SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 número11Seleção fenotípica e assistida por marcadores moleculares de famílias de feijoeiro-comum com alta produtividadeConsumo de nutrientes e desempenho de ovinos alimentados com dietas à base de cana-de-açúcar hidrolisada índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Pesquisa Agropecuária Brasileira

versão impressa ISSN 0100-204Xversão On-line ISSN 1678-3921

Resumo

OLIVEIRA, Marcio Leles Romarco de et al. Classificação da capacidade produtiva de povoamentos não desbastados de clones de eucalipto. Pesq. agropec. bras. [online]. 2008, vol.43, n.11, pp.1559-1567. ISSN 1678-3921.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2008001100015.

O objetivo deste trabalho foi desenvolver e propor um procedimento para a estratificação de florestas de clones de eucalipto não desbastados, para a classificação de sua capacidade produtiva. Utilizaram-se dados provenientes de 70 clones, distribuídos em 5.020 parcelas permanentes de inventários florestais contínuos, com pelo menos três medições, de periodicidade anual, em cada clone. Para todos os clones, foi ajustado o modelo de Schumacher para as variáveis: área basal; altura dominante; diâmetro médio; e volume comercial, com casca. Com esses parâmetros, foi utilizado o método de Tocher, que se mostrou eficiente para agrupar clones com tendências semelhantes de crescimento em altura dominante. A estimativa de índice de local, para clones com menos de três medições, pode ser determinada a partir das informações de altura dominante, diâmetro médio, área basal e volume, obtidas do inventário florestal contínuo de outros clones.

Palavras-chave : Eucalyptus; análise de agrupamento; análise de componentes principais; índice de local; inventário florestal; método da curvaguia.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons