SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.56 número131OS PROCESSOS DE AQUISIÇÃO DOS TERMOS DO SILOGISMO SEGUNDO A INVESTIGAÇÃO NOÉTICA DE AVICENAO ENS TERTIO ADIACENS DE GERARDO ODON E O REALISMO PROPOSICIONAL índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Kriterion: Revista de Filosofia

versión impresa ISSN 0100-512Xversión On-line ISSN 1981-5336

Resumen

BELO, Catarina. THE CONCEPT OF 'NATURE' IN ARISTOTLE, AVICENNA AND AVERROES. Kriterion [online]. 2015, vol.56, n.131, pp.45-56. ISSN 1981-5336.  https://doi.org/10.1590/0100-512X2015n13103cb.

O presente artigo trata da 'natureza' enquanto objeto da física, ou da ciência natural, tal como descrita por Aristóteles na "Física". Também trata das definições da natureza, especificamente a natureza física, fornecidas por Avicena (m. 1037) e Averróis (m. 1198) nos seus comentários à "Física" de Aristóteles. Avicena e Averróis partilham da conceção da natureza de Aristóteles enquanto princípio de movimento e repouso. Enquanto para Aristóteles o objeto da física parece ser a natureza, ou aquilo que existe por natureza, Avicena defende que é o corpo natural, e Averróis afirma que o objeto da física, ou ciência natural, consiste nas coisas naturais, apresentando uma ênfase algo diferente.

Palabras clave : Natureza; física; substância; Aristóteles; Avicena; Averróis.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf )