliopia, ametropias e fatores ambliogênicos em comunidade assistida por Programa da Saúde da Família no Rio de Janeiro, Brasil. Rev. bras.oftalmol. [online]. 2010, vol.69, n.2, pp.110-113. ISSN 0034-7280.  https://doi.org/10.1590/S0034-72802010000200008.

OBJETIVO: Estimar a prevalência dos fatores ambliogênicos e ambliopia na área adscrita do Programa Saúde da Família (PSF) da Lapa (RJ) e estimar na mesma área a sensibilidade/especificidade entre os métodos de medida da acuidade visual (tabelas ETDRS e LEA) para triagem em crianças pré-escolares (três a seis anos). MÉTODOS: Estudo transversal de 93 crianças entre três e seis anos da área adscrita do PSF Lapa, RJ. Todas as crianças foram submetidas a avaliação oftalmológica completa que incluiu: anamnese dirigida, ectoscopia, medida da acuidade visual com tabela de ETDRS e LEA de forma duplo cega, reflexo vermelho, teste de Titmus, refração objetiva sob cicloplegia, refração subjetiva, avaliação da motilidade ocular, biomicroscopia do segmento anterior, fundoscopia sob midríase.Os dados foram coletados na Policlínica Ronaldo Gazolla, da Universidade Estácio de Sá. RESULTADOS: A prevalência dos fatores ambliogênicos foi encontrada e distribuída em: 8,4% de estrabismo, 11,86% de anisometropia e 15,2 % de ametropia. O teste de acuidade visual ETDRS apresentou sensibilidade de 100 % e especificidade de 18% para detecção de ambliopia. O teste de acuidade visual LEA apresentou sensibilidade de 100% e especificidade de 30,9 % para detecção de ambliopia. CONCLUSÃO: Ambas tabelas ETDRS e LEA podem ser usadas para  a triagem de ambliopia porque tiveram 100% de sensibilidade. A especificidade foi maior para a tabela LEA. Porém, ainda em nível baixo. Portanto, há necessidade da complementação com o exame oftalmológico completo para confirmar e ratificar a presença de fatores ambliogênicos em pacientes triados positivamente. A triagem visual feita pelos agentes comunitários de saúde pode identificar crianças com distúrbios visuais, referenciando para exame oftalmológico completo; em um grupo etário onde a resolução dos problemas visuais se apresenta como prioridade. O Programa de Saúde da Família pode ser utilizado para avaliar o estado de visão das crianças brasileiras e seria útil que essa avaliação fosse um marcador estatístico do SUS.

Palabras clave : Ambliopia [diagnóstico]; Prevalência; Acuidade visual; Programa saúde da família; Criança; Pré-escolar; Análise transversal; Sensibilidade; especificidade.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons