SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 número1Caracterização química de compostos e vermicompostos produzidos com casca de arroz e dejetos animaisSeleção de bactérias diazotróficas isoladas de estação de tratamento de efluentes de abatedouro de aves e seu efeito em plantas de milho índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Ceres

versão impressa ISSN 0034-737Xversão On-line ISSN 2177-3491

Resumo

PRIMO, Anacláudia Alves et al. Potencial fertilizante da serapilheira de espécies lenhosas da Caatinga na recuperação de um solo degradado. Rev. Ceres [online]. 2018, vol.65, n.1, pp.74-84. ISSN 2177-3491.  http://dx.doi.org/10.1590/0034-737x201865010010.

O uso da serapilheira de espécies da Caatinga, na recuperação de solos degradados, é uma alternativa interessante, por contribuir para o retorno de nutrientes para o solo e favorecer a ciclagem de elementos e a melhoria da fertilidade. Objetivou-se, com este trabalho, mensurar os efeitos da aplicação de doses da fração folhas, da serapilheira de oito espécies da Caatinga, sobre a fertilidade de um solo degradado e a produção de sorgo. Adotou-se delineamento em blocos casualizados, com cinco tratamentos e cinco repetições, com doses de serapilheira, equivalentes a 0, 15, 30, 60 e 120 kg ha-1 de N, por espécie. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, utilizando-se um Planossolo Nátrico Órtico coletado em área degradada do município de Irauçuba, CE. Coletaram-se folhas, sem sinal de decomposição, de Combretum leprosum Mart., Mimosa caesalpiniifolia Benth., Mimosa tenuiflora (Willd.) Poir., Libidibia ferrea (Mart. ExTul.) L.P. Queiroz, Poncianella piramydalis (Tul.) L.P. Queiroz, Aspidosperma pyrifolium Mart, Cordia oncocalyx Allemão e Croton sonderianus Muell. Arg. Aos 75 dias após a germinação, realizou-se o corte das plantas, sua secagem e a quantificação da matéria seca e a análise de N-total e do acúmulo de N. A amostragem do solo foi feita após o corte do sorgo. O incremento das doses dos resíduos de mofumbo, jucá, catingueira, pereiro e pau-branco elevou as concentrações de P, K, Ca e Mg, o resíduo de marmeleiro acidificou o solo. Jurema e pau-branco elevaram a produção de biomassa do sorgo e o acúmulo de N.

Palavras-chave : fertilidade do solo; resíduos orgânicos; Sorghum bicolor.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )