SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.51The process of implementation of emergency care units in BrazilUrban violence is the biggest cause of fatal work-related accidents in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de Saúde Pública

On-line version ISSN 1518-8787

Abstract

SILVA, Bárbara Gabriela et al. Análise de possíveis fatores de interferência no uso da voz durante atividade docente. Rev. Saúde Pública [online]. 2017, vol.51, 124.  Epub Dec 11, 2017. ISSN 1518-8787.  https://doi.org/10.11606/s1518-8787.2017051000092.

OBJETIVO

Mensurar o risco de disfonia em professores, bem como investigar se os aspectos vocais perceptivo-auditivos e acústicos em situação de ruído, a relação sinal-ruído e os níveis de ruído em sala de aula estão associados à presença de disfonia.

MÉTODOS

Pesquisa transversal observacional com 23 professores da educação infantil e ensino fundamental de uma escola particular do município de São Paulo divididos nos grupos sem disfonia e com disfonia. Foram realizados os seguintes procedimentos: protocolo de rastreio de risco de disfonia geral (PRRD-Geral) e complementar para voz falada - professor (PRRD-Específico), gravação da voz durante aula e em situação individual em sala silenciosa, medição da relação sinal-ruído e dos níveis de ruído das salas de aula.

RESULTADOS

Foram encontradas diferenças entre os grupos quanto à atividade física (PRRD-Geral) e particularidades da profissão (PRRD-Específico), bem como em todos os aspectos da análise vocal perceptivo-auditiva. No grupo sem disfonia, foram encontrados sinais de desgaste da voz. Quanto aos recursos vocais nas situações de ruído e silêncio, identificamos diferença para produção de ataque vocal brusco e tendência de uma fala mais precisa na situação-ruído. Tanto a relação sinal-ruído quanto os níveis de ruído das salas durante a aula foram elevados nos dois grupos.

CONCLUSÕES

Os professores dos dois grupos estão expostos a riscos elevados para o desenvolvimento de disfonias e apresentam sinais vocais negativos em maior ou menor grau. A relação sinal-ruído apresentou-se inadequada em grande parte das salas de aula, considerando-se as normas tanto para crianças com audição normal quanto para aquelas com perda auditiva, assim como os níveis de ruído equivalentes.

Keywords : Professores Escolares; Distúrbios da Voz; epidemiología; Ruído; efeitos adversos; Perda Auditiva; Fatores de Risco; Condições de Trabalho.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )