SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.52 número2Alta eficiência diagnóstica do IgM ELISA com o uso de múltiplos antígenos peptídicos (MAP1) de T. gondii ESA (SAG-1, GRA-1 e GRA-7) na toxoplasmose agudaUpdated list of bat species positive for rabies in Brazil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

versão On-line ISSN 1678-9946

Resumo

COLLI, Cristiane M. et al. Avaliação sorológica, clínica e epidemiológica da toxocaríase em áreas urbanas do sul do Brasil. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo [online]. 2010, vol.52, n.2, pp.69-74. ISSN 1678-9946.  https://doi.org/10.1590/S0036-46652010000200002.

A toxocaríase é um problema de saúde pública mundial, com maior risco para crianças que podem, acidentalmente, ingerir ovos embrionados de Toxocara spp.. Os objetivos deste estudo foram avaliar a ocorrência de anticorpos anti-Toxocara spp. em crianças e adolecentes e as variáveis que podem estar envolvidas, bem como a contaminação ambiental por ovos de Toxocara spp., em locais de recreação, em áreas urbanas da mesorregião norte central, Paraná, Brasil. De junho de 2005 a março de 2007 foram coletadas 376 amostras de sangue de crianças e adolescentes de um a doze anos, de ambos os sexos, atendidas pelo Sistema Único de Saúde. As amostras foram analisadas pelo método de ELISA indireto para detecção de IgG anti-Toxocara e previamente absorvidas com antígeno de Ascaris suum. Foram consideradas reagentes as amostras com índice de reatividade > 1. A análise das amostras de areias (n = 19) e gramados (n = 15) de cada município foi realizada em todas as praças e escolas públicas. Das 376 amostras de soro, 194 (51,6%) foram positivas. A taxa de soroprevalência foi substancialmente mais elevada entre as crianças na faixa etária de até um a cinco (p = 0.001) e de seis a oito anos de idade (p = 0,022). Os sinais e sintomas clínicos investigados não mostraram diferenças estatísticas entre soropositivos e soronegativos (p > 0,05). Em 76,5% dos locais de recreação investigados, ovos de Toxocara foram detectados em pelo menos uma das cinco amostras. Os locais de recreação das escolas públicas estavam 2,8 vezes mais contaminados do que as praças. É importante a realização de programas educativos junto às famílias e educadores, o controle sanitário de animais e a higienização dos locais destinados à recreação para prevenção da toxocaríase.

Palavras-chave : Toxocara; Antibodies; Children and adolescents; Soil contamination.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons