SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número3Produtividade da cana-de-açúcar relacionada à localização de adubos nitrogenados aplicados sobre os resíduos culturais em canavial sem queimaResposta do milho à época de aplicação do fertilizante nitrogenado em dois sistemas de cultivo num solo com alto teor de matéria orgânica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciência do Solo

versão On-line ISSN 1806-9657

Resumo

ARAUJO, Adelson Paulo; KUBOTA, Flavio Yuudi  e  TEIXEIRA, Marcelo Grandi. Senescência foliar do feijoeiro afetada pelo suprimento de fósforo no solo. Rev. Bras. Ciênc. Solo [online]. 2007, vol.31, n.3, pp.499-506. ISSN 1806-9657.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832007000300010.

As respostas da senescência foliar ao suprimento de P podem constituir estratégias adaptativas para o crescimento vegetal sob condições limitantes do nutriente. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos do suprimento de P no solo na senescência foliar do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.). Oito doses de P, variando entre 5 e 640 mg kg-1 de P, foram aplicadas em vasos com 10 kg de Argissolo óxico, onde foram crescidas quatro plantas da cultivar Carioca. As folhas presas às plantas foram contadas semanalmente; as folhas senescidas, coletadas em intervalos de dois dias; e as sementes colhidas na maturação. O número de folhas vivas aumentou até 48 dias após emergência (DAE) e decresceu após, independentemente da dose de P aplicada ao solo. Nas doses mais baixas de P, o aumento inicial e o decréscimo final do número de folhas foram pouco intensos, enquanto nas maiores doses desse nutriente o número de folhas aumentou intensamente no início e decresceu rapidamente após 48 DAE. A acumulação de massa seca e de P nas folhas senescentes aumentou com o acréscimo das doses de nutriente até 61 DAE; posteriormente, reduziram-se as diferenças entre as doses de P. As maiores quantidades de massa seca e de P depositadas pelas folhas senescentes foram observadas aos 48-54 DAE nas maiores doses de P; aos 62-68 DAE, nas doses intermediárias; e aos 69-76 DAE, nas menores doses. Os resultados indicam que o suprimento de P no solo não afetou o estádio de máximo número de folhas e o início da senescência foliar de plantas de feijoeiro; contudo, o estádio de máxima deposição de folhas senescentes ocorreu mais cedo durante o ciclo de crescimento com o aumento do suprimento de P no solo.

Palavras-chave : crescimento; folha; índice de colheita; ontogenia; Phaseolus vulgaris.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons