SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 issue172HISTORICAL DYNAMICS OF A CENTRAL AFRICAN PORT: AMBRIZ AND THE LOWER CONGO AT THE END OF THE ATLANTIC SLAVE TRADE (1840 - 1870)PREVENTED FROM “MINDING THEIR LIVES”: THE CHALLENGES FACED BY FREE PEOPLE OF COLOR IN THE BRAZILIAN COLONIAL SOCIETY author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de História (São Paulo)

Print version ISSN 0034-8309On-line version ISSN 2316-9141

Abstract

SECRETO, Maria Verónica. ASILO: DIREITO DE GENTES. ESCRAVOS REFUGIADOS NO IMPÉRIO ESPANHOL. Rev. Hist. (São Paulo) [online]. 2015, n.172, pp.197-219. ISSN 2316-9141.  https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.rh.2015.98754.

No século XVIII, os reis da Espanha estabeleceram, através de uma abundante legislação, uma política de asilo para os escravos que fugissem de outros domínios para os seus. Este artigo busca rastrear as origens dessa política e estabelecer sua relação com o princípio de "solo livre". Afirmamos que a legislação espanhola em matéria de escravidão influenciou todo o mundo atlântico e para além dele. Esta influência se deveu a que a Espanha tinha um conjunto importante de leis vivas sobre o tratamento dos escravos, resultado de um longo contato entre "povos" que vinha desde os tempos visigodos.

Keywords : Asilo; escravos; Império espanhol.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )