SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.70 issue1Analysis of the relation between macular thickness and thickness of the fiber nervous layersManual kinetic perimetry value to monitor advanced glaucomatous patients author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Oftalmologia

Print version ISSN 0034-7280

Abstract

LOPES FILHO, João Batista et al. Avaliação dos conhecimentos oftalmológicos básicos em estudantes de Medicina da Universidade Federal do Piauí. Rev. bras.oftalmol. [online]. 2011, vol.70, n.1, pp.27-31. ISSN 0034-7280.  https://doi.org/10.1590/S0034-72802011000100006.

OBJETIVO: Avaliar o índice de aproveitamento em relação aos conhecimentos oftalmológicos básicos em alunos da graduação do curso de Medicina da Universidade Federal do Piauí a fim de subsidiar alterações curriculares, com vistas ao aprimoramento da formação profissional, envolvendo assim urgências oftalmológicas e prevenção de cegueira. MÉTODOS: Realizou-se "survey" sobre conhecimentos de Oftalmologia entre alunos que cursaram a disciplina de Oftalmologia, aos quais foi aplicado um questionário padronizado e estruturado contendo 10 questões referentes a aspectos em Oftalmologia importantes na formação do médico: urgências oftalmológicas e prevenção de cegueira. Os alunos foram ainda questionados sobre a segurança em atender à uma urgência oftalmológica e, em caso de insegurança, que fatores contribuem para tal. RESULTADOS: Cerca de 99,1% dos alunos mostraram-se inseguros ao atender àuma urgência oftalmológica. O fator que mais contribuiu foi a pouca vivência/prática em urgências oftalmológicas durante a disciplina. O índice de acerto nas questões de urgência oftalmológica foi de 72,22%, sendo o menor índice referente a trauma de órbita. Nas questões sobre prevenção de cegueira, o índice de acerto foi de 70,95%, com o menor índice referente ao diagnóstico diferencial entre retinopatia hipertensiva e diabética. CONCLUSÃO: Vê-se a necessidade de reformulações no curso de Oftalmologia no currículo de Medicina, a fim de que o médico não especialista esteja preparado para adotar condutas corretas na orientação e tratamento de problemas oculares. Faz-se necessário uma reavaliação periódica do conteúdo do curso de graduação de Oftalmologia e dos conhecimentos adquiridos pelos alunos.

Keywords : Oftalmologia [educação]; Educação médica; Avaliação; Currículo; Educação de graduação em Medicina.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License