SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 número4AVALIAÇÃO FENOLÓGICA DAS DIFERENTES ESTRUTURAS DE FRUTIFICAÇÃO DAS MACIEIRAS 'GALA' E 'FUJI' NA REGIÃO DE CAÇADOR-SCMORFOANATOMIA FOLIAR DE CUPUAÇUZEIROS ESTABELECIDOS POR DIFERENTES MÉTODOS DE PROPAGAÇÃO E SOMBREAMENTO índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Fruticultura

versão impressa ISSN 0100-2945versão On-line ISSN 1806-9967

Resumo

BRUNA, EMÍLIO DELLA  e  BACK, ÁLVARO JOSÉ. COMPORTAMENTO DA CULTIVAR NIÁGARA ROSADA ENXERTADA SOBRE DIFERENTES PORTA-ENXERTOS NO SUL DE SANTA CATARINA, BRASIL. Rev. Bras. Frutic. [online]. 2015, vol.37, n.4, pp.924-933. ISSN 1806-9967.  https://doi.org/10.1590/0100-2945-245/14.

A videira ‘Niagara Rosada’ é a principal cultivar de uva de mesa plantada no Sul do Brasil. Para avaliar a qualidade da uva produzida, foi conduzido um experimento com aNiagara Rosada nos seguintes porta-enxertos: ‘Jales’, ‘Tropical’, ‘Campinas’, ‘VR 043-43’, ‘R-99’, ‘Paulsen 1103’, ‘Schwarzmann’,‘Traviú’, ‘Golias’, ‘Gravesac’, ‘RR 101-14’, ‘Dog Ridge’, ‘VR 044-4’, ‘Kobber5BB’ e ‘SO4’, mais o pé-franco. Foram avaliados a fenologia, o vigor, a sobrevivência das plantas ea produção (produtividade, tamanho do cacho e número de cachos por planta). Os diferentes porta-enxertos não influenciam na fenologia da planta. O maior vigor foi observado para o ‘Dog Ridge’, seguido do‘Campinas’, ‘Paulsen 1103’ e ‘VR 043-43’. As maiores mortalidades de planta ocorreram para pé-franco (56%), ‘Traviú’ (50%) e ‘Schwarzmann’(41%). Os porta-enxertos ‘Paulsen 1103’, ‘Campinas’ e ‘Golias’, além de altaprodutividade, apresentam cachos maiores e mais compactos.

Palavras-chave : Viticultura; produção de uva; uva de mesa; Vitis.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )