SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.66 número1Validação transcultural da Escala CONNECT – Uma medida de continuidade do cuidado em serviços de saúde mental índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal Brasileiro de Psiquiatria

versão impressa ISSN 0047-2085versão On-line ISSN 1982-0208

Resumo

SILVA, Tiago R. et al. Validação da Recovery Assessment Scale (RAS) no Brasil para avaliar a capacidade de superação das pessoas com esquizofrenia. J. bras. psiquiatr. [online]. 2017, vol.66, n.1, pp.1-8. ISSN 1982-0208.  https://doi.org/10.1590/0047-2085000000144.

Objetivo

Adaptar para o Brasil e investigar a confiabilidade e validade da Recovery Assessment Scale (RAS) em pessoas com esquizofrenia.

Métodos

Etapa 1 – foi realizada tradução profissional para o português, adaptação e retrotradução da RAS. Etapa 2 – estudo-piloto em um grupo de 12 pessoas com esquizofrenia para garantir compreensão dos itens da escala. Etapa 3 – As pessoas com esquizofrenia (N = 104) foram submetidas à versão brasileira da RAS e a instrumentos de funcionalidade, qualidade de vida e sintomas para busca de evidências de validade.

Resultados

Os resultados revelaram bons índices de consistência interna e de precisão teste e reteste dos instrumentos. Foram estabelecidas evidências de validade convergente entre a RAS e medidas de qualidade de vida (r = 0,58; p < 0,001), funcionamento ocupacional (r = 0,40; p < 0,001), habilidades de vida independente (r = 0,24; p < 0,02), gravidade (CGI, r = -0,31; p < 0,003) sintomas da esquizofrenia: PANSS total (r = -0,21; p < 0,05), PANSS negativa (r = -0,28; p < 0.007), PANSS positiva (r = -0.08; p = 0,437)] e depressão [Calgary (r = -0,27; p < 0,01)]. A análise fatorial exploratória revelou seis fatores, sendo quatro destes similares a estudos prévios.

Conclusão

A partir deste estudo, considerou-se que a palavra “superação” reflete melhor o conceito de “recovery”. A versão brasileira da escala RAS é um instrumento válido e reprodutível para aferir a capacidade de “superação” das pessoas com esquizofrenia.

Palavras-chave : Esquizofrenia; atitude; autonomia pessoal; qualidade de vida.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )