SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 número2Diagnóstico sorológico da toxocaríase através do método de ELISA indireto de competiçãoEfeito do bacilo de Calmette-Guérin, Avridina e Propionibacterium acnes como imunomoduladores na raiva em camundongos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

versão On-line ISSN 1678-9946

Resumo

RODRIGUES, Iléa Brandão; TADEI, Wanderli Pedro  e  DIAS, José Manuel Cabral da Silva. Atividade larvicida do Bacillus sphaericus 2362 contra Anopheles nuneztovari, Anopheles darlingi e Anopheles braziliensis (Diptera, Culicidae). Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 1999, vol.41, n.2, pp.101-105. ISSN 1678-9946.  https://doi.org/10.1590/S0036-46651999000200007.

Foram obtidos neste trabalho, os primeiros dados relativos a sensibilidade de anofelinos vetores da malária na Amazônia - An. nuneztovari, An. darlingi e An. braziliensis, a B. sphaericus 2362 estirpe padrão da OMS. Inicialmente, foram realizados bioensaios para verificar a susceptibilidade dos estádios larvais. Para as duas primeiras espécies, os dados evidenciaram que o terceiro estádio é o menos sensível e que, para An. darlingi, além deste, o segundo estádio mostrou baixa mortalidade. Na continuidade, a estirpe padrão foi testada contra as espécies de Anopheles e verificou-se que An. nuneztovari foi a menos sensível a estirpe 2362 quando comparada as outras espécies, mostrando reduções nas concentrações da CL50, em relação à primeira variando de 2,4 a 1,8, nas leituras 24, 48 e 72 horas de exposição ao bacilo.

Palavras-chave : Malaria; Biological control; Anopheline; B. sphaericus.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons