SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 número11Compactação do solo por tráfego de máquinas e intervalo hídrico ótimo na produtividade de sojaDesempenho de animais alimentados com lâminas foliares, em pastagem de capim-marandu índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Pesquisa Agropecuária Brasileira

versão impressa ISSN 0100-204Xversão On-line ISSN 1678-3921

Resumo

ZONTA, João Batista; ARAUJO, Eduardo Fontes; ARAUJO, Roberto Fontes  e  REIS, Múcio Silva. Uso do teste Lercafé para a caracterização de danos em sementes de cafeeiro. Pesq. agropec. bras. [online]. 2008, vol.43, n.11, pp.1601-1607. ISSN 1678-3921.  https://doi.org/10.1590/S0100-204X2008001100020.

O objetivo deste trabalho foi avaliar a utilização do teste Lercafé, para estimar a germinação e caracterizar diferentes tipos de danos em sementes de cafeeiro. Utilizaram-se sementes de cafeeiro arábica cultivar Catuaí IAC 44, submetidas aos seguintes tratamentos: sementes sem dano, sementes com dano por secagem a 40 e 60ºC, e sementes brocadas. As sementes foram avaliadas pelos testes de germinação e Lercafé. Em relação aos dois tipos de danos, os resultados de germinação, estimada pelo Lercafé, apresentaram alta correlação com os obtidos pelo teste de germinação. O dano por secagem à alta temperatura caracterizou-se pelo aparecimento de manchas esverdeadas espalhadas, que atingiram parcial ou totalmente o endosperma da semente. O dano por broca caracterizou-se por uma depressão circundada por um anel de coloração verde. O teste Lercafé é eficiente para estimar a germinação e caracterizar os danos por secagem à alta temperatura e os causados por broca, em sementes de cafeeiro.

Palavras-chave : Coffea arabica; Hypothenemus hampei; hipoclorito de sódio; teste de germinação.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons