SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.53Perception of the operating agents about the Brazilian National School Feeding ProgramAmbulatory care sensitive conditions hospitalization for emergencies rates in Colombia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910On-line version ISSN 1518-8787

Abstract

AMORIM, Juleimar Soares Coelho de et al. Marcadores inflamatórios e ocorrência de quedas: coorte de idosos de Bambuí. Rev. Saúde Pública [online]. 2019, vol.53, 35.  Epub Apr 01, 2019. ISSN 1518-8787.  https://doi.org/10.11606/s1518-8787.2019053000855.

OBJETIVO

Analisar se marcadores inflamatórios estão associados a quedas em idosos vivendo na comunidade.

MÉTODOS

Estudo da coorte de idosos de Bambuí, envolvendo 1.250 participantes da linha de base do projeto. Foram coletadas informações sobre quedas nos últimos 12 meses, classificadas quanto à ocorrência (única ou múltipla) e gravidade (procura por serviços de saúde). O inquérito também continha informações a respeito das características sociodemográficas, comportamentais e condições de saúde, as quais foram utilizadas como fatores de confusão. As exposições pesquisadas incluíram: interleucinas (IL-1β, IL-6, IL-8, IL-10 e IL-12), fator de necrose tumoral (TNF), proteína C reativa ultrassensível (PCRus) e quimiocinas (CXCL9, CCL5, CCL10 e MCP1). O tratamento dos dados foi realizado por meio de regressão logística, obtendo-se odds ratio e intervalo de 95% de confiança (IC95%).

RESULTADOS

A prevalência de queda foi 27,1%; 40,1% dos idosos relataram quedas múltiplas e 33,3% procuraram serviços de saúde. Após ajustes, permaneceram associados às quedas os níveis elevados de PCRus (OR = 1,46; IC95% 1,04–2,03), CCL5 (OR = 1,38; IC95% 1,01–1,90) e CXCL9 (OR = 1,43; IC95% 1,02–2,02). Houve associação entre o número de marcadores elevados e a ocorrência de quedas: dois (OR = 1,47; IC95% 1,02–2,12) e três (OR = 2,08; IC95% 1,12–3,87) biomarcadores aumentados predisseram probabilidades de quedas iguais a 32,0% e 39,4%, respectivamente.

CONCLUSÕES

Os níveis elevados de PCRus, CCL5 e CXCL9, que estiveram associados a quedas, podem contribuir para o adequado entendimento do mecanismo associado à ocorrência desse evento em idosos.

Keywords : Idoso; Envelhecimento; Acidentes por Quedas; Fatores de Risco; Biomarcadores; Mediadores da Inflamação.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )